Filosofia política

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)

Filosofia política é o campo de investigação filosófica das questões da vida política dos seres humanos[1]. No seu amplo alcance de questões destacam-se algumas como os princípios de justificação do poder e do governo, este último em sua origem, natureza e propósito; e as obrigações dos membros constituintes de uma sociedade. Pode-se dizer que problema central da filosofia política é como implementar ou limitar o poder público para manter a sobrevivência e melhorar a qualidade da vida humana.[2]

Etimologia

A palavra tem origem nos tempos em que os gregos estavam organizados em cidades-Estado chamadas "pólis", nome do qual se derivaram palavras como "politiké" (política em geral) e "politikós" (dos cidadãos, pertencente aos cidadãos), que estenderam-se ao latim "politicus" e chegaram às línguas europeias modernas através do francês"politique" que, em 1265 já era definida nesse idioma como "ciência dos Estados".

Aristóteles, pintado por Rafael.

O termo política é derivado do grego antigo πολιτεία (politeía), que indicava todos os procedimentos relativos à pólis, ou cidade-Estado. Por extensão, poderia significar tanto cidade-Estado quanto sociedade, comunidade, coletividade e outras definições referentes à vida urbana.

En otros idiomas
العربية: فلسفة سياسية
azərbaycanca: Siyasi fəlsəfə
башҡортса: Сәйәси фәлсәфә
Bahasa Indonesia: Filsafat politik
íslenska: Stjórnspeki
日本語: 政治哲学
한국어: 정치철학
norsk nynorsk: Politisk filosofi
srpskohrvatski / српскохрватски: Politička filozofija
Simple English: Political philosophy
slovenščina: Politična filozofija
中文: 政治哲学
粵語: 政治哲學