Rafael Altamira

  • question book-4.svg
    esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2008). por favor, insira mais referências no texto. material sem fontes poderá ser acadêmico)
    rafael altamira
    nome completo rafael altamira y crevea
    nascimento 10 de fevereiro de 1866
    alicante
    morte 1 de junho de 1951 (85 anos)
    cidade do méxico
    nacionalidade espanhol
    alma mater universidad complutense de madrid
    ocupação humanista, historiador, pedagogo, jurista, crítico literário e escritor
    principais trabalhos historia de españa y de la civilización española

    rafael altamira y crevea (alicante, 10 de fevereiro de 1866cidade do méxico, 1 de junho de 1951) foi um humanista, historiador, pedagogo, jurista, crítico literário e escritor espanhol.

    encontra-se colaboração da sua autoria na revista literária ave azul[1] (1899-1900).

    referências

  • ligações externas

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Junho de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Rafael Altamira
Nome completo Rafael Altamira y Crevea
Nascimento 10 de fevereiro de 1866
Alicante
Morte 1 de junho de 1951 (85 anos)
Cidade do México
Nacionalidade Espanhol
Alma mater Universidad Complutense de Madrid
Ocupação Humanista, historiador, pedagogo, jurista, crítico literário e escritor
Principais trabalhos Historia de España y de la civilización española

Rafael Altamira y Crevea (Alicante, 10 de fevereiro de 1866Cidade do México, 1 de junho de 1951) foi um humanista, historiador, pedagogo, jurista, crítico literário e escritor espanhol.

Encontra-se colaboração da sua autoria na revista literária Ave Azul[1] (1899-1900).

Referências

  1. Rita Correia (26 de Março de 2011). «Ficha histórica: Ave azul : revista de arte e critica (1899-1900)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 23 de Junho de 2014