Servidor de aplicação

Um Servidor de Aplicações (em inglês Applications Server), é um servidor que disponibiliza um ambiente para a instalação e execução de certas aplicações, centralizando e dispensando a instalação nos computadores clientes. Os servidores de aplicação também são conhecidos por middleware.

O objetivo do servidor de aplicações é disponibilizar uma plataforma que separe do desenvolvedor de software algumas das complexidades de um sistema computacional. No desenvolvimento de aplicações comerciais, por exemplo, o foco dos desenvolvedores deve ser a resolução de problemas relacionados ao negócio da empresa, e não de questões de infraestrutura da aplicação. O servidor de aplicações responde a algumas questões comuns a todas as aplicações, como segurança, garantia de disponibilidade, balanceamento de carga e tratamento de exceções.

História

No final da década de 1990, pensou-se que seria interessante mover as aplicações para um modelo mais centralizado, e que o desktop PC seria substituído por computador de rede ( network computer). Isto seria o retorno ao velho modelo de computação utilizado na década de 1960, baseado em computadores centrais grandes e caros, que eram acessados por muitos usuários utilizando terminais com pouca capacidade de processamento. A diferença então, seria o uso disseminado de interfaces gráficas (GUI). Porém, esta mudança não ocorreu na escala prevista, e o trabalho de disponibilizar aplicações de interfaces gráficas em redes lentas apresentou um grande número de desafios técnicos que não foram inteiramente resolvidos.

Posteriormente, as soluções baseadas na Internet, onde um navegador busca as páginas geradas dinamicamente em um servidor, deram força no movimento de centralização de aplicações. Neste contexto surgiram os servidores de aplicação para Web.