Dido

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Dido (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Janeiro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Dido
Nascimento879 a.C.
Tiro
Morte759 a.C. (120 anos)
Cartago
ProgenitoresPai:Mattan I
Irmão(s)Pigmalião de Tiro
Causa da mortemorte na fogueira, esfaqueamento
Eneias descreve a queda de Troia a Dido, de Pierre-Narcisse Guérin (1774–1833), no Museu do Louvre

Dido, Elissa ou Alyssa foi, segundo a lenda, a primeira rainha de Cartago. Era filha de Mattan I, rei de Tiro,[carece de fontes?] e irmã do também rei de Tiro Pigmalião (r. 814–803),[1][2] que mandou matar seu primeiro marido, Sicheus, de quem cobiçava a riqueza.

Biografia

Dido consegue fugir com alguns amigos e partidários, levando consigo as riquezas do marido. Chegando a Costa do Mediterrâneo, norte da África, Dido resolve ficar e formar sua nova pátria. Ela negocia com o Rei Jarbas a compra de terras e ficou acertado que poderia comprar apenas a quantidade de terra que conseguisse cercar usando a pele de 1(um) único touro. O pedido é aceito e Dido logo manda cortar o couro de um touro em estreitas tiras com o qual cercou uma imensa área de forma circular onde construiu a cidade nome de Birsa (couro). Em torno dessa cidade começa a se formar outra, Cartago, que logo se torna próspera.

Esta história de fundação de Cartago ficou no folclore da Física com o nome de "Problema de Dido", que se pode enunciar como: "Dada uma curva de comprimento finito, qual é a forma que esta curva deve ter para que a sua área seja máxima?" [3]

Eneias chega a Cartago com seus troianos depois de um naufrágio. Dido recebe-os muito bem, mostra-se muito hospitaleira já que ela mesma passara por um sofrimento parecido. Dido acaba se apaixonando por Eneias,[4] que se mostra feliz ao ter a oportunidade de parar de uma vez por todas com suas aventurosas peregrinações, recebendo um reino e uma esposa. Passam-se meses e os dois vivem apaixonados. Eneias parece esquecido da Itália e do império que estava destinado a fundar em suas terras. Quando Júpiter vê essa situação, manda o mensageiro Mercúrio lembrá-lo de sua missão e ordenar que parta imediatamente. Dido, numa tentativa frustrada de convencê-lo a ficar, acaba se apunhalando e se jogando numa pira funerária.

En otros idiomas
العربية: عليسة
asturianu: Dido
български: Дидона
brezhoneg: Didon
català: Dido
čeština: Dídó
dansk: Dido
Ελληνικά: Διδώ
English: Dido
Esperanto: Dido (antikvo)
español: Dido
euskara: Dido
français: Didon
hrvatski: Didona
magyar: Dido
հայերեն: Դիդոնե
Bahasa Indonesia: Dido (Ratu Kartago)
italiano: Didone
日本語: ディードー
한국어: 디도
Latina: Dido
lietuvių: Didona
Bahasa Melayu: Dido (Ratu Carthage)
Nederlands: Dido (mythologie)
occitan: Didon
polski: Dydona
română: Didona
русский: Дидона
srpskohrvatski / српскохрватски: Didona
Simple English: Dido, Queen of Carthage
slovenščina: Didona
српски / srpski: Дидона
svenska: Dido
українська: Дідона
中文: 狄多
Bân-lâm-gú: Dido