Seleção da Samoa Americana de Futebol

Samoa Americana
Football Federation of American Samoa.png
AssociaçãoFederação da Samoa Americana de Futebol
ConfederaçãoOFC
Material desportivo? Estados Unidos Nike
TreinadorSamoa Americana Larry Manao
CapitãoRamin Ott
Mais participaçõesNicky Salapu (17)
Melhor artilheiroShalom Luani e Ramin Ott (2)
Cores do TimeCores do TimeCores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do TimeCores do TimeCores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção da Samoa Americana de Futebol representa Samoa Americana nas competições oficiais da FIFA.

É considerada uma das seleções mais fracas do mundo, por vários motivos: além da diminuta população (70.260 hab., em 2003) preferir o futebol americano ao futebol, atualmente a equipe não é a última colocada no Ranking Mundial da FIFA ,[2] a seleção está em 192 no Ranking divulgado no dia 23 de novembro de 2017, sempre termina em último lugar nas eliminatórias e torneios da OFC e foi vítima da maior derrota num jogo entre seleções nacionais, sendo derrotada pela Austrália em 11 de abril de 2001 por 31-0, em partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2002.[3]

Samoa Americana venceu sua primeira partida oficial no dia 22 de novembro de 2011, quando venceu Tonga pelo placar de 2 a 1 pelas Eliminatórias da Copa de 2014. Antes disso, a única vitória havia sido 3 a 0 sobre Wallis e Futuna em 22 de Agosto de 1983, disputado em Apia, em Samoa. Mas esta partida é considerada não-oficial pela FIFA, já que a Associação de Futebol de Samoa Americana ainda não era afiliada à entidade máxima do futebol nessa época, ao passo que Wallis e Futuna até hoje não se afiliou.[4]

Ramin Ott mudou a história de Samoa Americana quando marcou um gol de pênalti sobre as Ilhas Salomão, em 25 de agosto de 2007.[5] Foi o primeiro gol da história de Samoa Americana em uma partida oficial, esta válida pelos Jogos do Pacífico Sul e pelas Eliminatórias para a Copa de 2010, simultaneamente. A campanha, aliás, foi pífia: 1 gol marcado (o gol marcado por Ott) e 39 gols sofridos, sendo o "melhor" resultado um 0-4 para Tonga.

Durante esta competição, os jogadores de Samoa Americana foram treinados por Nathan Mease.

A primeira vitória em partidas oficiais

Em 22 de novembro de 2011, Samoa Americana conseguiu a sua primeira vitória em partidas oficiais, contra a Seleção de Tonga. Um detalhe curioso é que entre os onze jogadores, estava Johnny Saelua, que apesar de ter nascido como homem, mas pode ser criado como uma mulher, segundo a cultura polinésia[6].

Ramin Ott e Shalom Luani marcaram os gols do histórico triunfo. A equipe empataria ainda com a Seleção das Ilhas Cook, mas uma derrota por 1 a 0 contra a Seleção Samoana (gol marcado aos 44 minutos do segundo tempo) sepultou as chances de Samoa Americana de avançar para a fase final das Eliminatórias da OFC.

En otros idiomas