Protozoário

Disambig grey.svg Nota: Para o filme de 1993 com Lucy Liu, veja Protozoa (filme).
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2013)
Por favor, este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaProtozoários
Protist collage.jpg

Classificação científica
Reino:Protista

Protozoários ou Protozoa (do latim proto "primeiro" e zoon "animal") são microorganismos eucarióticos geralmente unicelulares e heterotróficos (não possui a capacidade de produzir seu próprio alimento, e por isso se alimenta de seres vivos). Sua classificação é controversa, pois inclui diversos seres semelhantes que não possuem relação evolutiva, sendo assim um grupo polifilético (grupo que não inclui o ancestral comum de todos os indivíduos) que une diferentes tipos de organismos microscópicos que não se encaixam no reino Metazoa. Segundo Brusca & Brusca, protozoários são os seres eucariontes que não apresentam nível de organização tecidual como as plantas e os animais e não passam pelo processo de formação dos folhetos embrionários que ocorre nesses grupos.[1] Fazem parte do reino Protista, junto com as algas unicelulares crisófitas, euglenófitas e pirrófitas de acordo com suas semelhanças mais evidentes.

Os protozoários são classicamente divididos em quatro grupos de acordo com o seu meio de locomoção.

Os ciliados se locomovem na água através do batimento de cílios numerosos e curtos e aparece geralmente em água doce e salgada, e onde existe matéria vegetal em decomposição. Eles executam também outro tipo de reprodução, chamado de conjugação (sexuada), onde uma célula transmite material genético para outra célula, ocasionando uma variabilidade genética, o que é essencial para qualquer tipo de ser vivo. Depois da conjugação, as células realizam a reprodução assexuada.

Os flagelados utilizam o movimento de um único e longo flagelo, são de vida livre e muitos deles são parasitas de seres humanos.

Os rizópodos utilizam pseudópodos ("falsos pés"), moldando a forma do seu próprio corpo para se locomover; é o grupo onde é encontrada a Ameba, que usa muitos pseudópodes para locomoção. A ameba é um ótimo exemplo de protozoário, obtendo seu alimento através do processo chamado fagocitose, e digerindo-o em seus vacúolos digestivos.' A densidade do seu citoplasma é maior que a da água que o envolve no ambiente, por isso ela tem que realizar periodicamente a osmose, ou seja, equilibrar a quantidade de água dentro do organismo. Para isso, ela utiliza os vacúolos pulsáteis para expulsar a água em excesso. Na realidade, o nome pulsátil é errôneo, pois o que acontece é que o vacúolo se forma cheio de água dentro da célula, se desloca até a membrana celular, e se desfaz lá, jogando a água para fora, e não como se fosse um "coração" batendo freneticamente.

Os protozoários que não possuem organelas locomotoras nem vacúolos contráteis são chamados esporozoários. Todos os esporozoários são parasitas obrigatórios. Porém é preciso lembrar que esses grupos não representam a origem evolutiva dos organismos, pois não são grupos monofiléticos.[1]

A disciplina que estuda os protozoários denomina-se protozoologia.

Habitat

A maioria dos protozoários são de vida livre e aquática podendo ser encontrados na água doce, salobra ou água salgada, levam vida livre também em lugares úmidos rastejando pelo solo ou sobre matéria orgânica em decomposição ou agem como parasitas de diversos organismos, podendo gerar doenças conhecidas por protozooses. A reprodução dos protozoários geralmente é assexual acontecendo por divisão múltipla onde o micro-organismo apenas se divide em cópias dele mesmo, alguns produzem esporos para se disseminarem pelo ambiente, às vezes alguns também apresentam reprodução sexual havendo nítida troca de material genético entre um micro-organismo e outro.

En otros idiomas
Alemannisch: Protozoen
العربية: أولي (كائن)
asturianu: Protozóu
azərbaycanca: Protozoylar
беларуская: Прасцейшыя
bosanski: Protozoa
català: Protozous
čeština: Prvoci
dansk: Protozoer
Deutsch: Protozoen
Ελληνικά: Πρωτόζωα
English: Protozoa
Esperanto: Protozoo
español: Protozoo
eesti: Ainuraksed
euskara: Protozoo
français: Protozoaire
Gaeilge: Prótasóin
galego: Protozoos
Gaelg: Protosoa
עברית: פרוטוזואה
हिन्दी: प्रजीवगण
hrvatski: Praživotinje
Kreyòl ayisyen: Pwotozoyè
magyar: Protozoa
interlingua: Protozoa
Bahasa Indonesia: Protozoa
íslenska: Frumdýr
italiano: Protozoa
日本語: 原生動物
Basa Jawa: Protozoa
한국어: 원생동물
Кыргызча: Жөнөкөйлөр
Latina: Protozoa
Limburgs: Protozoa
lietuvių: Protozoa
latviešu: Vienšūņi
македонски: Праживотни
Bahasa Melayu: Protozoa
Plattdüütsch: Protozoa
Nederlands: Protozoa
norsk nynorsk: Protozo
norsk: Protozo
occitan: Protozoari
ਪੰਜਾਬੀ: ਪ੍ਰੋਟੋਜ਼ੋਆ
polski: Pierwotniaki
پنجابی: پروٹوزوا
română: Protozoar
русский: Простейшие
Scots: Protozoa
srpskohrvatski / српскохрватски: Protozoa
Simple English: Protozoa
slovenčina: Prvoky
slovenščina: Praživali
српски / srpski: Праживотиње
Basa Sunda: Protozoa
svenska: Protozoer
తెలుగు: ప్రోటోజోవా
Tagalog: Protozoa
Türkçe: Protozoa
українська: Найпростіші
中文: 原生動物