Vetus Latina

Vetus Latina foi o nome comumente dado aos textos bíblicos traduzidos para o latim antes da tradução de São Jerônimo, conhecida como Vulgata.

Vetus Latina é uma expressão em latim que significa "Latim Antigo".

Com a pregação do cristianismo por todo Império Romano, houve a necessidade de se traduzir os escritos bíblicos para os cristãos que não liam o grego ou o hebraico.

Acredita-se que esta tradução dos escritos bíblicos seja do início do século I, e que foram realizadas por tradutores informais.

Texto

Uma página do Codex Vercellensis, um exemplo da Vetus Latina. Este manuscrito contém o Evangelho de São João, 16,23-30.

Não existiu nenhuma Bíblia "Vetus Latina" como uma coleção de manuscritos bíblicos traduzidos para o Latim que precedeu a Vulgata de São Jerônimo.

Depois de comparar a leitura de Lucas 24,4-5 nos manuscritos da Vetus Latina, Bruce Metzger contou "não menos que 27 variações!".

A estas traduções precedentes, muitos estudiosos adicionam freqüentemente citações das passagens bíblicas que aparecem nos escritos dos Pais da Igreja Latina. Acredita-se que alguns deles compartilham da leitura de determinados grupos de manuscritos.

Muitas das versões da Vetus Latina não foram consideradas autorizadas como traduções bíblicas que poderiam ser usadas por toda Igreja. Entretanto, muitos dos textos que fazem parte dos manuscritos da Vetus Latina foram desenvolvidos para suprir uma necessidade de uma comunidade local, ou para ajudar em uma homilia ou sermão.

Muitos dos manuscritos existentes da Vetus Latina contêm os quatro Evangelhos canônicos e também possuem várias diferenças substanciais de um para o outro. Por outro lado, em outras passagens bíblicas possuem exatamente o mesmo texto.

Em sua obra "A Doutrina Cristã" (2,16), Santo Agostinho lamenta a variação na qualidade dos textos presentes nos manuscritos disponíveis. Solecismos gramaticais abundam, alguns reproduzem literalmente expressões no grego ou hebraico conforme constam na Septuaginta.

Do mesmo modo, os vários manuscritos da Vetus Latina refletem as várias recensões da Septuaginta que circulavam com os manuscritos africanos (tais como o Codex Bobiensis) que preservam leituras do texto típico ocidental, enquanto as leituras nos manuscritos europeus estavam mais próximos do texto típico Bizantino. Várias particularidades gramaticais são das formas gramaticas em uso no Latim vulgar que se encontram nos textos.

En otros idiomas
العربية: فيتس لاتينا
беларуская: Vetus Latina
беларуская (тарашкевіца)‎: Vetus Latina
български: Vetus Latina
català: Vetus Llatina
čeština: Vetus Latina
Deutsch: Vetus Latina
English: Vetus Latina
Esperanto: Vetus Latina
español: Vetus Latina
français: Vetus Latina
magyar: Vetus Latina
interlingua: Vetus Latina
Bahasa Indonesia: Vetus Latina
italiano: Vetus latina
Latina: Vetus Latina
Nederlands: Vetus Latina
polski: Vetus latina
srpskohrvatski / српскохрватски: Vetus Latina
Simple English: Vetus Latina
slovenščina: Vetus Latina
Tagalog: Vetus Latina
українська: Vetus Latina