The Strokes

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
The Strokes
The Strokes.jpg
Da esquerda para a direita: Julian Casablancas, Nick Valensi, Albert Hammond Jr., Nikolai Fraiture and Fabrizio Moretti dos Strokes
Informação geral
OrigemNova Iorque, Nova Iorque
País Estados Unidos
Gênero(s)Indie rock, rock alternativo, post-punk revival, rock de garagem[1]
Período em atividade1998 - atualmente
Gravadora(s)RCA, Rough Trade, Sony Music
IntegrantesJulian Casablancas
Albert Hammond Jr
Nick Valensi
Nikolai Fraiture
Fabrizio Moretti
Página oficialSite oficial

The Strokes é uma banda de rock dos Estados Unidos formada em 1998 na cidade de Nova Iorque. A banda é formada pelos membros: Julian Casablancas (vocal), Albert Hammond Jr (guitarra), Nick Valensi (guitarra), Nikolai Fraiture (baixo) e Fabrizio Moretti (bateria e percussão).[1]

História

O baixista Nikolai Fraiture e o vocalista Julian Casablancas (filho do empresário John Casablancas) são amigos desde a infância. O guitarrista Nick Valensi e o baterista Fabrizio Moretti começaram a tocar juntos quando ambos estudavam na Escola Dwight em Manhattan. Mais tarde, Casablancas foi mandado para o Instituto Le Rosey, uma tradicional escola na Suíça, com intuito de melhorar seu comportamento; ele havia desenvolvido problemas alcoólicos. Lá, conheceu Albert Hammond Jr., ambos americanos, apesar de não serem muito amigos. Anos mais tarde, Casablancas se encontrou sem querer com Hammond Jr. nas ruas de Nova Iorque.[2]

The Modern Age (1998-2001)

The Modern Age (EP) foi lançado em 2001 e acarretou numa guerra de interesses entre gravadoras pela maior banda de rock and roll em anos. Posteriormente, foram bastante divulgados, causando uma divisão entre os seguidores do rock e revistas independentes: procurava-se saber se eles eram realmente os salvadores do rock ou um punhado de jovens ricos com nomes legais e cópia do Velvet Underground. As duas bandas eram bastante parecidas tanto pelo estilo vocal de Casablancas, similar a de Lou Reed, quanto pela alternância entre Hammond e Nick Valensi como guitarrista principal, o que lembra Lou Reed e Sterling Morrison.[3]

Is This It (2001-2002)

O primeiro disco da banda, Is This It, é uma das referências do rock de garagem do início da década de 2000.[4] A faixa "NY City Cops" não fez parte do álbum lançado nos Estados Unidos por conta dos ataques de 11 de Setembro de 2001. Posteriormente, Slash (Guns N' Roses) tocou a canção com a banda. A relação com o Guns continuou no vídeo musical de "Someday", que mostra rapidamente Duff, Slash e Matt. O vídeo começa com Duff conversando com o vocalista Casablancas e todos os Strokes sentados na mesa de um bar conversando com Slash. Para o vídeo musical de "Last Nite", os Strokes fizeram uma apresentação única, sem dublagem e tocando, aparentemente ao vivo, num programa de auditório de estilo anos 1960. Apesar de, eventualmente, terem lançado vídeos, a banda assinou com a RCA justamente porque foi a única gravadora que respeitou a decisão da banda de não fazer um vídeo musical. Apesar de não se importarem em tocar ao vivo diante de câmeras de televisão, eles se opunham em gravar um vídeo.

Em novembro de 2009, o Is This It foi eleito o melhor disco da década de 2000 segundo a revista NME.[5]

Room on Fire (2002-2005)

The Strokes lançaram o seu segundo álbum, Room on Fire, em Outubro de 2003. Recebeu elogios porém foi menos bem sucedido, mesmo sendo ouro nos Estados Unidos, comercialmente falando. O som do álbum tem influencias de bandas como: The Cars, The Ramones e Blondie.[6]

First Impressions Of Earth e parada extensiva (2006-2009)

The Strokes em concerto em 2006.

Seu terceiro álbum, First Impressions of Earth, foi lançado em Janeiro de 2006.[7] No Japão, recebeu disco de ouro na primeira semana de lançamento. Foi também o álbum mais baixado durante duas semanas no iTunes. Fraiture alegou que o álbum foi "como uma descoberta científica." Em Janeiro de 2006, a banda então fez sua segunda aparição no Saturday Night Live, cantando "Juicebox" e "You Only Live Once".[8]

Angles (2009-2011)

Em janeiro de 2009, o vocalista Julian Casablancas e o guitarrista Nick Valensi começaram a escrever material para o 4º álbum da banda, a intenção era começarem a gravar em fevereiro. Julian comentou na revista Rolling Stone que eles tinham completado cerca de 3 músicas e que o som parecia uma mistura entre rock dos anos 70 e "música do futuro".

No dia 31 de março, a banda declarou em seu MySpace: "Depois de um longo e necessário período de hibernação em que vimos muitos outros projetos musicais surgirem, estamos satisfeitos em anunciar que o The Strokes voltou a todo vapor em sua área em Nova York, compondo e ensaiando novo material para um novo 4º álbum". O disco, intitulado Angles foi lançado oficialmente dia 22 de março de 2011, apesar de várias músicas pudessem ser encontradas na internet antes dessa data. O lançamento dividiu os fãs da banda, já que muitos atestavam que as músicas não se pareciam com os outros cds da banda.[carece de fontes?] Foi, porém, um sucesso de crítica.

O primeiro single do novo álbum, "Under Cover of Darkness" foi lançado em 09 de fevereiro de 2011.[9]

Comedown Machine (2011-presente)

Em meados de março de 2011, em uma entrevista a Shortlist Magazine, Strokes revelou que já tinha começado a trabalhar em seu quinto álbum de estúdio. No entanto, as sessões foram adiadas devido ao processo de mixagem de Angles. Julian Casablancas, Nick Valensi confirmaram que há material novo, bem como a abundância de restos de material.

Em 25 de abril, o baixista Nikolai Fraiture postou um tweet anunciando que a banda estava indo para o estúdio para trabalhar em algumas ideias novas.

Em entrevista à TV Fuse, o guitarrista Albert Hammond Jr. afirmou que a banda estava trabalhando no quinto álbum de estúdio em Los Angeles.

Em 25 de janeiro de 2013, a música "One Way Trigger" foi publicada no site oficial da banda.[10] Em 30 de janeiro, foi anunciado o nome do quinto álbum, Comedown Machine.[11] No dia 13 de fevereiro, a segunda música do álbum, a canção "All the time", foi publicada no site oficial e no facebook da banda.

O álbum foi oficialmente lançado em 23 de março de 2013 e foi bem recebido pela crítica.[12][13]

En otros idiomas
Afrikaans: The Strokes
العربية: ذا ستروكس
ᨅᨔ ᨕᨘᨁᨗ: The Strokes
català: The Strokes
Chavacano de Zamboanga: The Strokes
Cebuano: The Strokes
čeština: The Strokes
Cymraeg: The Strokes
Deutsch: The Strokes
English: The Strokes
Esperanto: The Strokes
español: The Strokes
euskara: The Strokes
فارسی: استروکز
français: The Strokes
galego: The Strokes
עברית: הסטרוקס
magyar: The Strokes
Bahasa Indonesia: The Strokes
italiano: The Strokes
Basa Jawa: The Strokes
ქართული: The Strokes
한국어: 스트록스
Bahasa Melayu: The Strokes
Nederlands: The Strokes
polski: The Strokes
română: The Strokes
русский: The Strokes
Simple English: The Strokes
српски / srpski: The Strokes
svenska: The Strokes
Türkçe: The Strokes
українська: The Strokes
中文: 鼓擊樂團