DVD

Digital Versatile Disc
Tipo de mídia
Disco óptico
DVD logo.svg

DVD two kinds.jpg
Diferença entre o DVD-Video e DVD-R, respectivamente.
Uso emArmazenamento de dados, áudio, vídeo e jogos
Capacidade4.7 GB (uma camada – comum)

8.5 GB (duas camadas)
9.4 GB (dois lados, uma camada)
17.08 GB (dois lados, duas camadas – raro)

Mecanismo de leituraLaser 650 nm, 1350 kB/s (1x)
Mecanismo de escrita1350 kB/s (1×)
Desenvolvido porPhilips, Sony, Toshiba, Panasonic
Dimensões121 mm de diâmetro (tamanho comum universal) ou 8 cm (tamanho reduzido - raro)
CD
HD DVD, Disco Blu-ray

DVD, sigla de "Digital Video Disc" (em português, Disco Digital de Vídeo) derivada da expressão inglesa "Digital Versatile Disc",[1] (em português, Disco Digital Versátil) é um formato digital para arquivar ou guardar dados, som e voz, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD, devido a uma tecnologia óptica superior, além de padrões melhorados de compressão de dados, sendo criado no ano de 1995.

Em 2008, o DVD conseguiu substituir completamente o VHS como formato de distribuição.[2] Em junho de 2011, o analista do The NPD Group, Russ Crupnick disse que "o mercado de vídeo em disco físico foi um pouco decepcionante".[3] Em 2014, a Sony divulgou que parte do prejuízo financeiro da época foi devido a obsolescência rápida do mercado de mídia física (DVDs e Blu-rays) e o crescimento de serviços de streaming e download digital.[4] Em 2016 os DVDs e Blu-rays deixaram de ser o meio mais lucrativo para distribuição de vídeo nos Estados Unidos[5] e 2017 no Reino Unido.[6]

História

No início de 1990 dois tipos de discos-ópticos de alta capacidade estavam em desenvolvimento: um era o MultiMedia Compact Disc (MMCD), liderado pela Philips e Sony, e o outro era o Super Density Disc (SD), patrocinado pela Toshiba, Time-Warner, Matsushita Electric (Panasonic), Hitachi, Mitsubishi, Pioneer, Thomson e JVC. O presidente da IBM, Lou Gerstner, tinha a proposta de unir os dois sistemas, evitando a repetição dos problemas da década de 1980, com os videocassetes dos formatos VHS e Betamax.

Philips e Sony abandonaram o formato MMCD e concordaram o formato da Toshiba com duas modificações relacionadas com a tecnologia implicada. A primeira foi a geometria que permitisse a passagem das faixas (assim como no CD, podem ser feitos saltos de uma música para outra, enquanto numa videocassete não há como fazer isso rapidamente), que era uma tecnologia conjunta da Philips e Sony. A segunda era a adoção do sistema Philips EFMPlus. O EFMPlus foi criado por Kees A. Schouhamer Immink, que também criou o EFM: é 6% menos eficiente que o sistema SD da Toshiba, o que resultou numa capacidade de 4,7GB ao invés dos originais 5GB do SD. A grande vantagem do EFMPlus é sua grande resiliência e resistência a intempéries tais como arranhões e impressões digitais. O resultado foi o DVD 1.5, anunciado ao público em 1995 e terminado em setembro de 1996. Em maio de 1997, o Consórcio DVD mudou para Fórum DVD, que é aberto a todas as companhias (não somente a Philips, Sony e Toshiba).

Os primeiros DVD Players (leitores de DVD) e discos estavam disponíveis em Novembro de 1997 no Japão, Março de 1998 nos Estados Unidos, 1999 na Europa e 2000 na Austrália. No Brasil a tecnologia começou a ganhar força em 2002 e 2003. O primeiro filme em DVD lançado nos Estados Unidos foi o Twister em 1996. O filme foi um teste para o Surround Sound 2.1. No Brasil, o primeiro DVD de filme foi Era uma vez na América, da FlashStar, lançado em 1998. Em 1999, o preço dos DVD Players baixou para 300 dólares. A rede de supermercados Wal-Mart começou a vender DVD Players mesmo tendo pouca procura em comparação com os vídeos VHS, mas logo outras lojas seguiram o Wal-Mart e o DVD rapidamente se tornou popular nos Estados Unidos. Devido à desvalorização da moeda brasileira em relação aos dólares e à demora na decisão sobre a região a ser adotada no Brasil, bem como outros fatores, o DVD só começou a se popularizar no Brasil em 2003, mas em poucos anos substituiu por completo o antigo formato VHS.

En otros idiomas
Afrikaans: DVD
Alemannisch: DVD
العربية: دي في دي
asturianu: DVD
azərbaycanca: DVD
беларуская: DVD
беларуская (тарашкевіца)‎: DVD
български: DVD
বাংলা: ডিভিডি
bosanski: DVD
català: DVD
čeština: DVD
Cymraeg: DVD
dansk: Dvd
Deutsch: DVD
Ελληνικά: DVD
English: DVD
Esperanto: DVD
español: DVD
eesti: DVD
euskara: DVD
فارسی: دی‌وی‌دی
suomi: DVD
français: DVD
Frysk: DVD
galego: DVD
Gaelg: DVD
עברית: DVD
हिन्दी: डीवीडी
hrvatski: DVD
magyar: DVD
հայերեն: DVD
interlingua: DVD
Bahasa Indonesia: DVD
Ilokano: DVD
Ido: DVD
íslenska: Mynddiskur
italiano: DVD
日本語: DVD
Basa Jawa: DVD
ქართული: DVD
ភាសាខ្មែរ: ឌីវីឌី
한국어: DVD
lietuvių: DVD
latviešu: DVD
Malagasy: DVD
മലയാളം: ഡി.വി.ഡി.
मराठी: डीव्हीडी
Bahasa Melayu: DVD
Mirandés: DVD
नेपाली: डि भी डि
Nederlands: Dvd
norsk nynorsk: DVD
norsk: DVD
Kapampangan: DVD
polski: DVD
پنجابی: ڈی وی ڈی
română: DVD
русский: DVD
саха тыла: DVD
sicilianu: DVD
Scots: DVD
srpskohrvatski / српскохрватски: DVD
Simple English: DVD
slovenčina: DVD
slovenščina: DVD
Soomaaliga: DVD
shqip: DVD
српски / srpski: ДВД
Basa Sunda: DVD
svenska: DVD
తెలుగు: డీవీడీ
тоҷикӣ: DVD
Tagalog: DVD
Türkçe: DVD
українська: DVD
اردو: ڈی وی ڈی
Tiếng Việt: DVD
Winaray: DVD
მარგალური: DVD
Yorùbá: DVD
Bân-lâm-gú: DVD
粵語: DVD