Maria Mitchell

Maria Mitchell
Maria Mitchell
Conhecido(a) por-descoberta do cometa C/1847 T1
-primeira astrônoma profissional dos Estados Unidos
Nascimento1 de agosto de 1818
Nantucket, Massachusetts
Morte28 de junho de 1889 (70 anos)
Lynn, Massachusetts
ResidênciaEstados Unidos
NacionalidadeEstados Unidos estadunidense
PrêmiosMedalha Cometária do Rei Frederico VI da Dinamarca, 1848[1]
InstituiçõesObservatório Naval dos Estados Unidos, Vassar College
Campo(s)Astronomia

Maria Mitchell (Nantucket, 1 de agosto de 1818 — Lynn, 28 de junho de 1889) foi uma astrônoma estadunidense que teve reconhecimento internacional com a descoberta através de um telescópio o "Cometa da Senhorita Mitchell"(Cometa 1847 VI, cujo nome oficial é C/1847 T1) em outono de 1847.[2] Ela ganhou uma medalha de ouro por sua descoberta do rei Frederico VI, da Dinamarca pela descoberta.[3] Maria Michell foi a primeira mulher astrônoma profissional dos Estados Unidos.[4][5]

Família

Maria nasceu em Nantucket, tinha nove irmãos e irmãs, foi criada na religião Quaker, mas depois adotou o Unitarismo.[6][7] Seus pais eram William Mitchell and Lydia Coleman Mitchell que, devido à religião, valorizavam a educação e insistiam que suas filhas tivessem acesso à mesma educação dos filhos. Um dos mandamentos da religião Quaker era a igualdade intelectual entre os sexos. Natucket era um importante porto baleeiro, onde os marinheiros passavam meses seguidos em alto mar e onde suas esposas, irmãs e filhas tinham relativa independência quando comparadas com o restante do país.[8]

Maria Mitchell, pintura de H. Dasell, 1851

Após estudar em uma escola pequena, ela foi para a North Grammar, onde seu pai era o diretor. Dois anos depois, ele construiu sua própria escola, onde ela era estudante e também assistente do pai[9] Em casa, seu pai lhe ensinou astronomia usando seu próprio telescópio.[10] Aos 12 anos, auxiliou o pai no cálculos de eclipses.[11]

A escola de seu pai acabou fechando e depois de estudar na escola para moças do pastor Cyrus Peirce, trabalhando como sua professora assistente, Maria abriu sua própria escola em 1835. Atendia a crianças brancas e negras, uma decisão polêmica para o sistema educacional segregado da época[12] Um ano depois, lhe ofereceram um cargo de bibliotecária no Ateneu de Nantucket,[12] onde trabalhou por 20 anos.[13]

En otros idiomas
العربية: ماريا ميتشل
asturianu: Maria Mitchell
azərbaycanca: Mariya Mitçell
تۆرکجه: ماریا میچل
Ελληνικά: Μαρία Μίτσελ
español: Maria Mitchell
français: Maria Mitchell
italiano: Maria Mitchell
Nederlands: Maria Mitchell
norsk nynorsk: Maria Mitchell
Simple English: Maria Mitchell
slovenčina: Maria Mitchellová
slovenščina: Maria Mitchell
Türkçe: Maria Mitchell
Tiếng Việt: Maria Mitchell