Vetor (epidemiologia)

Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de vetor, veja Vetor.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Janeiro de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)

Vetor é todo ser vivo capaz de transmitir um agente infectante, de maneira ativa ou passiva.

Um agente infectante é qualquer parasita, protozoário, bactéria ou vírus capaz de infectar um organismo. A transmissão ativa ocorre quando o vetor é infectado e então infecta outra espécie de organismo. A maneira passiva ocorre quando o vetor não é infectado pelo agente infectante, mas causa a infecção de outra espécie de organismo.

O mosquito comum (Culex) é capaz de transmitir encefalites como a causada pelo vírus do oeste do Nilo e filaríases (à direita) e um dos transmissores da malária (Anopheles)(à esquerda)

Um bom exemplo de transmissão mecânica ou passiva são os patógenos transmitidos pela mosca doméstica. O Aedes aegypti, é o mosquito transmissor do vírus flaviviridae, causador da dengue que também não desenvolve o germe que transmite por seu adoecimento, ocorre apenas a passagem pelo seu trato gastrointestinal ou probóscida.

Segundo Benenson (1983) a transmissão por vetor biológico distingue-se da mecânica ou passiva porque na transmissão ativa por vetor biológico é necessária a propagação (multiplicação), o desenvolvimento cíclico ou a combinação desses processos (ciclo propagativo) para que o artrópode (ou outra espécie de vetor) possa transmitir a forma infectante do agente infeccioso ao homem. A transmissão pode ser feita pela saliva durante a picada ou mordedura, tal como na transmissão do vírus da raiva, ou pela regurgitação, deposição na pele de fezes (feito na transmissão do Trypanosoma cruzi pelo barbeiro (triatoma).

A disciplina entomologia médica estuda os insetos capazes de transmitir infecções entre animais e para os seres humanos (zoonoses) com seus hábitos, nem sempre hematófagos, mas capazes de produzir lesões através das quais os agentes patogénicos que hospedam são transmitidos.

En otros idiomas
čeština: Přenašeč
فارسی: ناقل
हिन्दी: रोगवाहक
Kreyòl ayisyen: Vektè byolojik
Bahasa Indonesia: Vektor (biologi)
日本語: 媒介者
한국어: 매개체
Bahasa Melayu: Vektor (epidemiologi)
Plattdüütsch: Vekter (Biologie)
română: Vector biologic
русский: Переносчик
srpskohrvatski / српскохрватски: Vektor (epidemiologija)
Simple English: Vector (biology)
Basa Sunda: Véktor (biologi)
українська: Вектор (біологія)