Robert E. Howard

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2017)
Por favor, este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Robert E. Howard
Fotografia de Robert E. Howard em 1934, aos vinte e oito anos
Nome completoRobert Ervin Howard
Pseudônimo(s)
  • Patrick Ervin
  • Patrick Howard
  • Patrick Mac Conaire
  • Sam Walser
  • Steve Costigan
Nascimento22 de janeiro de 1906
Peaster, condado de Parker, Texas, Estados Unidos
Morte11 de junho de 1936 (30 anos)
Cross Plains, condado de Callahan, Texas, Estados Unidos
NacionalidadeEstados Unidos estadunidense
Ocupaçãoescritor
Influências
Influenciados
Gênero literárioespada e feitiçaria, faroeste, estórias de boxe, ficção histórica, horror
Magnum opussérie Conan
Causa da mortesuicídio; ferimento à bala na cabeça;
Página oficial
Site oficial
Books-aj.svg aj ashton 01.pngA Wikipédia possui o
Portal de Literatura

Robert Ervin Howard, comumente chamado de Robert E. Howard (Peaster, Texas, 22 de Janeiro de 1906Cross Plains, Texas, 11 de Junho de 1936), foi um prolífero escritor estadunidense que atuou primariamente como contista e poeta. Em sua vida profissional, Howard flertou com diversos gêneros, principalmente os atrelados à fantasia e ficção. Constante colaborador das revistas pulp fiction, muito populares nos Estados Unidos da Grande Depressão dos anos 1930, o escritor é atualmente mais conhecido pela autoria do personagem Conan, o Bárbaro, bem como por ser considerado, historicamente, o "pai" do subgênero de espada & feitiçaria (sword and sorcery, no original).

Biografia

Nasceu em Peaster, Texas, filho do médico Isaac Mordecai Howard e da dona de casa Hester Jane Ervin Howard ambos oriuntos de famílias escoto-americanas. Sua família morou em várias cidades do estado do Texas, e também no oeste de Oklahoma, antes de estabelecer-se definitivamente em Cross Plains, Texas, em 1919.

Começou a escrever com 9 anos (inspirado nas histórias de Harold Lamb e Talbot Mundy, publicadas na revista Adventures) mas só aos 15 anos começou a escrever profissionalmente, e somente em 1924 quando cursava a academia Howard Payne em Brownwood teve uma história publicada, o conto Spear and Fang (Lança e Presa) apareceu na edição de julho de 1925 da revista Weird Tales. Muitas de suas histórias vieram a ser publicadas na Weird Tales, como "The Hyena" (A Hiena) e "The Lost Race" (A Raça Perdida), e teve sua primeira capa em 1926.

Sua inspiração se deve aos contos de horror que ouvia da sua avó e da sua velha tia Mary Bohanoon, e quando criança sempre sonhava ser um bárbaro combatendo Roma, tornando-se assim um rebelde contra o mundo civilizado.

Escreveu histórias de muitos estilos mas suas criações mais famosas são as do gênero sword and sorcery (espada e feitiçaria) - um gênero de fantasia caracterizado por sua ênfase em combates violentos e intervenções sobrenaturais (deuses, monstros, magos, etc.). Howard criou um dos personagens fantásticos mais populares de todos os tempos; o bárbaro Conan, que fez sua estréia no conto The Phoenix on the Sword em Dezembro de 1932. Para hospedar sua criação Howard inventou a Era Hiboriana, que se trata da própria Terra mas num passado pré-cataclísmico do qual a história atual não guarda lembranças. Outros personagens célebres incluem o rei Kull, o aventureiro puritano Salomão Kane, e o picto Bran Mak Morn. Criou também as guerreiras Dark Agnes de la Fere e Red Sonya de Rogatino, esta última a base para a criação da personagem Red Sonja da editora Marvel Comics. Com Conan e seus outros heróis, Howard criou o género que viria a ser conhecido como “Espada e Fantasia” (sword and sorcery) entre os anos 1920 e 1930. O seu trabalho originou uma serie de imitadores, fazendo de Howard um dos grandes influenciadores no género da fantasia, apenas rivalizando com J.R.R. Tolkien.

Um outro campo em que Howard foi bem sucedido foi o do horror sobrenatural, no qual emprestou muitas ideias de seu correspondente e amigo H. P. Lovecraft, e sempre adicionando suas próprias marcas registradas de ação rápida e personagens chamativos.

Criações originais como o Culto sem Nome por Von Juntz são consideradas agora parte dos Mitos de Cthulhu (a cronologia formada pelas histórias de Lovecraft) como "cânones".

En otros idiomas