Leandro Desábato

Leandro Desábato
Leandro-Desábato-EstudiantesLP-2010.JPG
Informações pessoais
Nome completoLeandro Desábato
Data de nasc.24 de janeiro de 1979 (39 anos)
Local de nasc.Cafferatta,  Argentina
Altura1,86 m
Destro
Informações profissionais
Clube atualArgentina Estudiantes
Número2
PosiçãoZagueiro
Clubes profissionais2
AnosClubesJogos e gol(o)s
1997
20012002
20022006
20062007
Argentina Estudiantes
Argentina Club Olimpo (emp.)
Argentina Quilmes (emp.)
Argentina Argentinos Juniors (emp.)
0330 000(16)
0032 0000(1)
0101 0000(5)
0034 0000(4)
Seleção nacional
2011Flag of Argentina.svg Argentina0005 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2 de junho de 2016.

Leandro Desábato é um futebolista argentino que atualmente atua pelo Estudiantes de La Plata. É primo do volante homônimo, Leandro Luis Desábato, que atua no Vasco da Gama[1]

No dia 13 de Abril de 2005, ganhou as manchetes de todo o mundo por ter sido preso em São Paulo, logo após um jogo do Quilmes contra o São Paulo FC pela Libertadores, sob a acusação de ter se expressado de maneira racista em relação ao atacante são-paulino Grafite durante a disputa da partida.[2] Ficou dois dias presos em uma delegacia próxima ao Morumbi, e, após pagar uma fiança de R$10.000, foi liberado para responder o processo em liberdade, depois de assinar um documento se comprometendo a voltar ao Brasil sempre que o processo exigir.[3]

As imprensas brasileira e argentina consideraram a atitude da polícia paulista correta, indicando até a possibilidade de servir de exemplo para a Europa, que sofre com o problema de forma cada vez mais intensa.[4][5] Já alguns jornalistas argentinos criticaram e acreditam que a medida foi exagerada[6]. Na Argentina, não existe punição na lei para tratamento verbal de cunho racista.[7]

  • referências

Referências

Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia .
En otros idiomas