Línguas germânicas

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser acadêmico)

Tópicos indo-europeus

Línguas indo-europeias
Albanês · Anatólio · Armênio · Báltico · Céltico
Germânico · Grego · Ilírico · Indo-iraniano
Itálico · Frígio · Eslavo · Trácio · Tocariano
 
Povos indo-europeus
Albaneses · Anatólios · Armênios · Bálticos
Celtas · Germanos · Gregos · Ilírios · Indo-arianos
Indo-iranianos · Iranianos · Ítalos · Eslavos · Trácios
Tocarianos

 

Protoindo-europeus
Língua · Sociedade · Religião
 
Hipóteses Urheimat
Hipótese Kurgan · Hipótese anatólia
Hipótese armênia · Hipótese indiana · TCP
 
Estudos indo-europeus
As línguas germânicas na Europa:
Línguas Germânicas do Norte
  Sueco
Línguas germânicas do Oeste

As línguas germânicas são um ramo da família indo-europeia. Englobam cerca de 500 milhões de falantes nativos e mais de 700 com inclusão dos bilíngues. Um fenômeno característico de todas as línguas germânicas em contraste com as outras línguas indo-europeias são alterações consonantais através da primeira mudança fonética germânica.

História das línguas germânicas

O registro mais antigo em línguas germânicas, deixando de lado as inscrições rúnicas, são os textos góticos. Os principais representantes deste grupo de línguas são o inglês, o alemão, o neerlandês, o sueco, o dinamarquês e o norueguês. Ainda que muitas dessas línguas, sobretudo o inglês, o alemão e o islandês, possuam abundantes textos no período medieval, os textos mais antigos, sem dúvida estão em língua gótica germana, falada na região do Mar Negro até o século XVI. Os godos haviam emigrado do norte da região do Mar Negro onde governaram até a chegada dos hunos no século IV d.C., que empurraram as tribos godos até os Bálcãs. Graças a Úlfilas, o bispo dos godos ocidentais, criou-se um alfabeto gótico (derivado do alfabeto grego) e se traduziu a Bíblia à língua gótica.

Outros textos góticos antigos foram conservados em inscrições rúnicas, as quais parecem derivar de um dos alfabetos do norte da Itália ou do alfabeto do século I d.C.; estas inscrições foram empregadas amplamente por toda Europa setentrional desde 150 até 900 d.C. Outra evidência mais antiga é o casco Negau, descoberto na Sérvia e Montenegro contendo a inscrição harixasti teiva, que usualmente se traduz como “ao deus Harigast (Exército)”; trata-se de um inscrição alusiva a um deus germânico. O texto está inscrito em um alfabeto itálico proveniente do rúnico e está datado entre os séculos VII e II a.C.

Afora a evidência textual direta das línguas germânicas, temos os textos dos autores clássicos, o mais importante dos quais é Tácito, que descrevendo a localização e a cultura dos antigos germânicos em sua obra Germânia situou a maior parte das tribos germânicas até cerca de 100 d.C. Numa região limitada a oeste pelo rio Reno, ao sul pelo Main e a leste pelo Oder. Fontes mais antigas, como Guerras das Gálias de Júlio César, também situam os germanos a leste do Reno.

Portanto, a evidência histórica e textual indica que os povos mais antigos falantes de línguas germânicas estavam distribuídos entre a zona setentrional da atual Alemanha e o sul da Escandinávia.

Abaixo podemos relacionar as línguas germânicas e as datas de seus primeiros registros:

  • Rúnico antigo – 200-600 d.C.
  • Gótico – 350 d.C.
  • Anglo-saxão (Inglês antigo) – 700-1050 d.C.
  • Antigo alto alemão – 750-1050 d.C.
  • Antigo saxão (Antigo baixo alemão) – 850-1050 d.C.
  • Norueguês antigo – 1150-1450
  • Islandês antigo – 1150-1500
  • Neerlandês médio – 1170-1500
  • Dinamarquês antigo – 1250-1500
  • Sueco antigo – 1250-1500
  • Frisão antigo – 1300-1500
En otros idiomas
Afrikaans: Germaanse tale
العربية: لغات جرمانية
azərbaycanca: German dilləri
تۆرکجه: ژرمن دیللری
беларуская: Германскія мовы
беларуская (тарашкевіца)‎: Германскія мовы
български: Германски езици
brezhoneg: Yezhoù germanek
dolnoserbski: Germaniske rěcy
føroyskt: Germansk mál
Nordfriisk: Germaans spriaken
客家語/Hak-kâ-ngî: German Ngî-chhu̍k
hornjoserbsce: Germanske rěče
interlingua: Linguas germanic
Bahasa Indonesia: Rumpun bahasa Jermanik
한국어: 게르만어파
kernowek: Yethow germanek
Кыргызча: Герман тилдери
Lëtzebuergesch: Germanesch Sproochen
Lingua Franca Nova: Linguas germanica
Limburgs: Germaanse taole
lietuvių: Germanų kalbos
македонски: Германски јазици
Bahasa Melayu: Rumpun bahasa Germanik
مازِرونی: ژرمنی
Plattdüütsch: Germaansche Spraken
Nedersaksies: Germaanse taelen
Nederlands: Germaanse talen
norsk nynorsk: Germanske språk
Papiamentu: Lenganan german
Piemontèis: Lenghe germàniche
română: Limbi germanice
русиньскый: Ґерманьскы языкы
davvisámegiella: Germánalaš gielat
srpskohrvatski / српскохрватски: Germanski jezici
Simple English: Germanic languages
slovenčina: Germánske jazyky
slovenščina: Germanski jeziki
српски / srpski: Германски језици
Kiswahili: Kigermanik
Tok Pisin: Ol tok Siamanik
Türkçe: Cermen dilleri
українська: Германські мови
oʻzbekcha/ўзбекча: German tillari
Tiếng Việt: Ngữ tộc German
West-Vlams: Germaansche toaln
Bân-lâm-gú: German gí-cho̍k