Cordados

Como ler uma infocaixa de taxonomiaCordados
Ocorrência: Ediacarano - Recente
(Pristella Tetra) um dos poucos cordados com uma visível espinha dorsal. A medula espinhal está inserida dentro de sua espinha dorsal.
(Pristella Tetra) um dos poucos cordados com uma visível espinha dorsal. A medula espinhal está inserida dentro de sua espinha dorsal.
Classificação científica
Domínio:Eukaryota
Reino:Animal
Sub-reino:Eumetazoa
(sem classif.)Bilateria
Superfilo:Deuterostomia
Filo:Chordata
Bateson, 1885
Subfilos

Os cordados (Chordata, do latim chorda, corda) constituem um filo dentro do reino Animalia que inclui os vertebrados, os anfioxos e os tunicados. Estes animais são caracterizados pela presença de uma simetria bilateral, notocorda, sistema digestório completo, um tubo nervoso dorsal, fendas branquiais e uma cauda pós-anal, em pelo menos uma fase de sua vida.[1] Os cordados compartilham características com muitos animais invertebrados sem notocorda, quanto ao plano estrutural, tais como simetria bilateral, eixo anteroposterior, metamerismo e cefalização. O grupo abrange animais adaptados para a vida na água, na terra e no ar.Os cordados, juntamente com dois outros filos, o Hemichordata e o Echinodermata, formam o grupo dos deuterostômios (Deuterostomia), ligados por diversos aspectos embrionários peculiares, na forma de suas larvas, pelo desenvolvimentos das aberturas embrionárias e da cavidade peritonial ou peritônio (evolução do celoma dos invertebrados). Internamente os cordados são divididos em três subfilos: Urochordata, Cephalochordata e Vertebrata, principalmente com base nas características da notocorda. Nos urocordados, o estágio larval têm notocorda e tubo neural, ambas desaparecendo no estágio adulto. Os cefalocordados têm notocorda e tubo neural, mas sem vértebras. Já nos vertebrados, exceto nas feiticeiras (Myxini), a notocorda foi reduzida e o tubo neural foi circundado por uma coluna vertebral cartilaginosa ou óssea.

As relações filogenéticas dos cordados ainda não são bem compreendidas, existindo vários esquemas classificatórios conflitantes. Muitas de suas classes são parafiléticas, não atendendo as exigências da cladística, onde somente táxons monofiléticos são reconhecidos como entidades taxonômicas válidas. Ecologicamente, os cordados estão entre os animais mais facilmente adaptáveis e são capazes de ocupar a maioria dos habitats existentes.

Os cordados se dividem em protocordados, os cordados mais primitivos, destituído de coluna vertebral e caixa craniana e os eucordados, mais evoluídos, pois, além de apresentarem coluna vertebral têm crânio com encéfalo.

Definição

Anatomia da cephalochordate Amphioxus. Itens em negrito são os componentes de todos os cordados em algum momento de sua vida, e distingue-os dos outros filos .
1 = Medula espinhal
3 = Cordão nervoso dorsal
4 = cauda pós anal
5 = ânus
8 = atrióporo
9 = espaço acima da faringe
10 = fenda da faringe (Brânquia)
11 = faringe
13 = Cílio oral
14 = Abertura da boca
16 = sensor de luz
17 = Nervo
18 = metapleura
19 = fígado
BranchiostomaLanceolatum PioM.svg
Anatomia da cephalochordate Amphioxus. Itens em negrito são os componentes de todos os cordados em algum momento de sua vida, e distingue-os dos outros filos .

Cordados formam um filo de seres vivos baseados em um plano corporal bilateral.[2] O filo é definido por ter em algum momento de suas vidas as seguinte características:[3]

  • Uma Corda dorsal, em outras palavras, é uma haste bastante rígida de cartilagem que se estende ao longo do interior do corpo. Entre os sub-grupo de vertebrados cordados a corda dorsal é acompanhada ou substituída por Vértebras. Em espécies totalmente aquáticas isso ajuda o animal a nadar flexionando a cauda.
  • Um Tubo neural. Nos peixes e outros vertebrados este tubo se desenvolve na Medula espinhal, é o tronco principal da comunicação do sistema nervoso.
  • Fendas na faringe. A faringe é a parte da garganta imediatamente atrás da boca. Em peixes as fendas são modificadas para formar a Brânquia. Mas em alguns outros cordados fazem parte de um sistema de alimentação por filtração que extrai partículas de alimento da água em que eles vivem.
  • A cauda muscular que se estende para trás logo após o ânus.
  • Um Endóstilo. Este é um sulco na ventral na parede da faringe. No sistema de Alimentação por filtragem, as espécies produzem um muco para coletar partículas de alimento, que ajuda no transporte de alimentos para o estômago.[4] Ele também armazena iodo, e pode ser um precursor dos vertebrados na glândula tireóide.[3]
En otros idiomas
Afrikaans: Rugstringdiere
Alemannisch: Chordatiere
አማርኛ: አምደስጌ
aragonés: Chordata
العربية: حبليات
অসমীয়া: ক'ৰডাটা
asturianu: Chordata
azərbaycanca: Xordalılar
башҡортса: Хордалылар
žemaitėška: Chuordėnē
беларуская: Хордавыя
беларуская (тарашкевіца)‎: Хордавыя
български: Хордови
भोजपुरी: कार्डेट
বাংলা: কর্ডাটা
brezhoneg: Chordata
bosanski: Hordati
буряад: Хүбшэтэн
català: Cordats
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Cék-só̤h dông-ŭk
کوردی: مازەداران
čeština: Strunatci
Cymraeg: Cordog
dansk: Chordater
Deutsch: Chordatiere
Ελληνικά: Χορδωτά
English: Chordate
Esperanto: Ĥorduloj
español: Chordata
euskara: Kordatu
فارسی: طنابداران
føroyskt: Chordata
français: Chordata
Nordfriisk: Ragstringdiarten
Gaeilge: Chordates
Gàidhlig: Chordata
galego: Cordados
Gaelg: Chordata
客家語/Hak-kâ-ngî: Chit-sok thung-vu̍t
עברית: מיתרניים
हिन्दी: रज्जुकी
Fiji Hindi: Chordate
hrvatski: Svitkovci
Kreyòl ayisyen: Kòde
հայերեն: Քորդավորներ
interlingua: Chordata
Bahasa Indonesia: Chordata
Ilokano: Kordata
íslenska: Seildýr
italiano: Chordata
日本語: 脊索動物
la .lojban.: skoselti'e
Basa Jawa: Chordata
ქართული: ქორდიანები
қазақша: Хордалылар
ಕನ್ನಡ: ಕಾರ್ಡೇಟ್
한국어: 척삭동물
Перем Коми: Мышксöнаэз
kernowek: Chordata
Кыргызча: Хордалуу
Latina: Chordata
Lëtzebuergesch: Chordadéieren
Lingua Franca Nova: Cordato
Limburgs: Chordabieste
Ligure: Chordata
lietuvių: Chordiniai
latviešu: Hordaiņi
македонски: Хордови
മലയാളം: കോർഡേറ്റ
монгол: Хөвчтөн
Bahasa Melayu: Kordata
Malti: Chordata
Plattdüütsch: Ruggensnarendeerter
Nederlands: Chordadieren
norsk nynorsk: Ryggstrengdyr
Novial: Chordata
occitan: Chordata
ਪੰਜਾਬੀ: ਤੰਦਧਾਰੀ
polski: Strunowce
Piemontèis: Chordata
پنجابی: کورڈیٹ
Runa Simi: Wasa tiwlliyuq
română: Cordate
русский: Хордовые
русиньскый: Хордовы
саха тыла: Хордалыктар
sicilianu: Chordata
Scots: Chordate
srpskohrvatski / српскохрватски: Svitkovci
Simple English: Chordate
slovenčina: Chordáty
slovenščina: Strunarji
shqip: Chordate
српски / srpski: Хордати
Basa Sunda: Chordata
Kiswahili: Kodata
తెలుగు: కార్డేటా
тоҷикӣ: Танобдорон
Tagalog: Kordata
lea faka-Tonga: Monumanu filo siliva
Türkçe: Kordalılar
татарча/tatarça: Хордалылар
українська: Хордові
اردو: حبلیات
oʻzbekcha/ўзбекча: Xordalilar
West-Vlams: Chordabêestn
Winaray: Chordata
მარგალური: ქორდიანეფი
ייִדיש: כארדאטן
中文: 脊索动物
Bân-lâm-gú: Chek-soh tōng-bu̍t
粵語: 脊索動物