Meme

Disambig grey.svg Nota: Se procura memes de Internet, veja memes de Internet. Se procura histórias em quadrinhos, veja Rage comics.
Translation arrow.svg
Este artigo resulta, no todo ou em parte, de uma tradução do artigo «Meme» na Wikipédia em inglês, na versão original. Você pode incluir conceitos culturais lusófonos de fontes em português com referências e inseri-las corretamente no texto ou no rodapé. Também pode ou colaborar em outras traduções. (Data da tradução: 21 de dezembro de acadêmico)
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)

Meme é um termo criado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta[1] e é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros). No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida como unidade autônoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da "linguagem como vírus", afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos.

A chave de todo ser humano é seu pensamento. Resistente e desafiante aos olhares, tem oculto um estandarte que obedece, que é a ideia ante a qual todos seus fatos são interpretados. O ser humano pode somente ser reformado mostrando-lhe uma ideia nova que supere a antiga e traga comandos próprios.
Ralph Waldo Emerson

Etimologia

O termo meme provém do grego μιμἐομαι ("mimema", que tem a mesma raiz de mimese, e significa portanto "imitação"), através de sua forma em inglês mimeme, por aférese.[2] Como o mesmo étimo grego dá em português palavras como "lema", "teorema", "morfema" ou "problema",[3] seria defensável a forma "mimema", ou sua aférese "mema", como em inglês, para traduzir "meme". No entanto, Dawkins cunhou o termo também pela semelhança com as palavras "gene" e "memória", e o empréstimo do termo inglês consolidou-se em português, como se percebe pelo uso dessa forma na tradução do livro de Dawkins feita por Rejane Rubino.[2]

En otros idiomas
Afrikaans: Meem
العربية: ميم (وحدة)
azərbaycanca: Mem
български: Мем
català: Mem
čeština: Mem (informace)
Чӑвашла: Мем
Cymraeg: Memyn
dansk: Mem
Deutsch: Mem
Zazaki: Mem
Ελληνικά: Μιμίδιο
English: Meme
Esperanto: Memeo
español: Meme
eesti: Meem
فارسی: میم
suomi: Meemi
français: Mème
galego: Meme
گیلکی: میم
עברית: מם
हिन्दी: मीम
hrvatski: Mem
magyar: Mém
Bahasa Indonesia: Meme
Ido: Memo
italiano: Meme
日本語: ミーム
ქართული: მიმი
한국어:
Кыргызча: Мем
Latina: Memum
lietuvių: Memas
latviešu: Mēme
македонски: Мем
മലയാളം: മീം
Bahasa Melayu: Meme
Nederlands: Meme (memetica)
norsk nynorsk: Mem
norsk: Mem
ਪੰਜਾਬੀ: ਮੀਮ
polski: Mem
română: Meme
русский: Мем
Scots: Meme
Simple English: Meme
slovenčina: Mém
српски / srpski: Mem (jedinica)
svenska: Mem
ไทย: มีม
Tagalog: Meme
Türkçe: Mem
українська: Мем
Tiếng Việt: Meme
中文: 迷因
Bân-lâm-gú: Meme