Gerd Binnig

  • gerd binnig medalha nobel
    conhecido(a) por microscópio de corrente de tunelamento
    nascimento 20 de julho de 1947 (70 anos)
    frankfurt am main
    nacionalidade alemanha alemão
    prêmios nobel prize medal.svg nobel de física (1986), medalha elliott cresson (1987) [1], national inventors hall of fame (1994), prêmio kavli (2016)
    campo(s) física

    gerd binnig ( frankfurt, alemanha, 20 de julho de 1947) é um físico alemão que teve como maior contribuição para a ciência a criação, junto de heinrich rohrer, do microscópio de corrente de tunelamento (stm), [2] o qual rendeu aos dois metade do prêmio nobel de física de 1986.

    viveu em frankfurt até seus 31 anos.

    obteve seu bacharelado e doutorado em frankfurt, na universidade johann wolfgang goethe. [3]

    em 1969, casou-se com lore wagler e convencido por sua esposa ingressou, em 1978, num grupo de pesquisa do ibm research laboratory, em zurique. ao trabalhar no ibm research laboratory acabou aproximando-se de heinrich rohrer, afinal ambos possuiam áreas de conhecimento similares e interesse em estudar as superfícies.

    em 1981, binnig e rohrer criaram o primeiro microscópio de corrente de tunelamento e em 1986 conquistaram metade do prêmio nobel de física, dividido com ernst ruska. [2]

    referências

  • ligações externas

Gerd Binnig Medalha Nobel
Conhecido(a) por Microscópio de corrente de tunelamento
Nascimento 20 de julho de 1947 (70 anos)
Frankfurt am Main
Nacionalidade Alemanha Alemão
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1986), Medalha Elliott Cresson (1987) [1], National Inventors Hall of Fame (1994), Prêmio Kavli (2016)
Campo(s) Física

Gerd Binnig ( Frankfurt, Alemanha, 20 de julho de 1947) é um físico alemão que teve como maior contribuição para a ciência a criação, junto de Heinrich Rohrer, do microscópio de corrente de tunelamento (STM), [2] o qual rendeu aos dois metade do prêmio Nobel de Física de 1986.

Viveu em Frankfurt até seus 31 anos.

Obteve seu bacharelado e doutorado em Frankfurt, na Universidade Johann Wolfgang Goethe. [3]

Em 1969, casou-se com Lore Wagler e convencido por sua esposa ingressou, em 1978, num grupo de pesquisa do IBM Research Laboratory, em Zurique. Ao trabalhar no IBM Research Laboratory acabou aproximando-se de Heinrich Rohrer, afinal ambos possuiam áreas de conhecimento similares e interesse em estudar as superfícies.

Em 1981, Binnig e Rohrer criaram o primeiro microscópio de corrente de tunelamento e em 1986 conquistaram metade do prêmio Nobel de Física, dividido com Ernst Ruska. [2]

Referências

  1. «Laureates» (pdf) (em inglês). The Franklin Institute. Consultado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015 
  2. a b Thornton, Stephen; Rex, Andrew (2012). (em inglês) 4ª ed. [S.l.]: Cengage Learning. p. 232. ISBN  1133712231  Em falta ou vazio |título= ( ajuda)
  3. Daintith, John (2008). Biographical Encyclopedia of Scientists, Third Edition (em inglês) 3ª ed. [S.l.]: CRC Press. p. 68. ISBN  1420072722 

En otros idiomas
العربية: جيرد بينيج
asturianu: Gerd Binnig
تۆرکجه: گرد بینینگ
беларуская: Герд Карл Бініг
български: Герд Биниг
català: Gerd Binnig
čeština: Gerd Binnig
Deutsch: Gerd Binnig
English: Gerd Binnig
español: Gerd Binnig
euskara: Gerd Binnig
français: Gerd Binnig
galego: Gerd Binnig
עברית: גרד ביניג
hrvatski: Gerd Binnig
Kreyòl ayisyen: Gerd Binnig
Bahasa Indonesia: Gerd Binnig
italiano: Gerd Binnig
Kurdî: Gerd Binning
Malagasy: Gerd Binnig
македонски: Герд Биниг
Nederlands: Gerd Binnig
norsk nynorsk: Gerd Binnig
polski: Gerd Binnig
پنجابی: گرڈ بینیگ
română: Gerd Binnig
संस्कृतम्: गेर्ड बिन्निग
srpskohrvatski / српскохрватски: Gerd Binnig
slovenčina: Gerd Binnig
slovenščina: Gerd Binnig
svenska: Gerd Binnig
Kiswahili: Gerd Binnig
Türkçe: Gerd Binnig
українська: Ґерд Бінніґ
اردو: گرڈ بنگ
oʻzbekcha/ўзбекча: Binnig Gerd
Tiếng Việt: Gerd Binnig
Winaray: Gerd Binnig
Yorùbá: Gerd Binnig