Ecce homo

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ecce homo (desambiguação).
Ecce Homo, obra do pintor italiano Antonio Ciseri (1821-1891)
Ecce Homo, obra do pintor italiano Caravaggio (1571-1610)

Ecce Homo são as palavras que Pôncio Pilatos teria dito, em latim, ao apresentar Jesus Cristo aos judeus de acordo com o evangelho. Em português, a frase significa "Eis o Homem" (rei ou senhor dos homens).

Trata-se da tradução que surge na Vulgata da frase grega ιδου ο ανθρωπος (translit. Idou ho anthrōpos). Segundo o Evangelho segundo São João (19.5), foram as palavras pronunciadas pelo governador romano Pôncio Pilatos quando apresentou Jesus de Nazaré (flagelado, atado e com a coroa de espinhos) perante a multidão hostil, à qual Pilatos submeteu o destino final do réu (posto que ele, Pilatos, lavava as mãos, ou seja, eximia-se de responsabilidade sobre a decisão) [1].

Na iconografia cristã costuma chamar-se Ecce Homo ou Senhor da Cana Verde, vulgarmente com ela na mão a servir-lhe de ceptro, às figurações de Jesus Cristo apresentado em sofrimento.

En otros idiomas
беларуская: Ecce homo
български: Ecce homo
brezhoneg: Ecce Homo
català: Ecce Homo
čeština: Ecce homo
Deutsch: Ecce homo
Ελληνικά: Ίδε ο άνθρωπος
English: Ecce homo
Esperanto: Jen homo
español: Ecce homo
eesti: Ecce homo
euskara: Ecce homo
français: Ecce homo
galego: Ecce Homo
hrvatski: Ecce homo
magyar: Ecce homo
Bahasa Indonesia: Ecce homo
italiano: Ecce Homo
한국어: 에케 호모
Latina: Ecce homo
Nederlands: Ecce Homo
norsk: Ecce homo
polski: Ecce homo
română: Ecce Homo
русский: Ecce homo
sicilianu: Ecci homu
српски / srpski: Ecce homo
Türkçe: Ecce Homo
українська: Ecce Homo
中文: 試觀此人