Dingo

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Dingoo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaDingo
Dingo australiano
Dingo australiano
Estado de conservação
Espécie vulnerável
Vulnerável
Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Chordata
Classe:Mammalia
Ordem:Carnivora
Família:Canidae
Género:Canis
Espécie:C. lupus
Subespécie:C. l. dingo
Nome trinomial
Canis lupus dingo
(Meyer, 1793)
Distribuição geográfica
Dingo-map.png

O dingo (Canis lupus dingo ou Canis dingo) é uma espécie de canideo selvagem encontrado na Austrália cujo status taxonômico continua a ser alvo de debate por parte da comunidade cientifica. O dingo é o maior predador terrestre da Austrália, e desempenha um papel importante como principal predador. No entanto o dingo continua ser considerado praga por parte de alguns criadores de gado, devido a ataques aos seus rebanhos. Por outro lado, sua predação sobre coelhos, cangurus e ratos pode ser benéfica para os produtores.

Para alguns australianos o dingo é considerado um ícone cultural. A sua introdução é visto como a principal causa para a extinção do tilacino ou tigre da tasmânia há dois mil anos, embora estudos recentes desafiem essa visão. Esses cães selvagens possuem um papel proeminente na cultura dos aborígenes australianos com varias histórias e cerimonias eles também são retratados em esculturas e pinturas rupestres.

O dingo habita principalmente pastagens, desertos e bordas de florestas. Eles geralmente fazem suas tocas em buracos de coelhos ou troncos caídos, normalmente próximos a cursos d'' água permanentes. Apesar de ser um eficiente predador, está listado como vulnerável pela IUCN. Propõe-se que isto seja sobre tudo devido à poluição genética: um conceito controverso segundo qual o cruzamento com cães domésticos pode diluir as adaptações únicas do dingo que lhe permitiram viver no ambiente australiano.

História

Um dingo macho adulto de pelagem tipica

Os dingos chegaram à Austrália há cerca de 4000 anos, trazidos por navegadores austronésios, e não com os primeiros aborígenes. Espalharam-se rapidamente pelo continente australiano e pensa-se terem afetado significativamente o ecossistema, contribuindo para a recessão dos carnívoros marsupiais (já em declínio). Com a chegada dos colonos europeus e os rebanhos de ovelhas, os dingos começaram a ser perseguidos e caçados como ameaça, assim como aconteceu com o tigre-da-tasmânia, que foi extinto. Nos anos da década de 1880 construiu-se uma barreira de cerca de 8500 km de comprimento, com o objectivo de manter os dingos afastados do sudeste australiano, onde se concentravam as quintas (fazendas), e proteger os rebanhos. À data, era a maior estrutura já construída pelo homem.

En otros idiomas
Afrikaans: Dingo
العربية: كلب أسترالي
مصرى: دنجو
авар: Динго
azərbaycanca: Dinqo
беларуская: Дынга
беларуская (тарашкевіца)‎: Дынга
български: Динго
বাংলা: ডিঙ্গো
brezhoneg: Dingo (loen)
català: Dingo
čeština: Dingo
Cymraeg: Dingo
dansk: Dingo
Deutsch: Dingo
Ελληνικά: Ντίνγκο
emiliàn e rumagnòl: Ding
English: Dingo
Esperanto: Dingo
eesti: Dingo
euskara: Dingo
فارسی: دینگو
suomi: Dingo
Gaeilge: Diongó
galego: Dingo
עברית: דינגו
magyar: Dingó
հայերեն: Դինգո
interlingua: Canis lupus dingo
Bahasa Indonesia: Dingo
íslenska: Dingó
日本語: ディンゴ
ქართული: დინგო
қазақша: Динго
한국어: 딩고
Кыргызча: Динго
Ligure: Dingo
lietuvių: Dingas
latviešu: Dingo
олык марий: Динго
മലയാളം: ഡിങ്കോ
монгол: Динго
Bahasa Melayu: Dingo
Nederlands: Dingo
norsk: Dingo
پنجابی: ڈنگو
română: Câinele dingo
русский: Динго
Simple English: Dingo
slovenčina: Dingo austrálsky
slovenščina: Dingo
српски / srpski: Динго
Seeltersk: Dingo
svenska: Dingo
Tagalog: Dinggo
Türkçe: Dingo
українська: Динго
oʻzbekcha/ўзбекча: Dingo
Tiếng Việt: Chó Dingo
Winaray: Dingo
მარგალური: დინგო
中文: 澳洲野犬
Bân-lâm-gú: Dingo
粵語: 澳洲野狗