Cultura do México

Crystal Clear app kedit.svg
Este artigo não possui uma seção introdutória ou ela está mal formatada (desde junho de 2017).
Se puder, ajude-nos a melhorar este artigo com uma seção introdutória de qualidade e de acordo com o livro de estilo.

A cultura no México reflete complexidade da história do país, resultante da fusão gradativa dos que começou na era dos poucos laços culturais pré-colombianos e espanhóis. Este intercâmbio cultural foi construído durante os três séculos de colonização espanhola, deixando profundas marcas na religiosidade e demais expressões culturais. Após o rompimento político no início do século XIX, os mexicanos receberam influência cultural também da África e Ásia (em menor proporção) e, especialmente, dos Estados Unidos (devido à proximidade territorial).

Arte

Ver artigo principal: Artes plásticas do México

As artes do México contam com a enorme riqueza herdada das antigas civilizações indígenas. Apesar da destruição sistemática do seu patrimônio artístico, monumentos e símbolos pré-colombianos efetuados nos tempos da colônia, os sítios arqueológicos pesquisados e por pesquisar são muitos e de grande interesse.

A atividade arquitetônica, sobretudo de edifícios religiosos,foi intensa a partir da conquista do território pelos espanhóis. A arte colonial é fruto não só do traslado das formas plásticas européias para outro continente, mas também de sua adaptação à mentalidade e às tradições profundas de suas terras de adoção.

O barroco mexicano do século XVIII, muito bem caracterizado, levou ao extremo a decoração deslumbrante de fachadas e interiores. Escultura, pintura e ourivesaria foram postas a serviço dessa arte que tanto se arraigou em terras mexicanas.