Oeste Futebol Clube

Oeste
Oeste FC.png
NomeOeste Futebol Clube
AlcunhasOeste
Rubrão
Onça Rubro-Negra
Torcedor/AdeptoOestino
Rubro-negro
MascoteOnça
Fundação25 de janeiro de 1921 (98 anos)
LocalizaçãoBarueri, Brasil
Mando de jogo emArena Barueri
Capacidade (mando)127 452 pessoas
PresidenteErnesto Garcia
TreinadorRenan Freitas
Material (d)esportivoDeka
CompetiçãoCampeonato Paulista
Copa do Brasil
Série B
Websitewww.oestefc.com.br
Cores do TimeCores do TimeCores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do TimeCores do TimeCores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Oeste Futebol Clube (conhecido por Oeste e cujo acrônimo é OFC) é um clube brasileiro de futebol da cidade de Itápolis, interior do estado de São Paulo. Desde 2017 é sediado em Barueri após o estádio municipal de Itápolis não ser liberado para a disputa da Série B pelo corpo de bombeiros. Fundado em 25 de janeiro de 1921, suas cores são o vermelho e o preto.

Seus maiores títulos são a Série C do Campeonato Brasileiro de 2012 e o Campeonato Paulista do Interior de 2011.

História

Fundação

O Oeste foi fundado em 25 de janeiro de 1921, o clube havia sido idealizado por dois irmãos oriundos do Rio de Janeiro, sendo que um era torcedor do Flamengo e o outro do Fluminense e, por conta disso, deu-se início a um impasse.[1] Um jogo-treino foi marcado contra o clube amador da Fazenda Itaquerê e os irmãos fizeram uma aposta. Caso o Oeste ganhasse a partida, o clube se chamaria Flamengo e se perdesse seria Fluminense, adotando as cores destes clubes. O Oeste venceu a partida, mas os irmãos entraram em mútuo acordo para homenagear a região centro-oeste em que se situa Itápolis, cidade sede da fundação do clube.[1] As cores do Flamengo, no entanto, foram adotadas.[1]

Ascensão e participação em competições nacionais (2010–presente)

O clube iniciou a temporada de 2010 disputando o Campeonato Paulista; sob o comando de Paulo Comelli,[2] conquistou 26 pontos e encerrou a primeira fase na nona colocação.[3] Este resultado qualificou o Oeste para a semifinal do Campeonato Paulista do Interior. No primeiro confronto, em Itápolis, o clube conseguiu uma vitória sobre o São Caetano pelo placar mínimo, mas acabou sendo eliminado após tomar dois gols nos últimos minutos do jogo de volta, em São Caetano do Sul.[4][5] A boa campanha no estadual rendeu ao Oeste o direito de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro,[3] conquistando seu primeiro triunfo na história do torneio diante do São José-RS, em Itápolis;[6] contudo, a equipe não conseguiu um bom desempenho e foi eliminada na primeira fase.[7] No mesmo ano, o Oeste também não obteve uma boa campanha na Copa Paulista, terminando em penúltimo de seu grupo.[8] O clube retornou às atividades no ano de 2011, no qual novamente teve um bom desempenho no estadual, classificando-se para as quartas de finais, quando foi derrotado pelo Corinthians por 2–1, em jogo único.[9] Com a eliminação, o clube disputou o torneio do interior, garantindo-se na decisão após uma vitória sobre o Mirassol.[10] Em Campinas, o Oeste foi derrotado pela Ponte Preta; contudo, reverteu o revés e conquistou o título ao triunfar por 3–0 na finalíssima.[11] Na quarta divisão nacional, o Oeste se classificou como líder do grupo e, posteriormente, eliminou Cianorte e Mirassol nos pênaltis.[12][13] Na sequência, o clube foi eliminado nos embates contra o Tupi, mas conseguiu o acesso à série C.[14]

O ano de 2012 marcou uma campanha mediana no paulista, mas suficiente para garantir a terceira participação consecutiva no Torneio do Interior; porém, eliminado na semifinal após uma derrota por 3–2 diante do Mogi Mirim.[15] Na terceira divisão, a equipe conseguiu a classificação com um triunfo fora de casa contra o Tupi, na penúltima rodada da fase classificatória.[16] O título veio com triunfos sobre o Fortaleza, Chapecoense e Icasa. Este último, o adversário na decisão.[17] No ano seguinte, a equipe não obteve bons resultados e quase foi rebaixada no Campeonato Paulista, no qual terminou em décimo sexto lugar.[18] Em sua primeira participação na série B, o Oeste conseguiu resultados importantes no início do campeonato, inclusive com chances de entrar na zona de classificação para a primeira divisão,[19][20] mas a equipe caiu de rendimento e só se livrou do rebaixamento na penúltima rodada, quando foi beneficiado por uma combinação de resultados.[21] O ano de 2014 foi marcado pelo rebaixamento para a Série A2, a equipe obteve apenas onze pontos e terminou na décima oitava posição geral.[22][23] O Oeste também apresentou um desempenho irregular na segunda divisão nacional e quase amargou o segundo descenso no ano; contudo, computou treze pontos nas últimas rodadas, vencendo Portuguesa,[24] Vila Nova,[25] Náutico e Joinville.[26][27] Curiosamente, a equipe foi a responsável por sacramentar o rebaixamento de Portuguese e Vila Nova.[24][25]

Mudança para Barueri

Em 2017, após a prefeitura de Itápolis não arcar com o custeio da adequação do estádio municipal para a disputa da Série B, o Oeste decidiu definitivamente mudar suas atividades para a cidade de Barueri, ocupando o lugar do extinto Grêmio Barueri. Realiza suas partidas na Arena Barueri e treina no CT no bairro da Vila Porto, ambos propriedades da Prefeitura de Barueri.

Após a mudança para nova sede, o Oeste conseguiu o acesso à série A1 do Campeonato Paulista de 2019.[28]

En otros idiomas
Deutsch: Oeste FC
magyar: Oeste FC
日本語: オエステFC
한국어: 오에스치 FC
Nederlands: Oeste FC
polski: Oeste FC
Simple English: Oeste Futebol Clube