Dōjinshi

Dōjinshi (同人誌, muitas vezes transliterado como doujinshi?) é um termo japonês para publicações independentes, geralmente revistas, mangás ou romances. o termo é comumente traduzido como fanzine, que também identifica revistas independentes.[1][2]


Os dōjinshis são a principal parte do mercado de publicações independentes japonesas relacionadas aos mangás, animês e games. Esse mercado, de acordo com a agência de pesquisa Media Create, movimentou, em 2007, 700 milhões de dólares, só no Japão.

A maior parte dessas publicações japonesas é feita por fãs, e coloca personagens já conhecidos do público de séries de mangás, animês ou jogos em situações novas, sejam elas coerentes ou não com as suas histórias de origem.[3] Existe, porém, um número bastante grande de autores de dōjinshis que publicam também mangás "originais", com personagens e histórias criadas por eles mesmos.[4][5]

Etimologia

O termo "dōjinshi" derivada da junção das palavras dōjin (同人, palavra japonesa que designa um grupo de pessoas com o mesmo interesse - ou, de forma mais coloquial, uma "turma"?) e de shi (誌, uma forma mais comprimida de "zasshi", ou "revista"?).[6][7]

En otros idiomas
العربية: دوجينشي
asturianu: Dōjinshi
azərbaycanca: Docinşi
català: Dōjinshi
čeština: Dódžinši
Cymraeg: Dōjinshi
dansk: Doujinshi
Deutsch: Dōjinshi
English: Dōjinshi
español: Dōjinshi
suomi: Dōjinshi
français: Dōjinshi
magyar: Dódzsinsi
Bahasa Indonesia: Dōjinshi
italiano: Dōjinshi
日本語: 同人誌
қазақша: Додзинси
한국어: 동인지
Bahasa Melayu: Dōjinshi
Nederlands: Dojinshi
norsk: Dōjinshi
polski: Dōjinshi
русский: Додзинси
Simple English: Doujinshi
svenska: Dōjinshi
Tagalog: Dōjinshi
Türkçe: Dōjinshi
українська: Додзінсі
Tiếng Việt: Dōjinshi
中文: 同人誌