Copa do Mundo FIFA

Disambig grey.svg Nota: "Copa do Mundo" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Campeonato Mundial.
Copa do Mundo (pt-BR)
Campeonato do Mundo (pt-EU)
Dados gerais
OrganizaçãoFederação Internacional de Futebol (FIFA)
Edições21
Local de disputaPaís escolhido durante congresso da FIFA
SistemaTorneio concentrado
Grupos e eliminatória
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

Copa do Mundo da FIFA (português brasileiro) ou Campeonato Mundial de Futebol (português europeu) é uma competição internacional profissional de futebol em que podem participar as seleções masculinas dos países membros da Federação Internacional de Futebol (FIFA), órgão não-governamental que organiza o futebol. O campeonato é disputado a cada quatro anos desde sua primeira edição em 1930, exceto em 1942 e 1946, quando não foi realizado devido à Segunda Guerra Mundial. A atual campeã é a França, que conquistou seu segundo título na edição de 2018, disputada na Rússia.

O formato atual da competição consiste em uma fase de qualificação, que ocorre nos três anos anteriores, para determinar as equipes que disputaram o torneio em si. Após, 32 equipes, incluindo o país-sede do torneio, são classificadas e competem, no formato de grupos e eliminatória, pelo título mundial. O torneio é disputado em um ou dois países durante cerca de um mês.

As vinte e uma edições realizadas foram vencidas por oito equipes. O Brasil é o maior vencedor do torneio, com cinco títulos, além de ser a única equipe que participou de todas as edições. As outras campeãs são Alemanha e Itália, com quatro títulos; Argentina, França e Uruguai, com dois títulos; além de Espanha e Inglaterra, com um título.

A Copa do Mundo é o mais prestigiado torneio de futebol, bem como o evento esportivo com maior audiência no mundo, superando até mesmo os Jogos Olímpicos. Na edição de 2014, em média cerca de 186,7 milhões de pessoas assistiram cada partida, e a partida final, entre Alemanha e Argentina, teve a audiência de 1,013 bilhões de pessoas, o que corresponde a cerca de catorze por cento da população mundial.[1]

Histórico

Ver artigo principal: História da Copa do Mundo FIFA

Antecedentes

Troféu do British Home Championship, o primeiro torneio internacional de futebol.

A primeira partida internacional de futebol foi um amistoso disputado em Glasgow no ano de 1872, entre Escócia e Inglaterra, terminando empatada pelo placar de 0-0.[2] O primeiro torneio internacional, o British Home Championship, ocorreu em 1884.[3] Com o aumento da popularidade do futebol em diversos países do mundo no início do Século XX, o futebol foi incluído no plano esportivo dos Jogos Olímpicos de Verão de 1900, em Paris, e 1904, em Saint Louis, como esporte de demonstração, portanto não foram concedidas medalhas.

Depois que a Federação Internacional de Futebol (FIFA) foi fundada em 1904, houve uma tentativa de organizar um torneio internacional na Suíça em 1906, porém a própria FIFA descreveu esta tentativa como um "fracasso".[4] O futebol veio a ser reconhecido oficialmente pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) nos Jogos Olímpicos de Verão de 1908 em Londres, apesar de já ter sido disputado nos Jogos Olímpicos Intercalados de 1906 em Atenas, porém esta edição não é reconhecida pelo COI. Planejado pela The Football Association (FA), a entidade que rege o futebol na Inglaterra, o evento era apenas para jogadores amadores. A Grã-Bretanha (representada pela seleção nacional de futebol amador da Inglaterra) conquistou as medalhas de ouro nesta edição e na seguinte, em 1912 na cidade de Estocolmo.[5]

Já que as Olimpíadas continuavam a ser disputadas por equipes amadoras, o empresário Thomas Lipton organizou o Troféu Sir Thomas Lipton, disputado em Turim no ano de 1909. Esta competição foi disputada por clubes individuais, cada qual representando sua respectiva nação. Por muitas vezes a competição é referida como "Pré-Copa do Mundo", e foi disputada por equipes que representaram Alemanha, Itália e Suíça, porém a FA recusou-se a encaminhar uma equipe que representasse a Inglaterra. Lipton então convidou o West Auckland Town FC, uma equipe amadora do Condado de Durham para representar a Inglaterra. O West Auckland venceu as duas edições do torneio, em 1909 e 1911.[6]

Em 1914, a FIFA concordou em reconhecer o torneio olímpico como "Campeonato Mundial Amador de Futebol" e assumiu a responsabilidade pela gestão do evento.[7] Isto pavimentou o caminho para a primeira competição de futebol intercontinental do mundo, nos Jogos Olímpicos de Verão de 1920, disputada pelo Egito e outras 13 equipas europeias, sendo vencida pela Bélgica. O Uruguai venceu os dois torneios olímpicos de futebol seguintes, em 1924 e 1928.[8]

Antes da Segunda Guerra

Jules Rimet, presidente da FIFA, convenceu as confederações a organizar um torneio intercontinental.

Devido ao sucesso dos torneios olímpicos de futebol, a FIFA, liderada pelo seu presidente Jules Rimet, novamente começou a organizar seu próprio torneio internacional fora das Olimpíadas. Em 28 de maio de 1928, o Congresso da FIFA em Amsterdã decidiu realizar um campeonato mundial. Por ser o então bicampeão olímpico de futebol e comemorando o centenário de sua independência em 1930, a FIFA nomeou o Uruguai como país-sede da primeira Copa do Mundo.[9]

Diversas associações nacionais foram convidadas a participar, porém a escolha do Uruguai como sede da competição significou uma longa e custosa viagem pelo Oceano Atlântico para as equipes europeias. De fato, nenhum país europeu se comprometeu a enviar uma equipe até dois meses antes do início da competição. Rimet convenceu as seleções da Bélgica, França, Romênia e Iugoslávia a fazer a viagem. No total, 13 nações participaram, sendo sete da América do Sul, quatro da Europa e duas da América do Norte.[10]

Estádio Centenário em Montevidéu, sede da primeira final de Copa do Mundo em 1930.

Os dois primeiros jogos da Copa do Mundo aconteceram simultaneamente em 13 de julho de 1930, e foram vencidos pela França e pelos Estados Unidos, que derrotaram o México por 4–1 e a Bélgica por 3–0, respectivamente. O primeiro gol na história da Copa do Mundo foi marcado por Lucien Laurent, da França.[11] Na final, o Uruguai derrotou a Argentina por 4–2 na frente de quase 93 mil pessoas pessoas em Montevidéu e se tornou a primeira seleção a vencer a Copa do Mundo.[12] Após a criação da Copa do Mundo, a FIFA e o COI discordaram sobre o status de jogadores amadores e, assim, o futebol foi retirado dos Jogos Olímpicos de Verão de 1932, retornando nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, porém ofuscado pela mais prestigiada Copa do Mundo.[13]

Os problemas enfrentados pelos primeiros torneios da Copa do Mundo foram as dificuldades de viagens intercontinentais e conflitos armados. Poucas equipes sul-americanas estavam dispostas a viajar para a Europa na Copa do Mundo FIFA de 1934 e apenas as seleções do Brasil e Cuba participaram da edição de 1938. O Brasil foi a única seleção sul-americana a disputas ambas as edições. As edições de 1942 e 1946 foram canceladas devido à Segunda Guerra Mundial e suas conseqüências.[14]

Após a Segunda Guerra

Jogo de abertura do Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro, alguns dias antes do início da Copa do Mundo FIFA de 1950.

A Copa do Mundo FIFA de 1950, realizada no Brasil, foi a primeira com participação da Inglaterra, sendo que esta seleção se retirou da FIFA em 1920 pela recusa de jogar contra os países que estiveram em guerra e em protesto contra a influência estrangeira no futebol, retornando em 1946 após convite da FIFA. O Uruguai também retornou após não participar das duas edições anteriores, sagrando-se campeão novamente do torneio após vencer o Brasil por 2–1 na final, em partida que ficou conhecida como "Maracanaço".[15]

Nas edições entre 1934 e 1978, dezesseis equipes competiram em cada torneio, exceto em 1938, quando a Áustria foi dominada pela Alemanha após a qualificação, deixando o torneio com quinze equipes; e em 1950, quando a Índia, Escócia e Turquia desistiram de participar, fazendo com que o torneio fosse disputado com treze equipes. A maioria das seleções participantes era da Europa e da América do Sul, com um pequeno número de representantes da América do Norte, África, Ásia e Oceania, que não obtiveram resultados expressivos nas edições. Até 1982, as únicas equipes de fora da Europa e da América do Sul que avançaram para a fase final foram os Estado Unidos (semifinalista em 1930), Cuba (quartas de final em 1938) Coreia do Norte (quartas de final em 1966) e o México (quartas de final em 1970).[16]

Expansão para 32 equipes

O torneio foi expandido para 24 equipes em 1982 e para 32 equipes em 1998, permitindo que mais seleções da África, Ásia e América do Norte participassem.[17] Desde então, as seleções destas regiões tiveram mais sucesso, com várias avançando nas fases finais da competição, sendo o México nas quartas de final em 1986, Camarões nas quartas de final em 1990, Coreia do Sul conquistando o quarto lugar em 2002; Senegal e Estados Unidos nas quartas de final em 2002, Gana nas quartas de final em 2010 e Costa Rica nas quartas de final em 2014. Contudo, as equipes europeias e sul-americanas possuem um nível técnico bastante superior, sendo, por exemplo, os únicos a disputar as quartas de final nas edições de 1994, 1998, 2006 e 2018, assim como equipes destes continentes foram as únicas a disputar as finais do torneio.[18]

Vista do estádio Soccer City em Joanesburgo, durante partida válida pela Copa do Mundo FIFA de 2010, a primeira disputada no continente africano.

Um total de 199 equipes participaram das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2002, diminuindo para 197 equipes nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006, aumentando para 205 nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, diminuindo novamente para 203 equipes nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014 e estabelecendo um recorde de 209 equipes nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018.[19]

Expansão para 48 equipes

Em outubro de 2013, o presidente da FIFA Joseph Blatter informou que estava sendo estudada a ideia de garantir vagas separadas para a União Caribenha de Futebol no torneio.[20] Na edição de 25 de outubro de 2013 do periódico FIFA Weekly, Blatter escreveu que: "De uma perspectiva puramente esportiva, eu gostaria de ver a globalização finalmente levada a sério, e as associações africanas e asiáticas conquistarem o status que merecem na Copa do Mundo. Não é certo que as confederações europeias e sul-americanas tenham a maioria das vagas na Copa do Mundo."[21] Essas duas observações sugeriram aos comentaristas que Blatter poderia estar se candidatando à reeleição para a Presidência da FIFA.[22]

Após a publicação da revista, o candidato opositor de Blatter à presidência da FIFA, o presidente da União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) Michel Platini afirmou que pretenderia aumentar a Copa do Mundo para quarenta seleções nacionais. Platini afirmou ainda que seria atribuída mais uma vaga à UEFA, duas à Confederação Asiática de Futebol (AFC) e à Confederação Africana de Futebol (CAF), duas a serem definidas por um playoff entre a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF) e a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), e uma vaga direta para a Confederação de Futebol da Oceania (OFC).[23] Platini foi claro sobre as razões para expandir, afirmando que "[A Copa do Mundo] não se baseia na qualidade das equipes porque você não tem as 32 melhores na Copa do Mundo, mas é um bom compromisso. É uma questão política, então por que não ter mais africanos e asiáticos? A competição busca trazer pessoas de todo o mundo. Se você não dá a possibilidade de participar, elas não melhoram."[23]

Em outubro de 2016, o presidente da FIFA Gianni Infantino, declarou seu apoio a uma Copa do Mundo de 48 equipes em 2026.[24] Em 10 de janeiro de 2017, a FIFA confirmou que a Copa do Mundo FIFA de 2026 será disputada com 48 equipes, porém ainda não anunciou oficialmente como será feita a divisão destas vagas.[25]

Outros torneios da FIFA

Um torneio equivalente para o futebol feminino, a Copa do Mundo de Futebol Feminino, foi realizada pela primeira vez em 1991 na China.[26] O torneio feminino é menor em escala e perfil do que o masculino, porém o número de participantes nas eliminatórias para o torneio de 2019 foi de 144, mais que o dobro em comparação com o torneio de 1991.[27]

O futebol masculino foi incluído em todos os Jogos Olímpicos de Verão, exceto nas edições de 1896 e 1932. Ao contrário de outros esportes, o torneio masculino de futebol nas Olimpíadas não é disputado com seleções totalmente profissionais, mas sim com seleções sub-23. Porém, desde 1992, cada seleção poderia competir com até três jogadores profissionais. O futebol feminino foi inserido nos Jogos Olímpicos de Verão de 1996.[28]

A Copa das Confederações FIFA é um torneio realizado um ano antes da Copa do Mundo, no mesmo país sede, funcionando como um ensaio geral para o mundial. É disputado pelos campeões dos torneios das seis confederações filiadas à FIFA (Campeonato Europeu, Copa América, Copa Ouro da CONCACAF, Copa das Nações da OFC, Copa das Nações Africanas e Copa da Ásia), juntamente com o último campeão da da Copa do Mundo e o país anfitrião.[29]

A FIFA também organiza torneios internacionais para seleções de base (Copa do Mundo FIFA Sub-20, Copa do Mundo FIFA Sub-17, Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20 e Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-17), clubes de futebol (Copa do Mundo de Clubes da FIFA), futebol de salão (Copa do Mundo de Futsal da FIFA e Copa Intercontinental de Futsal FIFA) e futebol de praia (Copa do Mundo de Futebol de Areia).[30]

A Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20 acontece no ano anterior a cada Copa do Mundo de Futebol Feminino e os dois torneios são organizados pelo mesmo país, servindo como um ensaio geral para o mundial, assim como a Copa das Confederações FIFA.[31]

En otros idiomas
العربية: كأس العالم
azərbaycanca: FİFA Dünya Kuboku
беларуская (тарашкевіца)‎: Чэмпіянат сьвету па футболе
भोजपुरी: फीफा बिस्वकप
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: FIFA Sié-gái-buŏi
føroyskt: HM fótbóltur
客家語/Hak-kâ-ngî: FIFA Sṳ-kie-pî
Bahasa Indonesia: Piala Dunia FIFA
ភាសាខ្មែរ: World Cup
한국어: FIFA 월드컵
Baso Minangkabau: Piala Dunia FIFA
Bahasa Melayu: Piala Dunia FIFA
မြန်မာဘာသာ: ဖီဖာ ကမ္ဘာ့ဖလား
नेपाल भाषा: फिफा वर्ल्ड कप
srpskohrvatski / српскохрватски: FIFA Svjetsko prvenstvo
Simple English: FIFA World Cup
chiShona: FIFA World Cup
Soomaaliga: Koobka Adduunka
oʻzbekcha/ўзбекча: FIFA Jahon chempionati
Bân-lâm-gú: FIFA Sè-kài Poe