Piccolo (Dragon Ball)

Ni hon go2.pngEste artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Piccolo
ピッコロ
Conhecido comoBrasil Piccolo
Portugal Coraçãozinho de Satã
Primeira apariçãoDragon Ball cap 167.
Dragon Ball ep. 138
Última apariçãoDragon Ball Super ep. 131
Criado porAkira Toriyama
VozesJapão Toshio Furukawa
Portugal Henrique Feist (DB)
Portugal João Loy (DBZ, ep. 001-133; DBGT e DBSuper)
Portugal Vítor Rocha (DBZ, ep. 134-291)
Brasil Leonardo Camilo (6 primeiros episódios de DBZ)
Brasil Luiz Antônio Lobue (DB, DBZ, DBGT e DBSuper) [1]
Brasil Vagner Santos (Dragon Ball Kai) [2]
Brasil Cassius Romero (O Poder Invencível)
Perfil
EspécieNamekuseijin
Vida no animangá
FamíliaKatats (Avô)
Piccolo Daimaoh (Pai)
Piano (Irmão)
Tambourine (Irmão)
Cymbal (Irmão)
Drum (Irmão)
Kami Sama (Contra-parte / Fusão permanente)
Nail (Fusão permanente)
Personagem de Dragon Ball, Z, GT e Super
Portal Animangá

Piccolo (ピッコロ, Pikkoro?), é um personagem fictício da franquia Dragon Ball, de Akira Toriyama. Piccolo faz sua primeira aparição como a reencarnação do vilão Piccolo Daimaoh no capítulo 167 do mangá, O problema no Tenkaichi Budokai (波乱の天下一武道会, Haran no Tenkaichi Budōkai?) publicado originalmente em 1988 na revista Weekly Shonen Jump[3], fazendo dele um demônio e rival do protagonista da série, Goku. Porém, mais tarde se revela que ele descende da raça alien Namekuseijin.[4] Piccolo é tratado como sendo do sexo masculino, mas como é um Namekuseijin, na verdade não tem sexo. Após ser derrotado por Goku, ele se une ao mesmo para conseguir derrotar novas ameaças. Ele também treina o primeiro filho de Goku, Gohan, e forma uma ligação muito forte com o garoto.[5]

Criação e concepção

Piccolo foi criado por Akira Toriyama quando ele queria um antagonista que fosse um verdadeiro personagem maligno. Antes da sua criação, quase todos os vilões da série eram considerados muito adoráveis. Quando Piccolo foi criado, Toriyama percebeu que sua aparição se transformou em um dos momentos mais interessantes da história e ele se tornou um de seus personagens favoritos. Apesar de que Akira considerava clichê a transformação de um vilão em herói, ele comentou que ainda se sentia emocionado ao desenhar Piccolo pois apesar de sua cara assustadora, ele se tornou uma criatura bastante simpática.[6]

Piccolo surgiu dos desenhos que Akira fazia de humanos mas depois foi planejado para ser um demônio. Quando o protagonista Goku se tornou o homem mais forte da Terra, Toriyama decidiu criar personagens de outros planetas e a Piccolo foi estabelecido como um Namekuseijin.[7]