Gália Aquitânia

Disambig grey.svg Nota: Para a moderna região francesa, veja Aquitânia. Para outros significados, veja Gália (desambiguação).
Provincia Gallia Aquitânia
Província da Gália Aquitânia
Província do(a) Império Romano
56 a.C.293
 

 

Location of Gália Aquitânia
Gália Aquitânia, c. 400
Capital: Burdígala
Período : Antiguidade Clássica
 -  Conquista romana. Território equivalente à futura Aquitânia Tércia 56 a.C.
 -  Expandida por Otaviano, com a fronteira chegando ao Loire 27 a.C.
 -  Reformas administrativas de Diocleciano 293 d.C.

Gália Aquitânia, chamada também apenas de Aquitânia, foi uma província do Império Romano que fazia fronteira com a Gália Lugdunense, a Gália Narbonense e a Hispânia Tarraconense. [1] Seu território corresponde à moderna região sudoeste da França, onde a região da Aquitânia tomou emprestado seu nome.

Tribos da Aquitânia

Quatorze tribos celtas e vinte aquitanas ocupavam a região norte dos Pireneus e, a partir do país dos Cemeno até o oceano, era limitada por dois rios: o Garumna ( Garona) e o Líger ( Loire). [2] [3] Havia mais de vinte tribos de aquitanos, mas eram todas pequenas e pouco notórias; a maioria vivia ao longo do litoral, mas algumas habitavam o interior, chegando à região mais alta dos montes Cemeno até os tectósages.

O nome " Gália Comata" era geralmente utilizado para fazer referência às três províncias da Gália,a Lugdunense, Bélgica e Aquitânia, que significa literalmente "Gália de cabelos compridos", uma contraposição à " Gália Bracata", a "Gália de calças compridas", um termo derivado de bracas (em latim: bracae , lit. "calças", uma roupa nativa utilizada pelos bárbaros da região), reservado para a Gália Narbonense.

A maior parte da costa atlântica dos aquitanos tem solo arenoso e fino onde crescia painço e nada mais. Ao longo dela havia também um golfo, que era habitado pelos tarbelos, em cujas terras abundavam as minas de ouro. Nelas, grandes quantidades do precioso metal eram minerados e exigiam pouco esforço de purificação. O interior da região, mais montanhoso, tinha um solo mais fértil. Os petrocórios e os bitúriges cubos ostentavam excelentes forjas; os cadurcos produziam linho e os rutenos e os gabales tinham minas de prata.

De acordo com Estrabão, os aquitanos eram um povo rico. Diz-se que Luério, o rei dos arvernos e o pai de Bituito que guerreou contra Máximo Emiliano e Domécio, era tão rico e extravagante que teria certa vez dirigido sua carruagem através de uma planície despejando moedas de ouro e prata por onde passava. [2]

Os romanos chamavam os grupos tribais de pagos e eles estavam organizados em grupos maiores, super-tribais, que os romanos chamavam de civitates. Esta organização administrativa foi depois assimilada pelos romanos em seu sistema administrativo local.

En otros idiomas