Diocese

Em algumas formas de cristianismo, uma diocese (do grego antigo διοίκησις, dióikessis, pelo latim dioecēsis) é uma unidade territorial administrada por um bispo. É também referida como um bispado, área episcopal ou sede episcopal (como na Igreja Metodista). A diocese é a unidade geográfica mais importante da organização territorial da Igreja. Na Igreja Católica e Comunhão Anglicana, uma importante diocese é chamado de uma arquidiocese (geralmente devido à sua dimensão ou importância histórica), que é governada por um arcebispo, que pode ter autoridade metropolitana sobre outras dioceses. No catolicismo, o Papa cria as dioceses em todo o mundo e escolhe os seus bispos.

História

Império Romano

As doze dioceses do Império Romano criadas por Diocleciano, 300

Originalmente o termo diocese (em grego: dioikesis) era um termo usado no direito romano para designar o território e a jurisdição de uma cidade (civitas). Esse nome também foi dado à subdivisão administrativa de algumas províncias governadas por legados (legati), sob a autoridade do governador da província. Diocleciano designava de "diocese" as doze grandes divisões no Império.[1]

Cristianismo

O bispo cristão geralmente residia na civitas, assim o território administrado por ele, normalmente coincidia com o território da cidade, que passou a ser conhecido eclesiasticamente por seu termo civil usual, "diocese".[1] Inicialmente o termo usado para os grupos locais de cristãos sujeitos a um bispo era ekklesia (igreja no sentido local), e em uma data posterior, Paroikia, que significa "vizinhança", o Concílio de Niceia em 325 aplicou este termo para o território sujeito a um bispo. Esta expressão foi mantida no Oriente, onde a Concílio de Constantinopla (381) reservou a palavra diocese para o território sujeito a um patriarca.[1] No Ocidente nos séculos XI e XII, o termo paróquia ainda era usualmente empregado para designar o território sob a jurisdição de um bispo. Por outro lado, o significado atual da palavra diocese já era empregado na África no final do século IV e depois na Espanha,[1] no século XIII este uso finalmente tornou-se geral no Ocidente e "paróquia" passou a designar exclusivamente os setores de uma diocese administradas por um padre ou presbítero.

Há diversas categorias de dioceses:

En otros idiomas
Alemannisch: Diözese
aragonés: Diocesi
العربية: أبرشية
asturianu: Diócesis
беларуская: Дыяцэзія
беларуская (тарашкевіца)‎: Дыяцэзія
brezhoneg: Eskopti
català: Diòcesi
čeština: Diecéze
Cymraeg: Esgobaeth
dansk: Stift
Deutsch: Diözese
English: Diocese
Esperanto: Episkopujo
español: Diócesis
eesti: Diötsees
euskara: Elizbarruti
français: Diocèse
Frysk: Bisdom
galego: Diocese
עברית: דיוקסיה
hrvatski: Dijeceza
magyar: Egyházmegye
Bahasa Indonesia: Keuskupan
Ido: Diocezo
íslenska: Biskupsdæmi
italiano: Diocesi
日本語: 教区
Lëtzebuergesch: Diözes
lumbaart: Diocesi
lingála: Dyosɛ́zi
lietuvių: Vyskupija
മലയാളം: രൂപത
Plattdüütsch: Bisdom
Nederlands: Bisdom
norsk nynorsk: Bispedømme
occitan: Diocèsi
polski: Diecezja
română: Dieceză
Scots: Diocese
srpskohrvatski / српскохрватски: Dijeceza
Simple English: Diocese
slovenščina: Škofija
shqip: Dioqeza
српски / srpski: Бискупија
Kiswahili: Dayosisi
Türkçe: Piskoposluk
українська: Дієцезія
Tiếng Việt: Giáo phận
Winaray: Diosesis
中文: 教區
粵語: 教區