Ducados ernestinos

Brasão de armas dos Ernestinos num marco fronteiriço

Os ducados ernestinos, também chamados ducados saxónicos (embora também os ducados de apanágio albertinos de Weissenfels, Merseburgo e Zeitz fossem também conhecidos como os "ducados saxónicos" e fizessem fronteira com vários territórios ernestinos), foram um número mutável de pequenos estados localizados maioritariamente no actual estado alemão da Turíngia e governados pelos duques da linha ernestina da Casa de Wettin.

Resumo

Os ducados saxónicos começaram a fragmentar-se no século XV, devido à antiga lei de sucessão da Alemanha que permitia a divisão de heranças por todos os filhos varões. Todos os filhos varões de um duque da Saxónia herdavam também o título de Duque. Por vezes, alguns irmãos governavam o território que herdavam do pai em conjunto e, noutros casos, dividiam-nos entre si. Alguns dos ducados ernestinos mantiveram-se separados até 1918. O mesmo tipo de divisão de heranças nas casas de Reuss e Schwarzburgo fez com que a Turíngia se tornasse num retalho de microestados entre finais do século XV e inícios do século XX. 

En otros idiomas