Grito de guerra

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2014). Por favor, referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser acadêmico)
Monte Joye Saint Denys - grito de guerra dos Reis de França, presente nas armas reais de França e Navarra

Grito de guerra ou grito de armas é, normalmente, uma palavra ou frase simples, de uma entidade, para juntar ou incentivar ao combate ou à acção, os seus membros ou seguidores.

Na heráldica o grito de guerra é colocado, normalmente, num listel sobre o brasão.

  • gritos de guerra históricos

Gritos de guerra históricos

  • Nobiscum Dei! ("Deus está conosco" em Latim) - utilizado pelos Exércitos dos Impérios Romano e Bizantino, depois da adoção da religião Cristã;
  • Allahu Akbar! ("Deus é Grande" em árabe) - utilizado pelos guerreiros muçulmanos;
  • Caelum Denique! ("Finalmente o Céu" em Latim) - utilizado pelos cruzados na Terra Santa;
  • Dei Vult! - utilizado pelos cruzados franceses na Primeira Cruzada;
  • Sant'Iago! - usado pelos guerreiros cristãos, na reconquista da Península Ibérica aos mouros, evocando o seu Santo Patrono;
  • Montjoie Saint Denis! ("Alegria por São Dinis" em Francês) - usado pelos Exércitos Reais Franceses, evocando o Santo Patrono da França;
  • São Jorge! - usado pelas Tropas Portuguesas a partir do século XV, evocando o Santo Patrono de Portugal;
  • Desperta Ferro! - usado pelos Almogávares (tropas ligeiras a serviço dos Reinos Ibéricos, durante a Reconquista) e, depois, adotada pelos paraquedistas do Exército Espanhol;
  • ¡Tierra y Libertad! ("Terra e Liberdade" em Espanhol) - usado pelos Revolucionários Mexicanos de Emiliano Zapata;
  • Hurra! (derivado do verbo "matar" em Língua Turca), usada pelo Exército Britânico, pelo Exército Russo e copiada, depois, por Exércitos e unidades miliares de outros Países;
  • Remember the Alamo! ("Lembrem-se do Álamo" em Inglês) - usada pelos Rebeldes Texanos na Batalha de San Jacinto;
  • Banzai! ("Dez mil anos" em japonês) - usada pelos pilotos kamikazes Japoneses, durante a Segunda Guerra Mundial;
  • Sieg Heil! ("Salve a Vitória" em Alemão) - usado pelas Tropas Alemãs, durante o Terceiro Reich;
  • Senta a Pua! - usado pelo 1º Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira, tendo suas origens na Segunda Guerra Mundial.
  • Wahoo Mohammed! - usado pelo Regimento de Paraquedistas do Exército Britânico, desde a Segunda Guerra Mundial;
  • Za Stalina! ("Por Stalin" em Russo) - usado pelas Tropas Soviéticas durante a Segunda Guerra Mundial;
  • Geronimo! - usado pelas Tropas Paraquedistas do Exército dos EUA
  • Kadima! ("Avante" em Hebraico) - usado pelo Exército Israelense;
  • Que nunca por vencidos se conheçam! - usado pelos Paraquedistas Portugueses da Escola de Tropas Aerotransportadas e pela Família Yvons da Universidade do Minho.
  • Mama Sumé! ("Aqui estamos, prontos para o sacrifício" em língua Banto do Sul de Angola) - usado pelos Comandos do Exército Português, desde a Guerra do Ultramar.
Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia .
En otros idiomas
Boarisch: Schlochtruaf
Deutsch: Schlachtruf
English: Battle cry
español: Grito de guerra
日本語:
lietuvių: Karo šūkis
Nederlands: Strijdkreet
polski: Zawołanie
русский: Боевой клич
svenska: Stridsrop
українська: Бойовий вигук
中文: 戰吼
Bân-lâm-gú: Chiàn-hoah