Trindade (cristianismo)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Trindade.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Santíssima Trindade, retratado por Szymon Czechowicz (1756–1758)
"Escudo da Trindade" ou diagrama tradicional Scutum Fidei do simbolismo medieval cristão ocidental, desde o século XII

A doutrina cristã da Trindade (do latim trinitas "tríade", de trinus "tripla")[1] define Deus como três pessoas consubstanciais,[2] expressões ou hipóstases:[3] o Pai, o Filho (Jesus Cristo) e o Espírito Santo; "um Deus em três pessoas". As três pessoas são distintas, mas são uma "substância, essência ou natureza".[4] Neste contexto, a "natureza" é o que se é, enquanto a "pessoa" é quem se é.[5][6][7]

De acordo com este mistério central da maioria das religiões cristãs,[8] existe apenas um Deus em três pessoas [como em I João 5,7-8]. Apesar de distintas uma da outra nas suas relações de origem (como o Quarto Concílio de Latrão declarou, "é o Pai quem gera, o Filho quem é gerado e o Espírito Santo quem realiza"), nas suas relações uns com os outros são considerados como um todo, coiguais, coeternos e consubstanciais, e "cada um é Deus, completo e inteiro".[9] Assim, toda a obra da criação e da graça é vista como uma única operação comum de todas as três pessoas divinas, em que cada uma delas manifesta o que lhe é próprio na Trindade, de modo que todas as coisas são "a partir do Pai", "através do Filho" e "no Espírito Santo".[10]

Enquanto os Padres da Igreja viram até mesmo elementos no Antigo Testamento, como o aparecimento de três homens a Abraão no capítulo 18 do Livro de Gênesis, como prenúncios da Trindade, foi no Novo Testamento que eles viram uma base para desenvolver o conceito da Trindade. O mais influente dos textos do Novo Testamento, visto como implicador do ensino da doutrina da Trindade foi Mateus 28:19, que manda batizar "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo". Reflexão, proclamação e diálogo levaram à formulação de uma doutrina adaptada para corresponder aos dados da Bíblia. O esquema mais simples da doutrina foi elaborado em grande parte no século IV, rejeitando o que foi considerado não ser consonante com a crença cristã em geral. Além disso, essa elaboração continuou nos séculos seguintes.[11]

A palavra Trindade não está contida na escritura,[12] nem há uma doutrina expressamente formulada da Trindade. Pelo contrário, de acordo com a teologia cristã, as escrituras "testemunham" a atividade de um Deus que pode ser entendido apenas em termos trinitários.[13] A doutrina não atingiu sua forma definitiva até o final do quarto século.[14] Durante o período várias soluções tentativas foram propostas, algumas mais e outras menos satisfatórias.[15] O Trinitarianismo contrasta com as posições antitrinitárias, que incluem o binitarianismo (uma deidade em duas pessoas, ou duas deidades), com o unitarismo (uma deidade em uma pessoa, análogo à interpretação Judia da Shema e à crença muçulmana no Tawhid) e com o pentecostalismo unitarista ou sabelianismo (uma deidade manifestada em três aspectos separados).[16][17][18]

Fundamentos bíblicos

Os três anjos que visitaram Abraão, como símbolo da Trindade
Ícone ortodoxo por Andrei Rublev
A Santíssima Trindade, por um mestre português desconhecido (século XVI). Museu Diocesano de Santarém, Portugal

A doutrina trinitária professa que o conceito da existência de um só Deus, onipotente, onisciente e onipresente, revelado em três pessoas distintas, pode-se depreender de muitos trechos da Bíblia. Um dos exemplos mais referidos é o relato sobre o batismo de Jesus, em que as chamadas "três pessoas da Trindade" se fazem presentes, com a descida do Espírito Santo sobre Jesus, sob a forma de uma pomba, e com a voz do Pai Celeste dizendo:

  • «Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo»[19]
  • E na fórmula tardia de Mateus:[20] «Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo».
  • No relato em que a Trindade se revelaria por três anjos que apareceram a Abraão próximo ao Carvalho de Mambré (Gn 18,ss)
  • Na criação do homem se apresenta um criador plural": «Façamos o homem a nossa imagem e semelhança»"(Gn 1,26)
  • No episódio da torre de Babel o Senhor Deus fala no plural: "«Vamos: Desçamos para lhes confundir a linguagem, de sorte que já não se compreendam um ao outro.»”(Gn 11,7)

Ainda segundo os defensores da doutrina trinitariana, ao longo da Bíblia há várias passagens que revelam a natureza divina da Trindade, e até a personalidade de cada uma das três pessoas divinas:

  • No que concerne à divindade de Deus-Filho, referem-se, por exemplo, a sua onisciência,[21] a sua onipotência,[22] a sua onipresença,[23] ao fato de perdoar os pecados[24] e ser doador da vida[25] em íntima unidade, porém diferenciando as pessoas: «Eu e o Pai somos um».[26] Contudo, mais do que estas simples passagens isoladas, a afirmação da plena divindade de Jesus é o resultado da reflexão, na Fé, sobre a sua missão redentora contida nas Escrituras - pois a sua personalidade divina e humana nunca foi seriamente posta em descrédito pela igreja cristã seja ela católica ou protestante.
  • No que concerne à divindade do Espírito Santo, os trinitarianos reportam-se, por exemplo, à passagem bíblica que o chama de Deus em Atos,[27] a sua onisciência,[28] a sua onipotência,[29] a sua onipresença[30] e sobretudo ao fato de ser Espírito "de" verdade[31] e "de" vida,[32] prerrogativas que, tais como as apresentadas para Deus-Filho, segundo a Bíblia são única e exclusivamente divinas;
  • No que concerne à personalidade do Espírito Santo, a terceira pessoa da Trindade, assunto que foi muito debatido ao longo dos primeiros séculos do cristianismo, é comum referirem-se aos atributos deste que, tal como os que no Antigo Testamento são aduzidos para a personalidade do Deus do Antigo Testamento, YHVH - cuja divindade e personalidade nunca foram alvo de críticas substanciadas entre os cristãos -, testemunham o seu carácter pessoal: Ele glorificará Cristo;[33] ensina a comunidade e os fieis,[34] distribui os dons segundo o seu desígnio,[29] fala nas Escrituras do Antigo Testamento,[35] fala para as sete Igrejas na carta do Apocalipse[36] é enviado pelo Pai em nome de Jesus[37] e pelo Filho que enviou da parte do Pai[37] aparecendo como distinto de ambos pois não é Cristo sob outra forma de existência, mas seu representante e testemunha.[38] Mais importante do que as passagens isoladas é o conjunto que o revela como Aquele que tem a missão de recordar, universalizar e realizar em cada pessoa a obra de Jesus, o que não ocorre mecanicamente, mas somente onde houver a liberdade do Espírito, dado que «onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade».[39] Para os cristão trinitários, esta liberdade do Espírito exclui que este possa ser um princípio impessoal, um meio ou instrumento, mas antes pressupõe a sua independência relativa.
En otros idiomas
Alemannisch: Dreifaltigkeit
አማርኛ: ሥላሴ
العربية: ثالوث
ܐܪܡܝܐ: ܬܠܝܬܝܘܬܐ
azərbaycanca: Üç üqnum
беларуская: Тройца
беларуская (тарашкевіца)‎: Троіца
български: Света Троица
brezhoneg: Trinded kristen
bosanski: Sveto Trojstvo
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Săng-ôi-ék-tā̤
Чӑвашла: Виçпĕрлев
Cymraeg: Y Drindod
Ελληνικά: Αγία Τριάδα
English: Trinity
Esperanto: Sankta Triunuo
eesti: Kolmainsus
euskara: Hirutasun
فارسی: تثلیث
føroyskt: Tríeindin
furlan: Trinitât
Gaeilge: Tríonóid
Gàidhlig: Trianaid
हिन्दी: त्रित्व
hrvatski: Trojstvo
interlingua: Trinitate
Bahasa Indonesia: Tritunggal
日本語: 三位一体
ქართული: სამება
қазақша: Троица
한국어: 삼위일체
Latina: Trinitas
Lëtzebuergesch: Dräifaltegkeet
lietuvių: Trejybė
latviešu: Trīsvienība
Malagasy: Trinite
олык марий: Кумытло
македонски: Свето Тројство
മലയാളം: ത്രിത്വം
मराठी: त्रैक्य
Bahasa Melayu: Tritunggal
Nedersaksies: Drijainhaid
Nederlands: Drie-eenheid
norsk nynorsk: Treeininga
occitan: Trinitat
Runa Simi: Kimsantin Dyus
rumantsch: Trinitad
română: Sfânta Treime
русский: Троица
русиньскый: Свята Тройця
srpskohrvatski / српскохрватски: Trojstvo
Simple English: Trinity
slovenščina: Sveta Trojica
shqip: Trinia
српски / srpski: Свето Тројство
Kiswahili: Utatu
తెలుగు: త్రిత్వము
Tagalog: Trinidad
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: ئۈچلۈك تەڭرى
українська: Трійця
اردو: تثلیث
oʻzbekcha/ўзбекча: Muqaddas uchlik
Tiếng Việt: Ba Ngôi
吴语: 三位一体
中文: 三位一體
Bân-lâm-gú: Sam-it
粵語: 三位一體