Imigrante

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Imigrante (desambiguação).
Município de Imigrante
"Terra da Qualidade de Vida"
Bairroesperança.JPG

Bandeira indisponível
Brasão de Imigrante
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 9 de maio de 1988 (29 anos)
Gentílico imigrantense
Prefeito(a) Celso Kaplan ( PP)
(2017–2020)
Localização
Localização de Imigrante
Localização de Imigrante no Rio Grande do Sul
Imigrante está localizado em: Brasil
Imigrante
Localização de Imigrante no Brasil
29° 21' 18" S 51° 46' 37" O29° 21' 18" S 51° 46' 37" O
Unidade federativa   Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Oriental Rio-grandense IBGE/ 2008 [1]
Microrregião Lajeado-Estrela IBGE/ 2008 [1]
Municípios limítrofes Roca Sales, Coronel Pilar, Garibaldi, Boa Vista do Sul, Westfália, Teutônia e Colinas
Distância até a capital 136  km
Características geográficas
Área 73,355 km² [2]
População 3 152 hab. est. IBGE/ 2016 [3]
Densidade 42,97 hab./km²
Altitude 100 m
Clima subtropical  Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,828 muito elevado PNUD/ 2000 [4]
PIB R$ 74 661,505 mil IBGE/ 2008 [5]
PIB per capita R$ 23 968,38 IBGE/ 2008 [5]
Página oficial

Imigrante é um município do estado do Rio Grande do Sul.

História

O nome foi dado ao município devido à sua população ser composta por descendentes de imigrantes alemães e italianos, e assim feita uma homenagem aos valentes desbravadores dessa terra, que ergueram com seu próprio suor uma bela cidade.

O município de Imigrante, resultou da junção de dois distritos: Arroio da Seca (do município de Estrela) e Daltro Filho (do município de Garibaldi). Sendo que Arroio da Seca era de colonização predominantemente alemã e Daltro Filho de colonização predominantemente italiana.

Daltro Filho foi ocupado por italianos que foram descendo de nordeste para sudoeste, a partir da antiga Colônia Conde d'Edu, atual Garibaldi. Já foi chamado de povoado de Castro, sendo que seu nome oficial era Azevedo Castro. Em 2 de agosto de 1919, pelo Ato Municipal nº38, da Intendência de Garibaldi, é criado o distrito de Azevedo Castro.

Inicialmente, Arroio da Seca e Corvo faziam parte da Fazenda Beija-Flor, de Pedro Álvares Cabral da Silveira da Cunha Godolfim (posteriormente de João Altenhofen) e as grandes concessões de terra de José Francisco dos Santos Pinto. Arroio da Seca foi colonizado a partir de 1882, de oeste para leste, por colonos de origem germânica ou portuguesa, que subiam o Arroio da Seca (entrada natural dos colonizadores, que era reforçada pela presença no outro lado do rio Taquari da importante Fazenda São Caetano, de Custódio Silvestre Ribeiro), ou que vinham da colônia Teutônia, ao sul, passando por várias picadas (Catarina, Bismarck, Berlin, Moltke, Köln, Krupp e Imhoff). Os sete casais que subiram inicialmente o Arroio da Seca foram João Batista Tonini e Maria Tereza Michelli Tonini, os outros eram da família Prediger, Ambrósio, Antônio, José (filho) e José (pai) e ainda João Mildner e Ana Mildner, e José Kaplan e Ana Kaplan.

O povoado no começo do século era chamado de Secca Rica ou de Arroio da Seca, ou mais raramente de Arroio Seco. Havia mais ao oeste, o povoado de Seca Baixa, e nas imediações do rio Taquari, o povoado de Barra da Seca, que é atualmente Linha 31 de Outubro. Arroio da Seca era o centro de um conjunto de picadas, que abrangia oficialmente as chamadas Herval, 11 de Novembro, Castro Alves, Almirante Barroso (Berlim), Boa Vista (Norte e Sul) e Ernesto Alves (em parte). Arroio da Seca tornou-se distrito no dia 17 de junho de 1955, quando pelo Ato Municipal nº 323, da prefeitura de Estrela, foi destacado do distrito de Corvo, atual Colinas, passando a constituir o 3º distrito.

No ano de 1987 abriu-se a oportunidade de criar novos municípios no Rio Grande do Sul, assim, os habitantes dos distritos de Daltro Filho e Arroio da Seca se sentiram capazes de formar um novo município. Em 8 de outubro de 1987 elegeu-se uma Comissão Emancipacionista, com a presidência de Carlos Hassmann. Em 10 de abril de 1988, realizou-se o plebiscito, sendo que foram 1808 votos a favor da emancipação e 405 votos contra. Em 9 de maio de 1988, o governador do Estado, Pedro Simon, sancionou a lei nº8605, criando o município de Imigrante.

No ano de 1996 foi criado o município de Westfália, e Imigrante perdeu parte de seu território. A Linha Berlim passou a pertencer a esse novo município.

En otros idiomas
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: ইমিগ্রান্টে
Cebuano: Imigrante
English: Imigrante
Esperanto: Imigrante
español: Imigrante
euskara: Imigrante
français: Imigrante
italiano: Imigrante
қазақша: Имигранти
Malagasy: Imigrante
Nederlands: Imigrante
norsk: Imigrante
polski: Imigrante
română: Imigrante
русский: Имигранти
svenska: Imigrante
Tiếng Việt: Imigrante
Volapük: Imigrante
Winaray: Imigrante
Bân-lâm-gú: Imigrante