Povos ameríndios do Canadá

  • os povos ameríndios do canadá compreendem as primeiras nações, [1] os inuítes (popularmente conhecidos como esquimós), e os métis. as denominações índio e esquimó estão caindo em desuso no país. old crow flats e bluefish caves são alguns dos sítios arqueológicos mais antigos de ocupação humana no canadá. os paleoíndios da cultura clóvis, cultura plano e pre-dorset antecederam as culturas indígenas e inuítes. ferramentas de ponta de projétil, lanças, cerâmica, braceletes, cinzéis e raspadores marcam sítios arqueológicos, distinguindo períodos culturais, tradições e estilos de reduções líticas.

    centenas de nações indígenas desenvolveram o comércio e hierarquias sociais e religiosas. a cultura dos métis de sangue misto originou em meados do século xvii, quando as primeiras nações e inuits nativos casaram-se com colonos europeus. os inuits tinham um contato mais limitado com os colonizadores europeus, durante esse período inicial. várias leis, tratados e legislação foram aprovadas entre os imigrantes europeus e as primeiras nações no canadá. o direito aborígene ao autogoverno oferecia direito de cuidar da saúde histórica, cultural, política e aspectos de controlo económico no seio das comunidades das primeiras pessoas. [2] o tratamento que o canadá dá aos povos indígenas [3] e constantemente comparado com o governo israelense em território palestino. [4] [5] [6] [7]

    referências

  • ligações externas

Os povos ameríndios do Canadá compreendem as Primeiras Nações, [1] os inuítes (popularmente conhecidos como esquimós), e os métis. As denominações índio e esquimó estão caindo em desuso no país. Old Crow Flats e Bluefish Caves são alguns dos sítios arqueológicos mais antigos de ocupação humana no Canadá. Os paleoíndios da cultura Clóvis, cultura Plano e Pre-Dorset antecederam as culturas indígenas e inuítes. Ferramentas de ponta de projétil, lanças, cerâmica, braceletes, cinzéis e raspadores marcam sítios arqueológicos, distinguindo períodos culturais, tradições e estilos de reduções líticas.

Centenas de nações indígenas desenvolveram o comércio e hierarquias sociais e religiosas. A cultura dos Métis de sangue misto originou em meados do século XVII, quando as Primeiras Nações e inuits nativos casaram-se com colonos europeus. Os inuits tinham um contato mais limitado com os colonizadores europeus, durante esse período inicial. Várias leis, tratados e legislação foram aprovadas entre os imigrantes europeus e as Primeiras Nações no Canadá. O direito aborígene ao autogoverno oferecia direito de cuidar da saúde histórica, cultural, política e aspectos de controlo económico no seio das comunidades das primeiras pessoas. [2] O tratamento que o Canadá dá aos povos indígenas [3] e constantemente comparado com o governo israelense em território palestino. [4] [5] [6] [7]

Referências