Scuderia Ferrari

Itália Ferrari
Logo da Scuderia Ferrari.svg
Nome completoScuderia Ferrari
SedeMaranello, Itália
Fundador(es)Enzo Ferrari
Chefe de equipeMaurizio Arrivabene
Diretor técnicoMattia Binotto
Site oficialformula1.ferrari.com
Temporada de Fórmula 1 de 2018
Pilotos5. Alemanha Sebastian Vettel[1]
7. Finlândia Kimi Räikkönen[2]
Pilotos de testeRússia Daniil Kvyat[3]
ChassisSF71H[4]
MotorFerrari
PneusPirelli
CombustívelShell V-Power
Histórico na Fórmula 1
EstreiaGP de Mônaco de 1950
Último GPGP de Abu Dhabi de 2018
Grandes Prêmios973 (970 largadas[5])
Campeã de construtores16 (1961, 1964, 1975, 1976, 1977, 1979, 1982, 1983, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007, 2008)
Campeã de pilotos15 (1952, 1953, 1956, 1958, 1961, 1964, 1975, 1977, 1979, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007)
Vitórias235[5]
Pole Position219[5]
Voltas rápidas248[5]
Pontos7 753,5[5]
Posição no último campeonato
(2018)
2º (571 pontos)

Scuderia Ferrari é uma equipe de automobilismo da montadora italiana Ferrari que compete no campeonato da Fórmula 1. É a equipe mais antiga em atividade na categoria.

História

A Scuderia Ferrari foi fundada por Enzo Ferrari em 1929 e tornou-se a equipe de corrida da Alfa Romeo. Em 1938, a Alfa Romeo tomou a decisão de entrar nas corridas com seu próprio nome, que institui a organização Alfa Corse, que absorveu o que tinha sido a Ferrari. Enzo Ferrari não concordou com esta mudança na política e foi, finalmente, demitido pela Alfa em 1939. Os termos de sua saída proibiu-o de participar do automobilismo em seu próprio nome, por um período de quatro anos.

Em 1939, a Ferrari começou a trabalhar um carro de corrida de sua autoria, o Tipo 815 (oito cilindros, 1,5 L de deslocamento). O 815S, projetado por Alberto Massimino, foram, assim, os primeiros carros da Ferrari. A Segunda Guerra Mundial pôs um fim temporário às corridas. A Ferrari e concentrou-se em uma alternativa de uso para sua fábrica durante os anos de guerra, fazendo o trabalho de máquinas-ferramenta.

Após a guerra, a Ferrari recrutou vários de seus ex-funcionarios da Alfa e estabeleceu uma nova Ferrari, querendo projetar e construir seus próprios carros.

Sede

A equipe foi inicialmente baseado em Modena desde a sua fundação e pré-guerra até 1943, quando Enzo Ferrari mudou a equipe para uma nova fábrica em Maranello em 1947, e ambos a Scuderia e a fabrica Ferrari permanecem em Maranello até hoje. A equipe possui e opera uma pista de testes no mesmo local, o Circuito de Fiorano construído em 1972, que é usado para testar carros de rua e de corrida.

Nome e Logotipo

A equipe tem o nome de seu fundador, Enzo Ferrari. O cavalo rampante era o símbolo do avião de caça de Francesco Baracca na I Guerra Mundial e logo depois tornou-se o logotipo da Ferrari depois de os fundadores da Ace Fallen, bons amigos de Enzo Ferrari, pedirem-lhe para continuar sua tradição de cavaleirismo esportivo e ousadia.

Recordes

A Ferrari é o mais antigo time restante no campeonato, sem mencionar o mais bem sucedido: a equipe tem quase todos os recordes da Fórmula 1. Os recordes da equipe incluem quinze títulos do Campeonato Mundial de pilotos (1952, 1953, 1956, 1958, 1961, 1964, 1975, 1977, 1979, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007), dezesseis títulos do Campeonato Mundial de Construtores (1961, 1964, 1975, 1976, 1977, 1979, 1982, 1983, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007 e 2008), 225 vitórias em grande prêmio, 6 697,50 pontos, 708 pódios, 208 pole positions, 13.994 voltas lideradas, além de 238 voltas mais rápidas em 930 grandes prêmios disputados.[6]

Inicio

Em 1947 á Ferrari construiu o 12 cilindros 1.5 L Tipo 125, o primeiro carro de corrida a carregar o nome de Ferrari.

Uma versão de Fórmula 1 do Tipo 125 , a Ferrari 125 F1 foi desenvolvido em 1948 e entrou em vários Grande Prêmios, em um momento em que o Campeonato Mundial ainda não tinha sido estabelecido.

Década de 50

Em 1950, o Campeonato Mundial de Fórmula Um foi estabelecido, e a Scuderia Ferrari entrou nesta primeira temporada. É a única equipe a ter competido em cada todas as temporadas do mundial, de seu começo aos dias atuais.

Na verdade, a equipe da Ferrari perdeu a primeira corrida do campeonato, o Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1950 , devido a uma disputa sobre o "dinheiro inicial" pago aos participantes,  a equipe estreou no Grande Prêmio de Mônaco de 1950 com a 125 F1 , Ostentando uma versão supercharger do 125 V12, e três experientes e bem sucedidos pilotos, Alberto Ascari , Raymond Sommer e Luigi Villoresi .  A equipe mudou mais tarde para motores naturalmente aspirados nos modelos 275, 340, e 375  . A equipe Alfa Romeo dominou a Temporada de Fórmula 1 de 1950, Ganhando todas os onze corridas que entrou (seis corridas do campeonato mundial e cinco corridas não oficiais), mas a Ferrari quebrou a hegemonia em 1951 quando o piloto argentino José Froilán González venceu o Grande Prêmio da Grã-Bretanha.

Após a Temporada de Fórmula Um de 1951 a equipe Alfa Romeo se retirou da F1, levando as autoridades a adotar os carros de Fórmula 2 , Devido à falta de carros de F1 adequados. A Ferrari entrou com o Ferrari Tipo 500 de 2.0 L 4 cilindros , que ganhou quase todas as corridas em que competiu na Temporada de Fórmula 1 de 1952 com os pilotos Alberto AscariGiuseppe Farina e Piero Taruffi,  Ascari levou o Campeonato Mundial depois de vencer seis corridas consecutivas. Na Temporada de Fórmula 1 de 1953 Ascari venceu apenas cinco corridas, mas foi o bicampeão mundial, No final da temporada Juan Manuel Fangio bateu a Ferrari em uma Maserati pela primeira vez.

Temporada de Fórmula 1 de 1954 trouxe novas regras de motores de 2,5 L; O novo Ferrari Tipo 625 , dificilmente poderia competir contra Fangio com a Maserati e depois com o Mercedes-Benz W196 que apareceu em julho. a Ferrari teve somente duas vitórias, González no Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1954 e Mike Hawthorn no Grande Prémio da Espanha da 1954 . Na Temporada de 1955, A Ferrari não melhorou, conquistando apenas o Grande Prêmio de Mônaco em 1955 com o piloto Maurice Trintignant . No final da trágica temporada de 1955, a equipe da Ferrari comprou o chassi D50 da equipe Lancia depois que eles se retiraram após a morte de Ascari, Fangio, Peter Collins e Eugenio Castellotti correram com sucesso com o D50 na Temporada de Fórmula 1 de 1956 com Collins vencendo duas corridas e Fangio vencendo três corridas e se sagrando campeão.

Na Temporada de Fórmula 1 de 1957 Fangio voltou a Maserati, a equipe ainda usando envelhecido Lancia, não conseguiu vencer uma corrida. Os pilotos Luigi Musso e  Alfonso de Portago juntaram-se a Castellotti, Castellotti morreu durante o teste e Portago bateu em uma multidão no Mille Miglia, matando doze e fazendo com que a Ferrari fosse acusada de homicídio culposo.

Na Temporada de Fórmula 1 de 1958 , um Campeonato de Construtores foi introduzido, e vencido pela Vanwall . Carlo Chiti projetou um carro inteiramente novo para Ferrari: o Ferrari 246 Dino , nomeado com o nome do filho recentemente falecido de Enzo Ferrari. A equipe manteve os pilotos Collins, Hawthorn e Musso, mas Musso morreu no Grande Prêmio da França de 1958 e Collins morreu no GP da Alemanha de 1958Hawthorn venceu o Campeonato Mundial e anunciou sua aposentadoria, e morreu meses depois em um acidente de viação.

A Ferrari contratou cinco novos pilotos, Tony Brooks , Jean Behra , Phil Hill , Dan Gurney e ocasionalmente Cliff Allison , para a Temporada de Fórmula 1 de 1959 . A equipe não se deu bem, Behra foi demitido depois de socar o treinador Romolo Tavoni, Brooks foi competitivo até o final da temporada, mas no final ele por pouco perdeu o campeonato para Jack Brabham com a Cooper.

Década de 2000

De 2000 a 2004, Michael Schumacher dominou a Fórmula 1 como nenhum outro piloto da história desse esporte. Sendo que apenas em 2003 ele teve dificuldades ao enfrentar três novos talentos da nova geração: Montoya, Raikkonen e Alonso.

Em 2005 no entanto, o rendimento da Ferrari caiu bastante. A equipe começou a temporada com uma versão modificada do carro do ano anterior (F2004M) enquanto desenvolvia o o novo modelo. Essa talvez tenha sido uma das causas para o fraco desempenho nessa temporada. Outro fator, teria sido a fraca performance dos pneus Bridgestone. Próximo ao fim do ano, Rubens Barrichello anuncia estar deixando a equipe, para juntar-se a Honda F1 Team.

Em 2006 Felipe Massa assume o lugar de Barrichello como companheiro de Schumacher, no que seria seu último ano na categoria.

Em 2007 Kimi Räikkönen estreia na equipe, consagrando-se campeão na ultima corrida da temporada.

A temporada de 2008 foi marcada por diversos erros da equipe e dos pilotos, resultando com Felipe Massa terminando em segundo lugar no Mundial de F1 de 2008, a um ponto do campeão Lewis Hamilton. O título foi decidido na última corrida da temporada, o Grande Prêmio do Brasil. Na penúltima curva da última volta Hamilton ultrapassou Timo Glock, conseguindo a quinta colocação e o título, que até esse momento seria de Massa, vencedor da prova.

Com diversas modificações no regulamento da Fórmula 1 em 2009, o Ferrari F60 não foi bem sucedido e a equipe não pontuou nos primeiras três corridas do ano. O pior resultado desde 1981.

Década de 2010

Em 2010, com um campeonato bastante equilibrado, a equipe esteve bem perto de conseguir o título, com a estréia do espanhol Fernando Alonso, que terminou o campeonto a quatro pontos de Sebastian Vettel.

Em 2014, Kimi Räikkönen retornou para a equipe, assumindo o lugar de Felipe Massa que foi para Williams F1. Sebastian Vettel foi anunciado como piloto da Ferrari para 2015, substituindo o espanhol Fernando Alonso. Maurizio Arrivabene substituiu Marco Mattiaci no comando da equipe em Novembro de 2014.

Em 2015, a equipe conseguiu três vitórias na temporada (sendo do Sebastian Vettel na Malásia, Hungria e Singapura) e incluindo também uma pole position (Vettel em Singapura).

Em 2017, a equipe conseguiu cinco vitórias na temporada (sendo do Sebastian Vettel na Austrália, Bahrein, Mônaco, Hungria e Brasil) e incluindo também cinco pole position (sendo quatro do Vettel na Rússia, Hungria, Singapura e México e uma do Raikkonen em Mônaco).

En otros idiomas
Afrikaans: Scuderia Ferrari
العربية: فريق فيراري
asturianu: Scuderia Ferrari
azərbaycanca: Skuderiya Ferrari
български: Скудерия Ферари
brezhoneg: Scuderia Ferrari
čeština: Scuderia Ferrari
Esperanto: Scuderia Ferrari
français: Scuderia Ferrari
Bahasa Indonesia: Scuderia Ferrari
Basa Jawa: Scuderia Ferrari
lietuvių: Scuderia Ferrari
latviešu: Scuderia Ferrari
Bahasa Melayu: Scuderia Ferrari
Nederlands: Scuderia Ferrari
norsk nynorsk: Scuderia Ferrari
srpskohrvatski / српскохрватски: Scuderia Ferrari
Simple English: Scuderia Ferrari
slovenčina: Scuderia Ferrari
slovenščina: Scuderia Ferrari
српски / srpski: Скудерија Ферари
Basa Sunda: Scuderia Ferrari
Tiếng Việt: Scuderia Ferrari