Lisboa

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lisboa (desambiguação).
Lisboa
Brasão de LisboaBandeira de Lisboa

Poster Lisbon.jpg
Do topo, em sentido horário: Terreiro do Paço, Parque Eduardo VII, Padrão dos Descobrimentos, Torre de Belém, a Sé Catedral, e o Parque das Nações
Localização de Lisboa
Gentílico- lisboeta
- lisbonense
- alfacinha
- olisiponense
Área100,05 km²
População506 892 hab. (2015[1])
Densidade populacional5 066,4  hab./km²
N.º de freguesias24[nt 1]
Presidente da
câmara municipal
Fernando Medina (PS)
Mandato 2015-2017
Fundação do município
(ou foral)
Primeiras referências da cidade
século XII a.C.
Integração no Reino de Portugal (reconquista da cidade por D. Afonso Henriques)
1147
Primeiro foral
1179
Capital do Reino
1256
Região (NUTS II)Lisboa
Sub-região (NUTS III)Grande Lisboa
DistritoLisboa
ProvínciaEstremadura
OragoSanto António de Lisboa e São Vicente
Feriado municipal13 de junho (Dia de Santo António)
Código postal1000 a 1990 Lisboa
Sítio oficialwww.cm-lisboa.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país. Tem uma população de 506 892 habitantes,[2] dentro dos seus limites administrativos. Na Área Metropolitana de Lisboa, residem 2 821 697 pessoas (2011), sendo por isso a maior e mais populosa área metropolitana do país. Lisboa é o centro político de Portugal, sede do Governo e da residência do chefe de Estado. É o "farol da lusofonia" (Daus): a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem a sua sede na cidade. É ainda a capital mais a ocidente do continente europeu na costa atlântica.

O estatuto administrativo da cidade foi originalmente concedido pelo ditador Júlio César enquanto município romano. O imperador acrescentou orgulhosamente à palavra “Olisipo”, que deu origem ao nome de Lisboa, a designação "Felicidade Júlia" (Felicitas Julia), em sua memória.

Lisboa é considerada como cidade global devido à sua importância em aspectos financeiros, comerciais, mediáticos, artísticos, educacionais e turísticos.[3][4] É um dos principais centros económicos do continente europeu, graças a um progresso financeiro crescente favorecido pelo maior porto de contentores da costa atlântica da Europa[5] e mais recentemente pelo Aeroporto Humberto Delgado, que recebe mais de 20 milhões de passageiros anualmente (2015). Lisboa conta com uma rede de auto-estradas e um sistema de ferrovias de alta velocidade (Alfa Pendular), que liga as principais cidades portuguesas à capital.[6] A cidade é a sétima mais visitada do sul da Europa, depois de Istambul, Roma, Barcelona, Madrid, Atenas e Milão, com 1 740 000 de turistas em 2009, tendo em 2014 ultrapassado a marca dos 3,35 milhões. A nível global, Lisboa foi a 35.ª cidade com maior destino turístico em 2015, cerca de 4 milhões de visitantes.[7][8] Em 2015, foi considerada a 11.ª cidade turística mais popular, à frente de Madrid, Rio de Janeiro, Berlim e Barcelona.[9]

A região de Lisboa é a mais rica do país, com um PIB PPC per capita de 26 100 euros (4,7% maior do que o PIB per capita médio da União Europeia). A sua área metropolitana é a vigésima mais rica do continente, com um PIB-PPC no valor de 58 mil milhões de euros, o que equivale a cerca de 35% do PIB-PPC total do país.[10] Lisboa ocupa o 122.º lugar entre as cidades com maiores receitas brutas do mundo.[11] A maioria das sedes das multinacionais instaladas em Portugal encontram-se na região de Lisboa, a nona cidade do mundo com maior número de conferências internacionais.[12]

Etimologia e gentílico

Para Samuel Bochart, um francês do século XVII que se dedicou ao estudo da Bíblia, o nome Olisipo é uma designação pré-romana de "Lisboa" que remontaria aos Fenícios.[13] Segundo ele, a palavra “Olisipo” deriva de "Allis Ubbo" ou "Porto Seguro" em fenício, porto esse situado no Estuário do Tejo.[14] Não existe nenhum registo que possa comprovar tal teoria. Segundo Francisco Villar,[15][16] “Olisipo” seria uma palavra de origem tartessa sendo o sufixo ipo usado em territórios de influência Turdetano-Tartessica.[17] O prefixo "Oli(s)" não seria único visto estar associado a outra cidade lusitana de localização desconhecida, que Pomponius Mela dizia chamar-se "Olitingi".[18]

Os autores da Antiguidade conheciam uma lenda que atribuía a fundação de Olisipo ao herói grego Ulisses[19], provavelmente baseando-se em Estrabão[20]: Ulisses teria fundado em local incerto da Península Ibérica uma cidade chamada Olisipo (Ibi oppidum Olisipone Ulixi conditum: ibi Tagus flumen).[21][22] Posteriormente, o nome latino teria sido corrompido para "Olissipona". Ptolomeu deu a Lisboa o nome de "Oliosipon". Os Visigodos chamaram-na Ulishbon.[23] e os mouros, que conquistaram Lisboa no ano 714, deram-lhe em árabe este nome اليكسبونا (al-Lixbûnâ) ou ainda لشبونة (al-Ushbuna).

Na gíria popular, os naturais ou habitantes de Lisboa são chamados "alfacinhas". A origem da palavra é desconhecida. Supõe-se que o termo se explica pelo facto de existirem hortas nas colinas da primitiva cidade de Lisboa, onde verdejavam "plantas hortenses utilizadas na culinária, na perfumaria e na medicina", vendidas na cidade. A palavra alface provem do árabe e poderá indicar que o cultivo da planta começou aquando da ocupação da Península Ibérica pelos Muçulmanos. Há também quem sustente que, num dos cercos de que a cidade foi alvo, os habitantes da capital portuguesa tinham como alimento quase exclusivo as alfaces das suas hortas. O certo é que a palavra ficou consagrada e que os grandes da literatura portuguesa convencionaram tomar por alfacinha um lisboeta.[24]

En otros idiomas
Acèh: Lisbon
адыгабзэ: Лиссабон
Afrikaans: Lissabon
Alemannisch: Lissabon
አማርኛ: ሊዝቦን
aragonés: Lisbona
Ænglisc: Olisipo
العربية: لشبونة
ܐܪܡܝܐ: ܠܫܒܘܢܐ
مصرى: ليشبوا
asturianu: Lisboa
Aymar aru: Lisboa
azərbaycanca: Lissabon
تۆرکجه: لیسبون
башҡортса: Лиссабон
žemaitėška: Lisabuona
Bikol Central: Lisboa, Portugal
беларуская: Лісабон
беларуская (тарашкевіца)‎: Лісабон
български: Лисабон
বাংলা: লিসবন
བོད་ཡིག: ལི་སི་བཱོན།
brezhoneg: Lisbon
bosanski: Lisabon
català: Lisboa
Chavacano de Zamboanga: Lisboa
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Lisboa
нохчийн: Лиссабон
Cebuano: Lisboa
کوردی: لیسبۆن
corsu: Lisbona
qırımtatarca: Lisbon
čeština: Lisabon
kaszëbsczi: Lisabón
Чӑвашла: Лиссабон
Cymraeg: Lisbon
dansk: Lissabon
Deutsch: Lissabon
Zazaki: Lizbon
dolnoserbski: Lisabon
eʋegbe: Lisbon
Ελληνικά: Λισαβόνα
English: Lisbon
Esperanto: Lisbono
español: Lisboa
eesti: Lissabon
euskara: Lisboa
estremeñu: Lisboa
فارسی: لیسبون
suomi: Lissabon
Võro: Lissabon
føroyskt: Lisboa
français: Lisbonne
arpetan: Lisbona
Nordfriisk: Lisabon
furlan: Lisbone
Frysk: Lissabon
Gaeilge: Liospóin
Gagauz: Lizbon
Gàidhlig: Lisbon
galego: Lisboa
Avañe'ẽ: Lisimbã
गोंयची कोंकणी / Gõychi Konknni: Lisboa
Gaelg: Lisboa
客家語/Hak-kâ-ngî: Lisboa
Hawaiʻi: Likepona
עברית: ליסבון
हिन्दी: लिस्बन
Fiji Hindi: Lisbon
hrvatski: Lisabon
hornjoserbsce: Lisabon
Kreyòl ayisyen: Lisbòn
magyar: Lisszabon
Հայերեն: Լիսաբոն
interlingua: Lisbona
Bahasa Indonesia: Lisboa
Interlingue: Lisboa
Ilokano: Lisbon
Ido: Lisboa
íslenska: Lissabon
italiano: Lisbona
日本語: リスボン
Patois: Lizban
Basa Jawa: Lisabon
ქართული: ლისაბონი
Taqbaylit: Lisbun
Kabɩyɛ: Lisbooni
қазақша: Лиссабон
ಕನ್ನಡ: ಲಿಸ್ಬನ್
한국어: 리스본
kurdî: Lîzbon
kernowek: Lisboa
Кыргызча: Лиссабон
Latina: Olisipo
Ladino: Lisboa
Lëtzebuergesch: Lissabon
Lingua Franca Nova: Lisboa
Limburgs: Lissabon
Ligure: Lisbonn-a
lumbaart: Lisbuna
lingála: Lisboa
lietuvių: Lisabona
latviešu: Lisabona
Malagasy: Lisbon
олык марий: Лиссабон
Māori: Rihipone
македонски: Лисабон
മലയാളം: ലിസ്‌ബൺ
монгол: Лиссабон
मराठी: लिस्बन
кырык мары: Лиссабон
Bahasa Melayu: Lisbon
Malti: Liżbona
Mirandés: Lisboua
မြန်မာဘာသာ: လစ်စဘွန်းမြို့
эрзянь: Лиссабон ош
مازِرونی: لیسبون
Dorerin Naoero: Lisbon
Plattdüütsch: Lissabon
Nedersaksies: Lissabon
नेपाल भाषा: लिस्बोन
Nederlands: Lissabon
norsk nynorsk: Lisboa
norsk: Lisboa
Nouormand: Lîbouonne
occitan: Lisbona
Livvinkarjala: Lissabon
ଓଡ଼ିଆ: ଲିସବନ
ਪੰਜਾਬੀ: ਲਿਸਬਨ
Papiamentu: Lisboa
polski: Lizbona
Piemontèis: Lisbon-a
پنجابی: لزبن
Runa Simi: Lisboa
rumantsch: Lissabon
Romani: Lisbon
Kirundi: Lisboa
română: Lisabona
русский: Лиссабон
संस्कृतम्: लिस्बन
саха тыла: Лиссабон
sardu: Lisbona
sicilianu: Lisbona
Scots: Lisbon
davvisámegiella: Lisboa
srpskohrvatski / српскохрватски: Lisabon
Simple English: Lisbon
slovenčina: Lisabon
slovenščina: Lizbona
chiShona: Lisbon
Soomaaliga: Lissabon
shqip: Lisbona
српски / srpski: Лисабон
Sranantongo: Lisbon
Sesotho: Lisbon
Seeltersk: Lissabon
svenska: Lissabon
Kiswahili: Lisbon
ślůnski: Lizbůna
தமிழ்: லிஸ்பன்
తెలుగు: లిస్బన్
tetun: Lizboa
тоҷикӣ: Лиссабон
Türkmençe: Lissabon
Tagalog: Lisboa
Türkçe: Lizbon
татарча/tatarça: Лиссабон
Twi: Lisbon
reo tahiti: Lisboa
удмурт: Лиссабон
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: لىسبون
українська: Лісабон
اردو: لزبن
oʻzbekcha/ўзбекча: Lissabon
vèneto: Lisbona
vepsän kel’: Lissabon
Tiếng Việt: Lisboa
Volapük: Lisboa
Winaray: Lisboa
Wolof: Lisbon
吴语: 列寺博
მარგალური: ლისაბონი
ייִדיש: ליסבאן
Yorùbá: Lisbon
中文: 里斯本
文言: 里斯本
Bân-lâm-gú: Lisboa
粵語: 里斯本