Socialismo

Socialismo refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização econômica que advogam a administração e propriedade pública ou coletiva dos meios de produção e distribuição de bens, propondo-se a construir uma sociedade caracterizada pela igualdade de oportunidades e meios para todos os indivíduos, com um método isonômico de compensação. [1] Atualmente, teorias socialistas são partes de posições da esquerda política, relacionadas com as atuações do Estado de bem-estar social e o sucesso obtido pelo Modelo nórdico.

O socialismo moderno surgiu no final do século XVIII, tendo origem na classe intelectual e nos movimentos políticos da classe trabalhadora, que criticavam os efeitos da industrialização e da propriedade privada sobre a sociedade. Karl Marx afirmava que a luta de classes era responsável pela nossa realidade social, e que este conflito inevitavelmente resultaria no socialismo através de uma revolução do proletariado, tornando-se uma fase de transição do capitalismo para um novo modelo de sociedade que não seria dividido em classes sociais hierárquicas, num modelo essencialmente comunista. [2] [3]

A maioria dos socialistas possui a opinião de que o capitalismo concentra injustamente a riqueza e o poder nas mãos de um pequeno segmento da sociedade - denominado por Marx de Burguesia - que controla o capital e deriva a sua riqueza da exploração de outras classes sociais, criando uma sociedade desigual, que não oferece oportunidades iguais de maximização de suas potencialidades a todos. [4]

Friedrich Engels, um dos fundadores da teoria socialista moderna, e o socialista utópico Henri de Saint Simon defendem a criação de uma sociedade que permita a aplicação generalizada das tecnologias modernas de racionalização da atividade econômica, eliminando o caos na produção do capitalismo. [5] [6] Isto permitiria que a riqueza e o poder fossem distribuídos com base na quantidade de trabalho despendido na produção, embora não haja concordância entre os socialistas sobre como e em que medida isso poderia ser alcançado.

O socialismo não é uma filosofia de doutrina e programa fixos; seus ramos defendem um certo grau de intervencionismo social e racionalização econômica (geralmente sob a forma de planejamento econômico), às vezes opostas entre si, como o socialismo de estado e o socialismo libertário. Uma característica da divisão do movimento socialista é entre os reformistas, chamados de socialistas democráticos, e revolucionários sobre como uma economia socialista deveria ser estabelecida. Alguns socialistas defendem a nacionalização completa dos meios de produção, distribuição e troca, outros defendem o controle estatal do capital no âmbito de uma economia de mercado.

História

Os socialistas utópicos, incluindo Robert Owen ( 1771- 1858), tentaram encontrar formas de criar comunas autossustentáveis por secessão de uma sociedade capitalista. Henri de Saint Simon ( 1760- 1825), o primeiro a utilizar o termo socialismo, foi o pensador original que defendeu a tecnocracia e o planejamento industrial. Os primeiros socialistas previram um mundo melhor, através da mobilização de tecnologia e combinando-a com uma melhor organização social. Os primeiros pensadores socialistas tenderam a favorecer uma autêntica meritocracia combinada com planejamento social racional, enquanto muitos socialistas modernos têm uma abordagem mais igualitária.

Vladimir Lenin, com base em ideias de Karl Marx de "baixa" e "alta" fases do socialismo, [7] definiu o "socialismo" como uma fase de transição entre o capitalismo e o comunismo. [8]

Socialistas inspirados no modelo soviético de desenvolvimento econômico têm defendido a criação de economias de planejamento central dirigido por um Estado que controla todos os meios de produção. Sociais-democratas propõem a nacionalização seletiva das principais indústrias nacionais nas economias mistas, mantendo a propriedade privada do capital da empresa e de empresas privadas. Sociais-democratas também promovem programas sociais financiados pelos impostos, bem como regulação dos mercados. Muitos democratas sociais, especialmente nos estados de bem-estar europeus, referem-se a si mesmos como socialistas. O socialismo libertário (incluindo o anarquismo social e o marxismo libertário) rejeita o controle estatal e de propriedade da economia e defende a propriedade coletiva direta dos meios de produção através de conselhos cooperativos de trabalhadores e da democracia no local de trabalho. O socialismo de mercado também busca uma economia com a ascensão da propriedade social dos meios de produção ( cooperativas) mas, quando não mutualista, favorece a existência de um Estado administrador, mas não proprietário da atividade econômica, com exceção de setores estratégicos.[ carece de fontes?]

En otros idiomas
Afrikaans: Sosialisme
Alemannisch: Sozialismus
aragonés: Socialismo
العربية: اشتراكية
অসমীয়া: সমাজবাদ
asturianu: Socialismu
azərbaycanca: Sosializm
تۆرکجه: سوسیالیسم
башҡортса: Социализм
žemaitėška: Socēlėzmos
беларуская: Сацыялізм
беларуская (тарашкевіца)‎: Сацыялізм
български: Социализъм
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: সমাজতন্ত্র
brezhoneg: Sokialouriezh
bosanski: Socijalizam
буряад: Социализм
català: Socialisme
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Siâ-huôi-ciō-ngiê
کوردی: سۆسیالیزم
čeština: Socialismus
Чӑвашла: Социализм
Cymraeg: Sosialaeth
dansk: Socialisme
Deutsch: Sozialismus
Zazaki: Sosyalizm
Ελληνικά: Σοσιαλισμός
emiliàn e rumagnòl: Sozialîsum
English: Socialism
Esperanto: Socialismo
español: Socialismo
eesti: Sotsialism
euskara: Sozialismo
فارسی: سوسیالیسم
suomi: Sosialismi
Võro: Sotsialism
føroyskt: Sosialisma
français: Socialisme
Frysk: Sosjalisme
Gaeilge: Sóisialachas
Gàidhlig: Sòisealachd
galego: Socialismo
עברית: סוציאליזם
हिन्दी: समाजवाद
Fiji Hindi: Samajwaad
hrvatski: Socijalizam
magyar: Szocializmus
Հայերեն: Սոցիալիզմ
interlingua: Socialismo
Bahasa Indonesia: Sosialisme
Ilokano: Sosialismo
íslenska: Jafnaðarstefna
italiano: Socialismo
日本語: 社会主義
Patois: Suoshalizim
la .lojban.: cemtrusi'o
Basa Jawa: Sosialisme
ქართული: სოციალიზმი
қазақша: Социализм
ಕನ್ನಡ: ಸಮಾಜವಾದ
한국어: 사회주의
къарачай-малкъар: Социализм
Kurdî: Sosyalîzm
Кыргызча: Социализм
Latina: Socialismus
Lëtzebuergesch: Sozialismus
Limburgs: Socialisme
lingála: Sosialisimɛ
lietuvių: Socializmas
latviešu: Sociālisms
Malagasy: Sôsialisma
македонски: Социјализам
മലയാളം: സോഷ്യലിസം
монгол: Социализм
मराठी: समाजवाद
Bahasa Melayu: Sosialisme
Mirandés: Socialismo
မြန်မာဘာသာ: ဆိုရှယ်လစ်ဝါဒ
مازِرونی: سوسیالیسم
Plattdüütsch: Sozialismus
नेपाली: समाजवाद
नेपाल भाषा: समाजवाद
Nederlands: Socialisme
norsk nynorsk: Sosialisme
norsk: Sosialisme
occitan: Socialisme
ਪੰਜਾਬੀ: ਸਮਾਜਵਾਦ
polski: Socjalizm
Piemontèis: Socialism
پنجابی: سوشلزم
Runa Simi: Susyalismu
rumantsch: Socialissem
română: Socialism
русский: Социализм
русиньскый: Соціалізм
саха тыла: Социализм
sicilianu: Sucialìsimu
Scots: Socialism
davvisámegiella: Sosialisma
srpskohrvatski / српскохрватски: Socijalizam
Simple English: Socialism
slovenčina: Socializmus
slovenščina: Socializem
Soomaaliga: Hantiwadaag
shqip: Socializmi
српски / srpski: Социјализам
svenska: Socialism
Kiswahili: Usoshalisti
Tagalog: Sosyalismo
Türkçe: Sosyalizm
татарча/tatarça: Социализм
українська: Соціалізм
oʻzbekcha/ўзбекча: Sotsializm
vèneto: Sociałismo
Tiếng Việt: Chủ nghĩa xã hội
Winaray: Sosyalismo
吴语: 社會主義
ייִדיש: סאציאליזם
中文: 社会主义
文言: 社會主義
Bân-lâm-gú: Siā-hōe-chú-gī
粵語: 社會主義