Templo de Vespasiano e Tito

Templo de Vespasiano e Tito
Templo de Vespasiano. À esquerda, o Tabulário.
Vista história (séc. XVIII) em gravura de Piranesi. É impressionante o nível do solo na época comparado com o atual, muito mais elevado.
TipoTemplo romano
Construção79 a.C.
Promotor / construtorTito e Domiciano
Geografia
PaísItália
CidadeRoma
LocalidadeVIII Região - Fórum Romano
Coordenadas41° 53' 33.82" N 12° 29' 2.01" E
Templo de Vespasiano e Tito está localizado em: Roma
Templo de Vespasiano e Tito
Templo de Vespasiano e Tito

Templo de Vespasiano e Tito (em latim: Templum divi Vespasiani[1]; em italiano: Tempio di Vespasiano) é um templo localizado na porção ocidental do Fórum Romano, entre o Templo da Concórdia e o Templo de Saturno. É dedicado aos deificados Vespasiano e seu filho Tito. Sua construção começou em 79 d.C. com Tito, logo depois de sua ascensão quando seu pai morreu. O irmão de Tito, Domiciano, completou e dedicou o templo ao pai e ao irmão aproximadamente em 87 d.C.

Importância

Detalhe do entablamento.

Por toda a história romana, houve uma grande ênfase na fama e na glória do nome da família, geralmente lembradas em monumentos comemorando os mortos ilustres. Por isso, o templo foi construído para homenagear a dinastia Flaviana, a mesma de Vespasiano (r. 69–79), Tito (r. 79–81) e Domiciano (r. 81–96). Historiadores questionam ainda hoje se a relação era boa entre Tito e Domiciano, porém este garantiu a deificação do irmão no culto imperial para exaltar a proeminência do nome dos flavianos[2]. Tito e Vespasiano foram deificados através da cerimônia da apoteose[3] e, ao fazê-lo, a tradição garantia que os cidadãos romanos e seus súditos honrariam os dois (ou pelo menos seus gênios) como deuses romanos. Este culto imperial era tanto um sinal de lealdade ao imperador romano (um gesto político ou diplomático), quanto uma religião formal.

En otros idiomas