Religião

Símbolos que representam diferentes religiões do mundo, da esquerda para a direita:
Linha 1: cristianismo, judaísmo, hinduísmo
Linha 2: islamismo, budismo, xintoísmo
Linha 3: siquismo, bahai, jainismo

Religião (do latim religio, -onis) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seus próprios valores morais.[nota 1] Muitas religiões têm narrativas, símbolos, tradições e histórias sagradas que se destinam a dar sentido à vida ou explicar a sua origem e do universo. As religiões tendem a derivar a moralidade, a ética, as leis religiosas ou um estilo de vida preferido de suas ideias sobre o cosmos e a natureza humana.

A palavra religião é muitas vezes usada como sinônimo de ou sistema de crença, mas a religião difere da crença privada na medida em que tem um aspecto público. A maioria das religiões tem comportamentos organizados, incluindo hierarquias clericais, uma definição do que constitui a adesão ou filiação, congregações de leigos, reuniões regulares ou serviços para fins de veneração ou adoração de uma divindade ou para a oração, lugares (naturais ou arquitetônicos) e/ou escrituras sagradas para seus praticantes. A prática de uma religião pode também incluir sermões, comemoração das atividades de um deus ou deuses, sacrifícios, festivais, festas, transe, iniciações, serviços funerários, serviços matrimoniais, meditação, música, arte, dança, ou outros aspectos religiosos da cultura humana.

O desenvolvimento da religião assumiu diferentes formas em diferentes culturas. Algumas religiões colocam a tônica na crença, enquanto outras enfatizam a prática. Algumas religiões focam na experiência religiosa subjetiva do indivíduo, enquanto outras consideram as atividades da comunidade religiosa como mais importantes. Algumas religiões afirmam serem universais, acreditando que suas leis e cosmologia são válidas ou obrigatórias para todas as pessoas, enquanto outras se destinam a serem praticadas apenas por um grupo bem definido ou localizado. Em muitos lugares, a religião tem sido associada com instituições públicas, como educação, hospitais, família, governo e hierarquias políticas.

Alguns acadêmicos que estudam o assunto têm dividido as religiões em três categorias amplas: religiões mundiais, um termo que se refere à crenças transculturais e internacionais; religiões indígenas, que se refere a grupos religiosos menores, oriundos de uma cultura ou nação específica; e o novo movimento religioso, que refere-se a crenças recentemente desenvolvidas.[1] Uma teoria acadêmica moderna sobre a religião, o construtivismo social, diz que a religião é um conceito moderno que sugere que toda a prática espiritual e adoração segue um modelo semelhante ao das religiões abraâmicas, como um sistema de orientação que ajuda a interpretar a realidade e definir os seres humanos[2] e, assim, a religião, como um conceito, tem sido aplicado de forma inadequada para culturas não-ocidentais que não são baseadas em tais sistemas ou em que estes sistemas são uma construção substancialmente mais comum.

Etimologia

Historicamente foram propostas várias etimologias para a origem de religio. Cícero, na sua obra De natura deorum, (45 a.C.) afirma que o termo se refere a relegere, reler, sendo característico das pessoas religiosas prestarem muita atenção a tudo o que se relacionava com os deuses, relendo as escrituras. Esta proposta etimológica sublinha o carácter repetitivo do fenómeno religioso, bem como o aspecto intelectual. Mais tarde, Lactâncio (século III e IV d.C.) rejeita a interpretação de Cícero e afirma que o termo vem de religare, 'religar', argumentando que a religião é um laço de piedade que serve para religar os seres humanos a Deus. No livro "A Cidade de Deus" Agostinho de Hipona (século IV d.C.) afirma que religio deriva de religere, "reeleger". Através da religião a humanidade reelegia de novo a Deus, do qual se tinha separado. Mais tarde, na obra De vera religione, Agostinho retoma a interpretação de Lactâncio, que via em religio uma relação com "religar".[3][4]

Macróbio (século V d.C.) considera que religio deriva de relinquere, 'deixar para trás'.[5]

Segundo outras fontes, a raiz da palavra religião tem ligações com o -lig-, de 'diligente' ou 'inteligente', ou com le-, lec-, -lei, -leg- de "ler", "lecionar", "eleitor" e "eleger" respectivamente. o re- inicial é um prefixo que vem de red(i) "vir", "voltar" como em "reditivo" ou "relíquia" [6]

A palavra "religião" foi usada durante séculos no contexto cultural da Europa, marcado pela presença do cristianismo que se apropriou do termo latino religio. Em outras civilizações não existe uma palavra equivalente. O hinduísmo antigo utilizava a palavra rita que apontava para a ordem cósmica do mundo, com a qual todos os seres deveriam estar harmonizados e que também se referia à correcta execução dos ritos pelos brâmanes. Mais tarde, o termo foi substituído por dharma, termo que atualmente é também usado pelo budismo e que exprime a ideia de uma lei divina e eterna. Rita relaciona-se também com a primeira manifestação humana de um sentimento religioso, a qual surgiu nos períodos Paleolítico e Neolítico, e que se expressava por um vínculo com a Terra e com a Natureza, os ciclos e a fertilidade. Nesse sentido, a adoração à Deusa mãe, à Mãe Terra ou Mãe Cósmica estabeleceu-se como a primeira religião humana. Em torno desse sentimento formaram-se sociedades matriarcais centradas na figura feminina e suas manifestações.[7] Ainda entre os hindus destaca-se a deusa Kali ou A negra como símbolo desta Mãe cósmica. Cada uma das civilizações antigas representaria a Deusa, com denominações variadas: Têmis (Gregos), Nu Kua (China) e Tiamat (Babilônia). Segundo o mitologista Joseph Campbell a mudança de uma ideia original da Deusa mãe identificada com a Natureza para um conceito de Deus deve-se aos hebreus e à organização patriarcal desta sociedade. O patriarcalismo formou-se a partir de dois eventos fundamentais: a atividade belicosa de pastoreio de gado bovino e caprino[8] e às constantes perseguições religiosas que desencadeavam o nomadismo e a perda de identidade territorial.[9] Herdado da cultura hebraica, patriarcado é uma palavra derivada do grego pater, e se refere a um território ou jurisdição governado por um patriarca; de onde a palavra pátria. Pátria relaciona-se ao conceito de país, do italiano paese, por sua vez originário do latim pagus, aldeia, donde também vem pagão. País, pátria, patriarcado e pagão tem a mesma raiz.

Independente da origem, o termo é adotado para designar qualquer conjunto de crenças e valores que compõem a de determinada pessoa ou conjunto de pessoas. Cada religião inspira certas normas e motiva certas práticas.

En otros idiomas
Аҧсшәа: Адин
Acèh: Agama
Afrikaans: Religie
Alemannisch: Religion
አማርኛ: ሃይማኖት
aragonés: Relichión
العربية: دين (معتقد)
ܐܪܡܝܐ: ܬܘܕܝܬܐ
مصرى: دين
অসমীয়া: ধৰ্ম
asturianu: Relixón
Aymar aru: Yupaychäwi
azərbaycanca: Din
تۆرکجه: دین
башҡортса: Дин
Boarisch: Religion
žemaitėška: Viera
беларуская: Рэлігія
беларуская (тарашкевіца)‎: Рэлігія
български: Религия
Bahasa Banjar: Agama
bamanankan: Diinɛ
বাংলা: ধর্ম
བོད་ཡིག: ཆོས་ལུགས།
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: ধর্ম
brezhoneg: Relijion
bosanski: Religija
буряад: Шажан
català: Religió
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Cŭng-gáu
нохчийн: Дин
Cebuano: Tinuohan
کوردی: ئایین
corsu: Riligioni
čeština: Náboženství
kaszëbsczi: Religijô
Чӑвашла: Тĕн
Cymraeg: Crefydd
dansk: Religion
Deutsch: Religion
Zazaki: Din
डोटेली: धर्म
Ελληνικά: Θρησκεία
English: Religion
Esperanto: Religio
español: Religión
eesti: Religioon
euskara: Erlijio
estremeñu: Religión
فارسی: دین
suomi: Uskonto
Võro: Usk
føroyskt: Átrúnaður
français: Religion
arpetan: Religion
Nordfriisk: Religion
furlan: Religjon
Frysk: Religy
Gaeilge: Creideamh
Gagauz: Din
贛語: 宗教
galego: Relixión
Avañe'ẽ: Tupãrape
गोंयची कोंकणी / Gõychi Konknni: धर्म
Gaelg: Craueeaght
Hausa: Addini
客家語/Hak-kâ-ngî: Chûng-kau
עברית: דת
हिन्दी: धर्म (पंथ)
Fiji Hindi: Dharam
hrvatski: Religija
Kreyòl ayisyen: Relijyon
magyar: Vallás
հայերեն: Կրոն
interlingua: Religion
Bahasa Indonesia: Agama
Interlingue: Religion
Ilokano: Relihion
ГӀалгӀай: Ди
Ido: Religio
íslenska: Trúarbrögð
italiano: Religione
日本語: 宗教
Patois: Rilijan
la .lojban.: lijda
Basa Jawa: Agama
ქართული: რელიგია
Qaraqalpaqsha: Din
Taqbaylit: Ajjed
Kongo: Lukwikilu
қазақша: Дін
kalaallisut: Upperisarsiorneq
ភាសាខ្មែរ: សាសនា
한국어: 종교
कॉशुर / کٲشُر: مَزہَب
kurdî: Dîn
kernowek: Kryjyans
Кыргызча: Дин
Latina: Religio
Ladino: Relijion
Lëtzebuergesch: Relioun
лакку: Дин
лезги: Дин
Lingua Franca Nova: Relijio
Limburgs: Relizjie
Ligure: Religion
lumbaart: Religion
lingála: Bonzámbe
لۊری شومالی: دین
lietuvių: Religija
latviešu: Reliģija
Basa Banyumasan: Agama
Baso Minangkabau: Agamo
македонски: Религија
മലയാളം: മതം
монгол: Шашин
मराठी: धर्म
Bahasa Melayu: Agama
Malti: Reliġjon
Mirandés: Relegion
မြန်မာဘာသာ: ဘာသာတရား
مازِرونی: دین
Nāhuatl: Teomatiliztli
Napulitano: Religgione
Plattdüütsch: Religion
Nedersaksies: Geleuf
नेपाली: धर्म
नेपाल भाषा: धर्म
Nederlands: Religie
norsk nynorsk: Religion
norsk: Religion
Novial: Religione
Nouormand: Èrligion
Sesotho sa Leboa: Bodumedi
occitan: Religions
Livvinkarjala: Uskondo
Oromoo: Amantii
ଓଡ଼ିଆ: ଧର୍ମ
Ирон: Дин
ਪੰਜਾਬੀ: ਧਰਮ
Papiamentu: Religion
पालि: धम्म
Norfuk / Pitkern: Rilijin
polski: Religia
Piemontèis: Religion
پنجابی: مت
پښتو: مذهب
Runa Simi: Iñiy
rumantsch: Religiun
română: Religie
armãneashti: Religie
русский: Религия
русиньскый: Реліґія
саха тыла: Итэҕэл
ᱥᱟᱱᱛᱟᱲᱤ: ᱫᱷᱚᱨᱚᱢ
sardu: Religione
sicilianu: Riliggiuni
Scots: Releegion
سنڌي: مذهب
srpskohrvatski / српскохрватски: Religija
සිංහල: ආගම්
Simple English: Religion
slovenčina: Náboženstvo
slovenščina: Religija
chiShona: Chinamato
Soomaaliga: Diin
shqip: Feja
српски / srpski: Религија
SiSwati: Lukholo
Seeltersk: Religion
svenska: Religion
Kiswahili: Dini
ślůnski: Religijo
தமிழ்: சமயம்
తెలుగు: మతము
тоҷикӣ: Дин
ไทย: ศาสนา
Türkmençe: Din
Tagalog: Relihiyon
Tok Pisin: Lotu
Türkçe: Din
Xitsonga: Vukhongeri
татарча/tatarça: Дин
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: ئىسلام
українська: Релігія
اردو: مذہب
oʻzbekcha/ўзбекча: Din
vèneto: Rełijon
vepsän kel’: Religii
Tiếng Việt: Tôn giáo
Volapük: Rel
walon: Rilidjon
Winaray: Relihiyón
吴语: 宗教
მარგალური: რელიგია
ייִדיש: רעליגיע
Yorùbá: Ẹ̀sìn
Zeêuws: Religie
中文: 宗教
文言: 宗教
Bân-lâm-gú: Chong-kàu
粵語: 宗教