Rede Fuso

Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

Rede Fuso foi o nome dado ao sinal diferenciado da Rede Globo e, consequentemente, atribuído ao sinal de outras emissoras para os estados com fuso horário diferente de Brasília.[1] Criado em 7 de abril de 2008, depois de inúmeras pressões do Ministério da Justiça que pedia para que todas as emissoras cumpram as novas regras do Sistema de Classificação Indicativa Brasileiro (Classind).[2] Esses sinais são gerados a partir da matriz e geradora da Rede Globo no Rio de Janeiro.[3]

Antecedentes

Antes da criação da Rede Fuso, as afiliadas nos estados que têm horário diferente em relação ao horário de Brasília seguiam a rede apenas a partir do meio-dia, horário oficial. Isso devia-se pela necessidade de transmitir o telejornal matinal local em horários plausíveis, e não às madrugadas (o que ocorreria caso essa adaptação feita durante as manhãs de segunda a sexta não existisse).

Em 2007, a programação dessas emissoras era em simultâneo com a rede até o início do Bom Dia Praça, à época levado às 6h30 (às 5h30 em Roraima, Amazonas (exceto o sudoeste do estado), Rondônia, oeste do Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul com o fuso UTC-4 e às 4h30 no Acre e sudoeste do Amazonas com o fuso UTC-5); nesse horário, era reapresentado o Telecurso 2000 (levado ao ar originalmente às 5h30 no horário de Brasília (4h30 ou 3h30). Após a reapresentação, era transmitido ao vivo o Bom Dia Brasil às 7h15 (6h15 ou 5h15) e o Bom Dia Praça era transmitido após, às 8h00 (7h00 ou 6h00), atrasando a grade de programação da rede em 45 minutos. Para que essas emissoras voltassem a ficar em simultâneo com a rede, o Mais Você, Globo Notícia, Sítio do Picapau Amarelo e TV Xuxa, que à época começavam depois do Bom Dia Praça, a partir das 8h45 (7h45 ou 6h45), eram gravados e compactados, para que voltasse à transmissão em rede às 12h15 (11h15 ou 10h15), quando era veiculada a primeira edição do Praça TV.[4] Aos sábados e domingos, a programação era completamente em simultâneo com a rede, sem alterações no início da manhã.[5]

Já durante o horário de verão, o Amapá, leste do Pará, Tocantins e o Nordeste ficavam com uma hora a menos em relação ao horário de Brasília. As afiliadas atuantes nesses estados gravavam a programação da manhã e transmitiam com uma hora de atraso em relação a rede, mas sem alterações na ordem (nesses estados, o Bom Dia Praça era antes, e não depois do Bom Dia Brasil, sendo este último, juntamente com o restante da programação matinal gravados. Para que esses estados seguissem a rede, o TV Xuxa perdia uma hora de duração, indo ao ar a primeira edição do Praça TV às 11h15.[carece de fontes?]

As afiliadas atuantes em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que mesmo em vigência do horário de verão, continuavam com uma hora a menos em relação a rede, não faziam alterações em sua programação.[4][5] As afiliadas atuantes em Roraima, Amazonas, Rondônia e no oeste do Pará, regiões estas que passavam a ter duas horas a menos em relação à Brasília, adiantavam a sua programação habitual em uma hora, com o Bom Dia Praça começando às 6h00, e seguindo a rede a partir das 10h15.[carece de fontes?] As afiliadas atuantes no sudoeste do Amazonas e do Acre, regiões estas que passavam a ter três horas a menos em relação à Brasília, adiantavam a sua programação habitual em uma hora, com o Bom Dia Praça começando às 5h00, e seguindo a rede a partir das 9h15.

En otros idiomas