Ilhas Cook

Cook Islands (Inglês)
Kūki 'Āirani (Maori das Ilhas Cook)

Ilhas Cook
Flag of the Cook Islands.svg
Coat of arms of the Cook Islands.svg
BandeiraBrasão
Lema: God is Truth
(Inglês: Deus é Verdade)
Hino nacional: Te Atua Mou E
Deus é Verdade
Gentílico: cookiano(a)(s);[1] cookense(s)

Localização Ilhas Cook

Localização das Ilhas Cook
CapitalAvarua
Língua oficialInglês e maori das Ilhas Cook
GovernoMonarquia constitucional
 - MonarcaIsabel II
 - Representante da RainhaTom Marsters
 - Primeiro-ministroHenry Puna
Associação livrecom a Nova Zelândia 
 - Autogoverno em livre associação com a Nova Zelândia4 de agosto de 1965 
 - Reconhecimento da independência em relações externas das Nações Unidas1992[2] 
Área 
 - Total240 km² (210.º)
População 
 - Estimativa para 201617.459[3] hab. 
 - Densidade42 hab./km² (124.º)
MoedaDólar da Nova Zelândia (NZD)
Fuso horário(UTC-10)
Cód. ISO.ck
Cód. telef.+682
Aitutaki, Ilhas Cook.
Rarotonga, Ilhas Cook.

As Ilhas Cook (em inglês: Cook Islands, pronunciado: ˈkʊk ˈaɪləndz; em maori: Kūki 'Āirani[4]) são um país autônomo do Oceano Pacífico, em livre associação com a Nova Zelândia. É formado por um arquipélago que compreende 15 ilhas cuja área total de terra é de 240 km². A Zona Económica Exclusiva das Ilhas Cook (ZEE), no entanto, cobre 1.800.000 km² de oceano.[5]

A defesa e as relações exteriores das Ilhas Cook são da responsabilidade da Nova Zelândia, mas são exercidas em consulta com as Ilhas Cook. Nos últimos tempos, as Ilhas Cook adotaram uma política externa cada vez mais independente. Embora os cookianos sejam cidadãos neozelandeses, eles têm o status de nacionais de Ilhas Cook, que não é dado a outros cidadãos da Nova Zelândia.

Os principais centros populacionais das Ilhas Cook estão na ilha de Rarotonga (10.572 de habitantes em 2011),[6] onde há um aeroporto internacional. Há uma população maior de cookianos na Nova Zelândia, particularmente a Ilha do Norte. No recenseamento de 2006, 58.008 se declararam como sendo de origem étnica das Ilhas Cook.[7]

Com cerca de 100.000 visitantes que viajam para as ilhas no ano financeiro de 2010-11,[8] o turismo é a principal indústria do país e o principal elemento da economia, à frente do setor bancário offshore, pérolas e exportações de produtos marinhos e frutas.

História

Ver artigo principal: História das Ilhas Cook

As ilhas, anteriormente exploradas e povoadas por polinésios e espanhóis, receberam seu nome do navegante britânico James Cook que, em 1770, traçou o primeiro mapa do arquipélago.[9][10]

Em 1821, missionários taitianos foram enviados para as ilhas pela London Missionary Society e fundaram uma sociedade teocrática protestante. Destruíram as estruturas pagãs e as formas tradicionais de organização. As ilhas foram declaradas protetorado britânico em 1888 e passaram a fazer parte da Nova Zelândia em 1901, quando foi reconhecido o direito dos maoris a suas terras e foi proibida a venda de imóveis a estrangeiros. Em 1965, por meio de um plebiscito promovido e supervisionado pela ONU, em que puderam votar pela independência do país, a maioria da população cookense manifestou-se no sentido de obter autonomia interna, mas mantendo um vínculo com a Nova Zelândia, como um estado associado (arranjo similar foi escolhido pela população da vizinha Niue).

Durante 15 anos, o primeiro-ministro Albert Henry, do Partido das Ilhas Cook (PIC), governou com mão de ferro. Em 1978, foi substituído por Thomas Davis, do Partido Democrático (PD), que iniciou programas de estímulo ao setor privado exportador de frutas. No entanto, foi deposto pelo Parlamento em 1987 e substituído por Pupuke Robati, também do PD.

A partir de 1991, quando as injeções econômicas da Nova Zelândia nas Ilhas Cook ficaram reduzidas a 17% do orçamento do arquipélago, os dois governos decidiram que o órgão auditor das Ilhas Cook ficaria encarregado de supervisionar as finanças estatais em substituição à auditoria da Nova Zelândia.

Ao iniciar-se a segunda metade da década de 1990, a dívida pública cookiana alcançava cerca de 900 milhões de dólares estadunidenses. O primeiro-ministro Geoffrey Henry anunciou uma série de medidas drásticas, como a redução em 50% do funcionalismo público, corte de 15% do salário dos funcionários públicos restantes e um plano de privatização. No final de 1997, ademais, o governo cookiano acabou com alguns ministérios por falta de verbas e reduziu o orçamento dos ministérios restantes em 10%.

En otros idiomas
Afrikaans: Cookeilande
Alemannisch: Cookinseln
አማርኛ: ኩክ ደሴቶች
aragonés: Islas Cook
Ænglisc: Cōcīega
العربية: جزر كوك
مصرى: جزر كوك
asturianu: Islles Cook
azərbaycanca: Kuk adaları
تۆرکجه: کوک آدالاری
башҡортса: Кук утрауҙары
Bikol Central: Islas Cook
беларуская: Астравы Кука
беларуская (тарашкевіца)‎: Астравы Кука
български: Кук (острови)
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: কোক দ্বীপমালা
brezhoneg: Inizi Cook
bosanski: Cookova Ostrva
català: Illes Cook
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Cook Gùng-dō̤
Cebuano: Cook Islands
qırımtatarca: Kuk Adaları
čeština: Cookovy ostrovy
Cymraeg: Ynysoedd Cook
dansk: Cookøerne
Deutsch: Cookinseln
dolnoserbski: Cookowe kupy
ދިވެހިބަސް: ކުކް ޖަޒީރާ
Ελληνικά: Νήσοι Κουκ
English: Cook Islands
Esperanto: Kukinsuloj
español: Islas Cook
euskara: Cook uharteak
estremeñu: Islas Cook
فارسی: جزایر کوک
français: Îles Cook
arpetan: Iles Cook
Gaeilge: Oileáin Cook
galego: Illas Cook
客家語/Hak-kâ-ngî: Cook Khiùn-tó
עברית: איי קוק
Fiji Hindi: Cook Islands
hrvatski: Cookovo Otočje
hornjoserbsce: Cookowe kupy
Bahasa Indonesia: Kepulauan Cook
íslenska: Cooks-eyjar
italiano: Isole Cook
日本語: クック諸島
Basa Jawa: Kapuloan Cook
Qaraqalpaqsha: Kuk atawları
қазақша: Кук аралдары
한국어: 쿡 제도
kernowek: Ynysow Cook
Кыргызча: Кук аралдары
Lingua Franca Nova: Isolas Cook
Limburgs: Cookeilenj
Ligure: Isoe Cook
lietuvių: Kuko Salos
latviešu: Kuka Salas
Māori: Kuki Airani
македонски: Кукови Острови
кырык мары: Кук ошмаотывлӓ
Bahasa Melayu: Kepulauan Cook
မြန်မာဘာသာ: ကွတ်ကျွန်းစု
مازِرونی: کوک جزایر
नेपाली: कुक टापु
नेपाल भाषा: कूक टापू
Nederlands: Cookeilanden
norsk nynorsk: Cookøyane
norsk: Cookøyene
occitan: Illas Cook
ਪੰਜਾਬੀ: ਕੁੱਕ ਟਾਪੂ
Kapampangan: Cook Islands
polski: Wyspy Cooka
română: Insulele Cook
русский: Острова Кука
Kinyarwanda: Ibirwa bya Kuke
sicilianu: Ìsuli Cook
srpskohrvatski / српскохрватски: Kukova Ostrva
Simple English: Cook Islands
slovenčina: Cookove ostrovy
slovenščina: Cookovi otoki
chiShona: Cook Islands
shqip: Ishujt Kuk
српски / srpski: Кукова Острва
Basa Sunda: Kapuloan Cook
svenska: Cooköarna
Kiswahili: Visiwa vya Cook
ślůnski: Wyspy Cooka
Türkçe: Cook Adaları
татарча/tatarça: Кук утраулары
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: Kuk Taqim Aralliri
українська: Острови Кука
اردو: جزائر کک
oʻzbekcha/ўзбекча: Kuk orollari
vèneto: Isole Cook
Tiếng Việt: Quần đảo Cook
Wolof: Dunu Kook
Vahcuengh: Cook Ginzdauj
中文: 库克群岛
文言: 庫克群島
Bân-lâm-gú: Cook Kûn-tó
粵語: 曲克群島