Stéphane Grappelli

Stéphane Grappelli
Nome nativoStéphane Grappelli
Nascimento26 de janeiro de 1908
Paris
Morte1 de dezembro de 1997 (89 anos)
Paris
SepultamentoCrematório-columbário de Père-Lachaise
CidadaniaFrança, Itália
Ocupaçãoartista de rua, compositor, músico de jazz, violinista
PrêmiosComandante da Legião de Honra, Grammy Lifetime Achievement Award, prêmio Paul Acket

Stéphane Grappelli (Paris, 26 de janeiro de 1908 — Paris, 1 de dezembro de 1997) foi um violinista de jazz francês.

Biografia

Filho do marquês Ernesto Grappelli e Anna Emilie Hanoque, foi encaminhado a um orfanato após a morte de sua mãe quando tinha apenas quatro anos e seu pai foi combater na Primeira Guerra Mundial.

Ele começou seus estudos de violino aos 12 anos de idade e estudou no Conervatório de Paris estudando piano, entre 1924 e 1928.

Fundou o Quintette du Hot Club de France com Django Reinhardt, que durou de 1934 até 1939.

Em 1940, Grappelli começou a sua parceria com o pianista inglês George Shearing e manteve colaborações com Django, esporadicamente até a sua morte em 1953.

Após a guerra ele aparece em centenas de gravações incluindo o pianista Oscar Peterson, o violinista Jean-Luc Ponty, vibrafonista Gary Burton, o cantor pop Paul Simon, o bandolinista David Grisman, o violinista clássico Yehudi Menuhin, o maestro André Previn, e o violinista Mark O'Connor. Também colaborou com o guitarrista britânico Diz Disley, gravando 13 álbuns com seu trio. Também colaborou com o renomado guitarrista britânico Martin Taylor. Em suas parcerias mundo afora, Grappelli também gravou com o ilustre Baden Powell. Tocou Violino na música Wish You Were Here, no álbum do mesmo nome, da banda britânica Pink Floyd, mas a música não foi aproveitada na edição final do álbum. Essa versão aparece no segundo CD do box Wish You Were Here - Immersion, lançado em 2011.

En otros idiomas