Massachusetts

Estados Unidos Massachusetts

Commonwealth of Massachusetts

 
Bandeira de Massachusetts
Bandeira
Selo de Massachusetts
Selo
Apelido(s): The Bay State, The Pilgrim State, The Puritan State, The Old Colony State, The Baked Bean State[1]
Lema: Ense petit placidam sub libertate quietem
(do latim: Pela espada buscamos paz, mas paz apenas sob liberdade)
Localização de Massachusetts nos Estados Unidos.
Localização de Massachusetts nos Estados Unidos.
Coordenadas42.3° N 71.8° O
CapitalBoston
Maior cidadeBoston
Condados14
GovernadorCharlie Baker (R)
Vice-governadorKaryn Polito (R)
Língua oficialInglês[2]
Línguas
Representantes9
Colégio eleitoral11 votos
SenadoresElizabeth Warren (D)
Ed Markey (D)
LimitesNew Hampshire e Vermont (norte); Connecticut e Rhode Island (sul); Oceano Atlântico (leste) e Nova Iorque (oeste)
Entrada na União6 de fevereiro de 1788 (6º)
Área [4]
 - Total27 337 km²
 - Terra20 202,06 km²
 - Água7 133,68 km²
População (2017) [5]
 - Total6 859 819
    • Densidade 324[6] hab./km²
Informações
 - GentílicoMassachusetano[7]
 - PIBUS$ 505.776 bilhões (11º)
 - Renda médiaUS$ 67.861[8] (7º)
 - IDH (2015)0.955 () – muito elevado[9]
 - IDHA6.18 ()
 - Comprimento174 km
 - Largura295 km
 - Altitude máxima1063.4 m
 - Altitude média150 m
 - Altitude mínima0 m
Fuso horárioUTC−5\−4
ISO 3166-2US-MA
USPSMA, Mass.
Sítiowww.mass.gov

Massachusetts ou Masachusetes (oficialmente The Commonwealth of Massachusetts) é um dos 50 estados dos Estados Unidos, localizado na região da Nova Inglaterra. É o sexto menor estado em área e o 13º estado mais populoso do país, sendo o terceiro mais densamente habitado dos Estados Unidos. É limitado por Rhode Island e Connecticut ao sul, Nova Iorque ao oeste, Vermont e Nova Hampshire ao norte, e o Oceano Atlântico, a leste. Apesar de seu pequeno tamanho, sua geografia é diversificada, sendo que seu terreno é bastante acidentado. É o centro econômico, cultural e educacional da Nova Inglaterra. É também o estado mais populoso da região, respondendo por aproximadamente metade de toda a população da Nova Inglaterra. Sua capital e maior cidade é Boston.

A região onde atualmente o estado de Massachusetts está localizado foi uma das primeiras a ser colonizada pelos britânicos. A província colonial de Massachusetts foi fundada em 1620. Apenas a província colonial da Virgínia foi fundada antes. Massachusetts é famoso no país pelo seu pioneirismo em diversas áreas: o primeiro jornal foi publicado em Massachusetts, e a primeira biblioteca pública também; New College, a primeira instituição norte-americana de educação superior foi fundada em 1636 na cidade de Cambridge. Posteriormente, o estado construiria as primeiras escolas públicas de ensino de segundo grau no país, durante a década de 1820.

Massachusetts foi uma das Treze Colônias britânicas que rebelaram-se contra o domínio britânico em 1775, na Guerra da Independência dos Estados Unidos. Vários eventos que levaram ao início da guerra ocorreram em Massachusetts. As primeiras batalhas da guerra também ocorreram no estado. Em 6 de fevereiro de 1788, Massachusetts ratificou a constituição, tornando-se assim o sexto estado dos Estados Unidos.

O nome do estado vem da tribo indígena massachusett. Os massachussett eram uma tribo indígena pertencente à família dos algonquinos. Massachusett significa, no idioma algonquino, "próximo à grande montanha", uma referência ao Great Blue Hill, uma montanha localizada ao sul de Boston. O cognome mais conhecido de Massachusetts é The Bay State. A origem deste cognome vêm da localização do primeiro assentamento permanente fundado em Massachusetts, às margens da baía de Massachusetts. O gentílico dos habitantes do estado é bay staters. Outros cognomes menos usados são The Old Colony State, The Puritan State e The Baked Bean State. Em 2014, Massachusetts foi considerado o estado americano com melhor qualidade de vida. O estado também está entre os mais ricos e mais educadas do país.[10]

História

Até 1691

Diversos nativos norte-americanos já viviam na região que atualmente constitui o estado de Massachusetts muito tempo antes da chegada dos primeiros exploradores europeus. Indícios arqueológicos indicam que tais indígenas já viviam na região há mais de 10 mil anos. Diversas tribos indígenas, todas da família indígena algonquina, viviam na região quando os primeiros europeus chegaram, no início do século XVII. Estima-se que a população de nativos norte-americanos, então, era de aproximadamente entre 25 a 40 mil. Porém, doenças contagiosas trazidas pelos europeus - provocada por micróbios com os quais o sistema imunológico dos indígenas nunca entrara anteriormente em contato - dizimaram a população indígena. Em um século, até a década de 1620, a população nativa norte-americana havia caído para apenas sete mil indígenas.

Em 1602, o britânico Bartholomew Gosnold desembarcou em Cape Cod, localizado no extremo oriente do estado. Acredita-se que este cabo tenha sido assim nomeado por Gosnold. O francês Samuel de Champlain mapeou o litoral da Nova Inglaterra ao longo de 1605 e de 1606, também mapeando o litoral do atual Massachusetts. Em 1614, o capitão britânico John Smith fez um mapeamento mais extensivo do litoral de Massachusetts.

Os puritanos, membros da Igreja Anglicana da Inglaterra, queriam reformas imediatas à Igreja, pressionando por tais reformas ao longo do século XVI. Estes puritanos passaram a ser discriminados no Reino Unido. Vários deles romperam totalmente com a Igreja. Estes passaram a ser chamados de separatistas, sendo altamente discriminados no Reino Unido pela população anglicana. Após as numerosas explorações europeias no continente americano no início do século XVII, estes puritanos passaram a considerar a ideia de fundar uma colônia no Novo Continente. Em 16 de setembro de 1620, 102 britânicos, dos quais 41 eram puritanos, embarcaram no barco Mayflower. Eles ancoraram em Cape Cod em 11 de novembro. Os 102 assentadores decidiram criar um plano de administração antes de fundar oficialmente um assentamento permanente. Este plano é conhecido como The Mayflower Compact. Em dezembro, os 102 assentadores fundaram oficialmente Plymouth, o segundo assentamento britânico permanente nas Américas.

Os habitantes de Plymouth sofreram muito no primeiro inverno na região. Alimentos - obtidos através da caça - eram insuficientes, as casas eram precárias e as roupas dos colonos - que não tinham ideia do rigoroso clima da região no inverno - não protegiam adequadamente os colonos do frio intenso da região. Aproximadamente metade dos colonos morreu. Durante a primavera, já em 1621, os colonos de Plymouth estabeleceram relações amistosas com os nativos indígenas da região. Estes nativos americanos ensinaram os colonos a cultivarem e estocarem soja e milho e a fazer uso da pele dos animais caçados como matéria-prima de roupas adequadas ao inverno. Os colonos também construíram casas mais resistentes. Estes colonos enfrentaram com sucesso o inverno de 1621 - 1622. Estes colonos, para celebrar o feito, criaram uma festa anual que atualmente constitui a Semana de Ação de Graças.

As notícias do sucesso do assentamento de Plymouth atraíram mais britânicos - a maioria puritanos. Outros assentamentos foram fundados próximos ao assentamento de Plymouth. Estes numerosos assentamentos tinham sua capital em Plymouth. Em 1640, a Colônia de Plymouth tinha oito assentamentos e mais de 2,5 mil habitantes.

Em 1628, a Companhia da Baía de Massachusetts, uma companhia britânica, enviou um grupo de puritanos à baía de Massachusetts. Em 1629, a província colonial de Massachusetts Bay Colony foi oficialmente criada pelo governo britânico, dando a esta companhia o direito de assentar, colonizar e administrar a região. Em 1630, John Winthrop, juntamente com outros mil assentadores, fundaram um assentamento que viria a se tornar depois a cidade de Boston. A Colônia da Baía de Massachusetts prosperou economicamente, através do cultivo de tabaco. Em 1640, a colônia tinha mais de 10 mil habitantes. Em 1641, a Colônia da Baía de Massachusetts adotou uma constituição rudimentar e uma forma democrática de governo. Porém, a colônia proibiu a prática de qualquer religião a não ser o puritanismo. Vários colonos mudaram-se em direção a outras colônias já estabelecidas, notavelmente em Maryland e na Virgínia. Estes colonos, em busca de liberdade religiosa, fundariam Connecticut em 1635, Rhode Island em 1636, Nova Hampshire em 1638 e o Maine em 1680. Todas estas regiões faziam parte da Colônia da Baía de Massachusetts. Porém, Connecticut e Rhode Island tornaram-se colônias separadas em 1637.

Em 1675, a tribo algonquina wampanoag iniciou guerra contra as colônias britânicas de Plymouth e da Baía de Massachusetts. Esta tribo era liderada por Metacomet, que acreditava que os colonos iriam cedo ou tarde exterminar os indígenas e ocupar suas terras. O pai de Metacom, Massasoit - que era líder dos wampanoag até sua morte, quando foi sucedido pelo seu filho - havia tido relações amistosas com os colonos de Plymouth desde a primavera de 1621. A guerra perdurou por um ano até que um nativo norte-americano, lutando do lado dos colonos, matou Metacom. A guerra matara então centenas de pessoas, incluindo mulheres e crianças, em ambos os lados. Em 1680, o governo britânico criou a província colonial de Nova Hampshire, através da secessão do norte da Colônia da Baía de Massachusetts.

A Colônia da Baía de Massachusetts comercializava abertamente com vários países. Porém, o Reino Unido acreditava que o único país com quem todas as colônias britânicas tinham o direito de comercializar era com a metrópole, o Reino Unido. A Colônia da Baía de Massachusetts também não era exceção. Por diversas vezes, o Reino Unido tentou monopolizar o comércio entre a Baía de Massachusetts e outros países. Porém, o comércio entre a colônia britânica e outros países continuou. Como represália, a Companhia da Baía de Massachusetts perdeu o direito de governar a Colônia da Baía de Massachusetts, em 1684, que foi então ocupada por tropas britânicas, e passou a ser governada diretamente pelo Reino Unido, juntamente com outras colônias da Nova Inglaterra.

Em 1689, os habitantes de Massachusetts depuseram o governador da colônia - Edmund Andros, que havia sido escolhido pelo Rei James II da Inglaterra, deposto em 1688. O Rei William de Orange e sua esposa, Maria, em 1691, criaram a Província Colonial de Massachusetts. A Província Colonial de Plymouth foi fundido ao que era anteriormente a Província Colonial da Baía de Massachusetts, criando uma única Província Colonial de Massachusetts, que era governada por um tenente-governador, um enviado da coroa britânica.

1691 - 1788

Massachusetts participou ativamente da primeira guerra franco-indígena, que iniciara-se em 1689 e prorrogara-se até 1713, entre colonos da Nova França e da Nova Inglaterra. Após o fim da guerra, a economia de Massachusetts passou a prosperar, através do cultivo de tabaco, soja, chá e de milho. Várias cidades foram fundadas. A segunda guerra franco-indígena teve início em 1740. Novamente, o estado participou ativamente, tendo enviado diversas tropas para enfrentar os franceses. A guerra teve fim em 1763, com vitória definitiva dos britânicos.

As diversas guerras franco-indígenas deixaram o Reino Unido com uma dívida de mais de 136 mil libras esterlinas. Para tentar pagar as dívidas, o governo britânico instituiu vários impostos nas Treze Colônias. Estas leis foram ignoradas em Massachusetts. A Stamp Act of 1765, um imposto que aplicava-se a todos os documentos, trocas comerciais e jornais nas 13 colônias, levou a grandes protestos em Massachusetts. Então, nenhuma das 13 colônias dispunha de representação no Parlamento do Reino Unido. No taxation without representation (Não aos impostos sem representação) tornou-se um grito de guerra da população. Em uma manifestação, colonos enforcaram um cobrador de impostos britânicos, e queimaram sua casa. Em outra manifestação, destruíram a casa do tenente-governador de Massachusetts.

Imagem dos colonos destruindo o chá britânico importado da China, no porto de Boston.

Em 1770, em uma destas manifestações, tropas britânicas mataram diversos colonos. Este incidente, conhecido como "O Massacre de Boston", revoltou colonos em todas as 13 colônias britânicas. John Hancock, de Boston, liderou um boicote ao chá vendido pela Companhia Britânica das Índias Orientais. Em 16 de dezembro de 1773, cerca de 60 colonos, vestidos como nativos norte-americanos mohawks, destruíram 342 caixas de chá em barcos britânicos ancorados no porto de Boston, jogando todo o conteúdo na baía de Boston, no evento que ficou conhecido como a "Festa do Chá". Os britânicos ordenaram a prisão dos 60 colonos envolvidos, do pagamento da devida indenização e o fechamento do porto de Boston, que passou a ser ocupada por forças britânicas.

Em 18 de abril de 1775, tropas britânicas marcharam em direção à Concord para confiscar os depósitos de armas e munições da cidade. Colonos norte-americanos, sabendo do fato, cavalgaram rapidamente em direção à cidade, conseguindo chegar antes dos britânicos e avisar os colonos da cidade. No dia seguinte, os colonos da cidade enfrentariam os britânicos em Lexington, na primeira batalha da Guerra da Independência dos Estados Unidos, marcando o início da guerra pela independência.

Diversas batalhas ocorreram em Massachusetts, a maior parte antes de 1777. O estado participou ativamente no envio de tropas e na fabricação de armas e suprimentos. Em 1783, a guerra teve fim. Em 6 de fevereiro de 1788, Massachusetts tornou-se o sexto estado dos Estados Unidos, ao ratificar a constituição americana.

1788 - 1900

Em 1820, o governo federal criou o estado do Maine, cedendo a seção nordeste de Massachusetts, que adquiriu então seus atuais limites territoriais.

Massachusetts industrializou-se rapidamente durante as primeiras décadas do século XIX. Foi um dos primeiros estados onde o processo de industrialização teve início, bem como um dos estados onde o processo de industrialização ocorreu mais rapidamente, sendo ao final da década de 1850 um dos mais industrializados do país. Em 1814, Francis Cabot Lowell inaugurou uma das primeiras fábricas de manufatura de tecidos do Estados Unidos, o que levou à construção de diversas outras fábricas semelhantes. Enquanto isto, os fazendeiros sofriam com os baixos preços pagos pelos seus produtos e com dívidas que acumulavam-se. Muitos deles abandonaram o campo e foram em direção às cidades.

Durante a década de 1840, grande número de imigrantes irlandeses instalaram-se em Massachusetts. Muitos deles conseguiram empregos em fábricas, por serem fonte de mão-de-obra barata, substituindo assim vários norte-americanos nativos. Atritos entre os imigrantes irlandeses e os habitantes nativos do Massachusetts desenvolveram-se.

O estado participou ativamente durante a guerra civil, lutando do lado da União, os Estados Unidos propriamente dito, contra os Estados Confederados da América. A maior parte da população era abolicionista, tanto que no censo de 1790, o estado não tinha um único escravo. O estado enviou aproximadamente 145 mil soldados à guerra, e foi a maior fabricante de navios militares da União ao longo dela.

Após a guerra, a indústria manufatureira de Massachusetts diversificou-se. O estado passou a ser também um grande fabricante de produtos de metal e de calçados. Milhares de imigrantes instalaram-se no estado.

1900 - Tempos atuais

Imagem da greve da Lawrence Textile, uma greve de trabalhadores industriais imigrantes.

As péssimas condições de vida dos trabalhadores das indústrias de Massachusetts - bem como no resto do país - levaram a diversas greves no estado. A mais famosa delas ocorreu em 1912, que atraiu atenção nacional ao problema, e forçando o governo norte-americano a instituir diversas leis trabalhistas.

Os Estados Unidos entraram na Primeira Guerra Mundial em 1917. O primeiro regimento militar norte-americano a chegar à frente de batalha era um regimento de Massachusetts. Durante a guerra, as taxas de inflação no estado cresceram drasticamente, isto é, preços dos produtos cresciam mais do que os salários dos trabalhadores. Diversos líderes trabalhistas passaram a exigir maiores salários, mas quase sempre estas exigências não eram atendidas. Em 1919, 75% do corpo policial de Boston entrou em greve. O então governador do estado, Calvin Coolidge, ordenou que a National Guard de Massachusetts acabasse com a greve.

Em 1929, a Grande Depressão teve início. A economia do estado sofreu com altas taxas de desemprego. Massachusetts foi o primeiro estado norte-americano a instituir ajuda social aos desempregados no Estados Unidos. A economia de Massachusetts recuperar-se-ia com o início da Segunda Guerra Mundial, quando o estado fabricou grande quantidades de armas e outros suprimentos.

Após o fim da guerra, a economia de Massachusetts passou a diversificar-se. As indústrias têxteis e de calçados moveram-se em direção aos estados do sul, enquanto que a indústria aeroespacial e de eletrônicos passou a ter maior importância na economia do estado. O primeiro submarino nuclear norte-americano foi construído em Massachusetts.

Massachusetts possuía diversas leis que segregavam brancos de afro-americanos. Porém, estas leis foram gradualmente repelidas pelo governo do estado. Em 1957, o estado acabou com a lei que segregava abrigos públicos. Em 1963, a segregação passou a ser proibida em todas as residências. Porém, foi somente durante a década de 1970 que as escolas do estado foram dessegregadas por ordem da Suprema Corte dos Estados Unidos.

A economia do estado continuou a diversificar-se durante as últimas décadas do século XX. O estado tornou-se um grande centro financeiro, militar e industrial. O turismo passou a ganhar maior importância a partir da década de 1980. Em 1991, Boston, com apoio financeiro do estado de Massachusetts, começou a reformar o seu sistema de vias expressas. Em 2003, estas reformas foram concluídas, ao gasto de mais de 15 bilhões de dólares, três vezes mais do que o previsto.

En otros idiomas
Afrikaans: Massachusetts
አማርኛ: ማሣቹሰትስ
aragonés: Massachusetts
Ænglisc: Massachusetts
العربية: ماساتشوستس
asturianu: Massachusetts
azərbaycanca: Massaçusets
башҡортса: Массачусетс
Boarisch: Massachusetts
žemaitėška: Masačusetsos
Bikol Central: Massachusetts
беларуская: Масачусетс
беларуская (тарашкевіца)‎: Масачусэтс
български: Масачузетс
भोजपुरी: मैसाचुसेट्स
Bislama: Massachusetts
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: ম্যাসাচুসেট্‌স
brezhoneg: Massachusetts
bosanski: Massachusetts
català: Massachusetts
Chavacano de Zamboanga: Massachusetts
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Massachusetts
нохчийн: Массачусетс
Cebuano: Massachusetts
ᏣᎳᎩ: ᎺᏌᏧᏎᏗ
čeština: Massachusetts
словѣньскъ / ⰔⰎⰑⰂⰡⰐⰠⰔⰍⰟ: Масачоусєтсъ
Чӑвашла: Массачусетс
Cymraeg: Massachusetts
Deutsch: Massachusetts
Ελληνικά: Μασαχουσέτη
emiliàn e rumagnòl: Massachusetts
English: Massachusetts
Esperanto: Masaĉuseco
español: Massachusetts
euskara: Massachusetts
فارسی: ماساچوست
føroyskt: Massachusetts
français: Massachusetts
arpetan: Massachusetts
Nordfriisk: Massachusetts
Gaeilge: Massachusetts
Gàidhlig: Massachusetts
Avañe'ẽ: Massachusetts
客家語/Hak-kâ-ngî: Massachusetts
Hawaiʻi: Makakukeka
עברית: מסצ'וסטס
Fiji Hindi: Massachusetts
hrvatski: Massachusetts
Kreyòl ayisyen: Masachosèt
հայերեն: Մասսաչուսեթս
interlingua: Massachusetts
Bahasa Indonesia: Massachusetts
Interlingue: Massachusetts
Iñupiak: Massachusetts
Ilokano: Massachusetts
íslenska: Massachusetts
italiano: Massachusetts
ᐃᓄᒃᑎᑐᑦ/inuktitut: ᒫᓵᓲᓰᑦᔅ
Basa Jawa: Massachusetts
ქართული: მასაჩუსეტსი
Kabɩyɛ: Masacusɛtɩsɩ
қазақша: Массачусетс
kernowek: Massachusetts
Кыргызча: Массачусетс
Lëtzebuergesch: Massachusetts
Lingua Franca Nova: Massachusetts
Limburgs: Massachusetts
lumbaart: Massachusetts
لۊری شومالی: ماساچوسئت
lietuvių: Masačusetsas
latviešu: Masačūsetsa
Malagasy: Massachusetts
олык марий: Массачусетс
македонски: Масачусетс
кырык мары: Массачусетс
Bahasa Melayu: Massachusetts
مازِرونی: ماساچوست
Dorerin Naoero: Massachusetts
Plattdüütsch: Massachusetts
Nedersaksies: Massachusetts
नेपाल भाषा: म्यासेच्युसेत्स
Nederlands: Massachusetts
norsk nynorsk: Massachusetts
occitan: Massachusetts
ਪੰਜਾਬੀ: ਮੈਸਾਚੂਸਟਸ
Kapampangan: Massachusetts
Papiamentu: Massachusetts
Piemontèis: Massachusetts
پنجابی: میساچیوسٹس
rumantsch: Massachusetts
română: Massachusetts
русский: Массачусетс
संस्कृतम्: मासचुसेट्‍स
саха тыла: Массачусеттс
sicilianu: Massachusetts
davvisámegiella: Massachusetts
srpskohrvatski / српскохрватски: Massachusetts
Simple English: Massachusetts
slovenčina: Massachusetts
slovenščina: Massachusetts
српски / srpski: Масачусетс
Seeltersk: Massachusetts
svenska: Massachusetts
Kiswahili: Massachusetts
ślůnski: Massachusetts
Tagalog: Massachusetts
Türkçe: Massachusetts
татарча/tatarça: Массачусетс
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: Massachuséts Shitati
українська: Массачусетс
oʻzbekcha/ўзбекча: Massachusetts
vèneto: Massachusetts
Tiếng Việt: Massachusetts
Volapük: Massachusetts
Winaray: Massachusetts
吴语: 马萨诸塞
хальмг: Масачуусиц
მარგალური: მასაჩუსეტსი
Yorùbá: Massachusetts
Vahcuengh: Massachusetts
Bân-lâm-gú: Massachusetts
粵語: 麻省
isiZulu: Massachusetts