Teresina

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Teresina
"Terê"
"Capital do Meio-Norte"
"Cidade Verde
"THE"
Vista panorâmica da cidade durante a noite

Vista panorâmica da cidade durante a noite
Bandeira de Teresina
Brasão de Teresina
BandeiraBrasão
Hino
Aniversário16 de agosto
Fundação16 de agosto de 1852 (165 anos)
Gentílicoteresinense
LemaOmnia in charitae
"Toda a caridade"
Padroeiro(a)Nossa Senhora do Amparo[1]
Prefeito(a)Firmino Filho (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Teresina
Localização de Teresina no Piauí
Teresina está localizado em: Brasil
Teresina
Localização de Teresina no Brasil
05° 05' 20" S 42° 48' 07" O05° 05' 20" S 42° 48' 07" O
Unidade federativa Piauí
Região
intermediária

Teresina IBGE/2017[2]

Região
imediata

Teresina IBGE/2017[2]

Região metropolitanaGrande Teresina
Municípios limítrofesUnião, Altos, Monsenhor Gil, José de Freitas, Nazária e Demerval Lobão. No Maranhão, Timon e Caxias
Distância até a capital1 789 km[3]
Características geográficas
Área1 391,981 km² [4]
População850 198 hab. (PI: 1°) –  estatísticas IBGE/2017[5]
Densidade610,78 hab./km²
Altitude72 m
Climatropical Aw
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,751 elevado PNUD/2010[6]
PIBR$ 17 627 624,66 mil IBGE/2015[7]
PIB per capitaR$ 20 879,75 IBGE/2015[7]
Página oficial
Prefeiturawww.teresina.pi.gov.br
Câmarawww.teresina.pi.leg.br

Teresina é a capital e o município mais populoso do estado brasileiro do Piauí. Localiza-se a 343 km do litoral, sendo, portanto, a única capital da Região Nordeste que não se localiza às margens do Oceano Atlântico. Possui uma população estimada em 850 198 habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017. Está conurbada com a cidade maranhense de Timon, formando, assim, a Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina, que aglomera cerca de 1.194.911 habitantes, sendo a segunda RIDE mais populosa de todo o Brasil, atrás apenas de Brasília. Teresina é a 21ª maior cidade do Brasil e a 17ª maior capital de estado, sendo a 7ª capital mais populosa e a 7ª capital mais rica do Nordeste.[8]

Historicamente, Teresina desenvolveu-se por meio do Rio Parnaíba, através da navegação fluvial. Teresina é conhecida por Cidade Verde, codinome dado pelo escritor maranhense Coelho Neto, em virtude de ter ruas e avenidas entremeadas de árvores. É um município em fase de crescimento galopante e, atualmente, possui uma área de 1.673 km² e uma população de quase 900 mil habitantes. É uma das mais prósperas cidades brasileiras, destacando-se atualmente no setor de prestação de serviços, comércio intenso, rede de ensino avançada, eventos culturais e esportivos, congressos, indústria têxtil, com uma justiça trabalhista célere, e um grande complexo e moderno centro médico que atrai pacientes de vários estados.

Teresina é a terceira capital com melhor qualidade de vida do Norte-Nordeste segundo o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal,[9] A cidade tem um IDH alto (Índice de Desenvolvimento Humano), porém, ainda é a oitava colocada entre as capitais do Nordeste, ficando à frente apenas de Maceió. Teresina também é a terceira cidade onde mais acontecem sequências de descargas elétricas no mundo.[10] Por esta razão, a região recebe a curiosa denominação de "Chapada do Corisco".

Seu lema é a frase "Omnia in Charitate", que significa, em português, "Tudo pela caridade". A cidade é a terra natal de Torquato Neto, poeta do Tropicalismo, e de Carlos Castelo Branco, colunista político do Jornal do Brasil.

História

A origem de Teresina é ligada diretamente ao Rio Poti. O primeiro proprietário foi o seu sargento-mor Antonio Coelho Teixeira, cuja sesmaria foi confirmada, em Lisboa, no dia 1 de julho de 1744. Às margens desse rio havia um povoado, que depois seria elevado à condição de Nova Vila (do Poti ou Poti velho). Essencialmente formada por pescadores e pequenos comerciantes, era cortada por uma estrada que ligava Oeiras, então capital da Província do Piauí, a Parnaíba, um dos mais prósperos centros do atual Estado. Ainda por volta de 1740, o Pe. Romualdo da Silva Bezerra possuía sesmaria na Região das Aldeias Altas, isto é, na Região norte da Capitania. É bom lembrar que havia diversos povoados ao longo dos rios e caminhos. A capital nasceu no que corresponde hoje ao bairro do Poti Velho, que embora tenha surgido mais de 100 anos antes do que a capital, só foi anexado a mesma em meados do século XX. Hoje, apesar da grande e profunda mudança em sua paisagem, o bairro ainda preserva seus costumes e suas tradições. Hoje é considerado o bairro mais velho da capital, porém o marco e a data de fundação da cidade são atribuídos a fundação do atual centro da capital[11]

Uma das primeiras construções de Teresina foi a Igreja de Nossa Senhora do Amparo, localizada no Centro da Capital, o que mostra a verdadeira devoção religiosa do povo da antiga vila. A cidade já nasceu, ou seja, foi fundada, em 1852, com o objetivo de tornar-se capital da Província do Piauí, totalmente planejada pelo Conselheiro José Antônio Saraiva, sendo, portanto, oficialmente a primeira capital planejada do Brasil[12][13].A construção faz parte da atual Praça Marechal Deodoro, onde na fundação da cidade concentrava toda a esfera política do estado, com o prédio da Justiça Federal e do Palácio do Governo (Atual museu do Piauí) e também destacava-se como centro econômico, com a inauguração do mercado velho. Hoje, marco zero da fundação da cidade, a praça possuí ainda o Palácio da Cidade(Antiga escola normal) e o Mercado central(Mercado velho) do que integrava a sua fundação.

Vale ressaltar que a transferência da capital da Província do Piauí de Oeiras para Teresina realizou-se sob vários protestos da comunidade oeirense, que desejava a todo custo, garantir a permanência da capital naquela cidade. Contudo, apesar da pressão, o Presidente da Província, José Antônio Saraiva, ardoroso defensor das ideias mudancistas, efetiva a transferência da capital. E em 16 de agosto de 1852, dirige circular a todos os Presidentes de Província do Império do Brasil comunicando o fato, instituindo-a assim, como nova capita da Província

O nome da cidade remete a imperatriz Teresa Cristina Maria de Bourbon, que teria intermediado com o imperador Dom Pedro II a ideia de mudança da capital, e em sua homenagem deu-se o nome da cidade, que é a contração (mistura) das palavras Teresa e Cristina. Tornada capital, Teresina passou por um crescimento bastante acentuado, aumentando de 49 para cerca de 8 mil habitantes em duas décadas. Essa foi a primeira cidade do Brasil construída em traçado geométrico. Ela não nasceu de forma espontânea, mas de modo artificial. Saraiva, pessoalmente, tomou as primeiras providências: planejou tudo, juntamente com o mestre-de-obras português João Isidoro França, com o cuidado de estabelecer logradouros em linhas paralelas, simetricamente dispostas, todas partindo do Rio Parnaíba, rumo ao Rio Poti,principais fontes de água da cidade, até hoje.

No ano de 1860, a nova capital já contava com uma área urbanizada de um quilômetro de extensão na direção norte-sul, com os seguintes confrontos: de um lado o largo do quartel do Batalhão (atual Estádio Lindolfo Monteiro) e do outro o "Barrocão" (atual Avenida José dos Santos e Silva). Na direção leste-oeste o desenvolvimento não ganhou a mesma intensidade. Tomando-se como base o lado do Parnaíba, as ruas findavam a algumas dezenas de metros acima das duas principais praças, a da Constituição, atual Praça Marechal Deodoro da Fonseca (que anteriormente também denominou-se Praça do Palácio e Largo do Amparo), e a do Largo do Saraiva (atualmente Praça Saraiva). Para o lado do Poti, nem todas as ruas chegavam ao rio. A Rua Grande, atual Rua Álvaro Mendes, uma das principais ruas da nova capital teve um papel significante no desenvolvimento da nova cidade.

Teresina é conhecida por Cidade Verde, codinome dado pelo escritor maranhense Coelho Neto, em virtude de ter ruas e avenidas entremeadas de árvores. É um Município em fase de crescimento e, atualmente, possui uma área de 1.673 km² e uma população de 800 mil habitantes. É uma das mais prósperas cidades brasileiras, destacando-se atualmente no setor de eventos, congressos, indústria têxtil, com uma Justiça trabalhista célere e centro médico da região.

Outros comentam que a criação da capital Teresina teria sido uma medida político-estratégica, sob o fato de que a cidade de Caxias, do estado vizinho do Maranhão, estava ameaçando a hegemonia da região norte do estado do Piauí, tendo então o conselheiro transferido a capital para resolver a questão da centralização no estado.

Teresina foi a primeira capital do Brasil especificamente planejada para substituir outra já existente; as outras são Aracaju (1855), Belo Horizonte (1894), Goiânia (1933), Brasília (1960), e Palmas (1989). Todavia, convém ressaltar, que os núcleos fundacionais das cidades de Salvador (1549), São Luís (1612) e Recife (Mauritsstadt - 1637) também foram projetados. Ainda assim, os traçados de Salvador e Mauritsstadt tinham uma malha reticulada flexível e tais cidades não foram projetadas para substituir outras Capitais já existentes.

Nos primeiros anos após a sua fundação,Teresina experimentou um crescimento - principalmente, populacional e estrutural - em um ritmo bem acelerado. A população passou de 49 habitantes a um número próximo de 20 mil, em apenas 20 anos. O principal motivo do desenvolvimento acelerado é a extração da borracha de maniçoba e da cera de carnaúba.Teresina também começou a ganhar postura estrutural de uma capital. Além da entrega da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, ainda no mesmo ano da fundação da cidade, Teresina ganhou o teatro “Santa Teresinha” em 1858. Em 1867, a Igreja de Nossa Senhora das Dores – depois elevada a Catedral – é concluída e, no mesmo ano, a cidade ganhou seu primeiro sistema de iluminação pública, dispondo de seis combustores de querosene sobre postes de madeira, ampliado em 1882. Em 1886, é inaugurada a Igreja de São Benedito.

Entre 1937 e 1941, ocorreram uma série de incêndios clandestinos para expandir as áreas nobres da cidade. Esses incêndios atingiram barracos e desabrigaram centenas de pessoas. Ao longo dos anos, a cidade se recuperou, e iniciou uma constante expansão para o leste.

En otros idiomas
العربية: تيريسينا
asturianu: Teresina
Aymar aru: Teresina
беларуская: Тэрэзіна
български: Терезина
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: টেরেসিনা
català: Teresina
čeština: Teresina
Deutsch: Teresina
Ελληνικά: Τερεζίνα
emiliàn e rumagnòl: Teresina
English: Teresina
Esperanto: Teresina
español: Teresina
euskara: Teresina
فارسی: ترسینا
suomi: Teresina
français: Teresina
Gaeilge: Teresina
galego: Teresina
Avañe'ẽ: Teresina
עברית: תרזינה
magyar: Teresina
Հայերեն: Թերեզինա
interlingua: Teresina
Bahasa Indonesia: Teresina
日本語: テレジーナ
ქართული: ტერეზინა
қазақша: Терезина
한국어: 테레지나
lietuvių: Terezina
मराठी: तेरेसिना
norsk: Teresina
occitan: Teresina
polski: Teresina
پنجابی: تیریسینا
Runa Simi: Teresina
română: Teresina
русский: Терезина
Scots: Teresina
srpskohrvatski / српскохрватски: Teresina
Simple English: Teresina
slovenčina: Teresina
српски / srpski: Терезина
svenska: Teresina
Kiswahili: Teresina
тоҷикӣ: Терезина
Türkçe: Teresina
українська: Терезіна
Tiếng Việt: Teresina
Volapük: Teresina
Winaray: Teresina
中文: 特雷西納
Bân-lâm-gú: Teresina