Charles Messier

Charles Messier
Charles Messier em 1770
Conhecido(a) porCatálogo Messier
Nascimento26 de junho de 1730
Badonviller, França
Morte12 de abril de 1817 (86 anos)
Paris, França
NacionalidadeFrancês
PrêmiosOrdem Nacional da Legião de Honra
Assinatura
Messier's Signature.png
InstituiçõesRoyal Society, Academia Real das Ciências da Suécia, Académie des sciences
Campo(s)Astronomia

Charles Joseph Messier (Badonviller, 26 de junho de 1730Paris, 12 de abril de 1817) foi um astrônomo francês, conhecido pela compilação e publicação, com a coautoria de Pierre Méchain, de seu catálogo de objetos de céu profundo, uma lista de 110 objetos astronômicos como nebulosas, aglomerados estelares e galáxias que vieram a ser conhecidos como os "objetos Messier".[1] Pretendia, com a publicação do catálogo, auxiliar a si mesmo e outros astrônomos e observadores em sua atividade astronômica principal durante sua carreira, a investigação de cometas, listando todos objetos que pôde identificar e que poderiam ser facilmente confundidos com cometas transientes, mas que, na realidade, tinham naturezas completamente diferentes e eram fixos no céu noturno. Contudo, Messier, sem intenção, catalogou alguns dos astros mais interessantes para a atual astronomia amadora.[2]

Tornou-se um observador do céu ao trabalhar para Joseph-Nicolas Delisle em seu observatório em Paris, aos 21 anos. Foi o primeiro astrônomo a dedicar-se quase exclusivamente à procura de cometas e, enquanto aguardava o retorno do cometa Halley, deparou-se com um falso positivo ao confundir uma nebulosa com o cometa. Para evitar novos enganos, começou a compilar os objetos fixos no céu profundo que poderiam ser facilmente confundidos com um cometa, objeto difuso e de fraco brilho. De 1758 a 1782, com a ajuda de Pierre Méchain após 1774, compilou 107 objetos entre nebulosas, aglomerados estelares e galáxias.[nota 1] Três objetos adicionais foram mais tarde adicionados ao catálogo, após a morte de Messier, completando 110 objetos ao todo.

Contudo, foi bem-sucedido em sua principal atividade astronômica, a descoberta e acompanhamento de cometas, Descobriu vinte ao todo,[3] treze descobertos originalmente por ele e outras 7 codescobertas independentes. Também foi membro de várias academias científicas espalhadas pela Europa, sendo membro estrangeiro da Royal Society e membro efetivo da Académie des sciences.[1] Em 1806, recebeu de Napoleão Bonaparte a Ordem Nacional da Legião de Honra[4] e dedicou ao imperador francês o Grande Cometa de 1769, considerado "o último cometa astrologicamente apresentado ao público por um astrônomo ortodoxo".[5]

Origem e juventude

O grande cometa de 1744, com seis caudas.

Charles Messier nasceu em Badonviller, atualmente no departamento de Meurthe-et-Moselle, Lorena, à época pertencente ao Principado de Salm-Salm, pequeno estado independente nas montanhas Vosges, encravado entre o Ducado da Lorena e o Reino da França.[6][7] Era o décimo dos doze filhos de Nicolas Messier, que servia na administração do Principado, e de Françoise B. Grandblaise.[5]

Em 1741, quando tinha 11 anos, seu pai morreu e seu irmão mais velho, Hyacinthe, tornou-se chefe de família e responsável por sua educação. Por oito anos treinou Charles em tarefas metódicas e administrativas e este adquiriu um senso de observação de detalhes finos, habilidade importante para a conquista de seu primeiro e único emprego como astrônomo.[8] Interessava-se pela observação do céu e pela astronomia desde a adolescência: alguns raros eventos astronômicos, como a passagem do grande cometa de seis caudas e o eclipse solar anular visível em Badonviller em 25 de julho de 1748, podem ter estimulado ainda mais seu interesse pela astronomia.[9]

Em 1751, seu irmão ofertou-lhe uma oportunidade como auxiliar de astrônomo em Paris[8] e em setembro daquele ano, Charles deixou Badonviller para se tornar empregado de um astrônomo da marinha francesa, Joseph-Nicolas Delisle. Delisle deu-lhe abrigo em sua própria residência no Collège Royal de France e sua primeira tarefa era copiar detalhadamente um mapa da Grande Muralha da China.[3][10]

En otros idiomas
Afrikaans: Charles Messier
aragonés: Charles Messier
العربية: شارل مسييه
azərbaycanca: Çarlz Messier
تۆرکجه: شارل مسیه
беларуская: Шарль Месье
беларуская (тарашкевіца)‎: Шарль Мэсье
български: Шарл Месие
bosanski: Charles Messier
čeština: Charles Messier
Ελληνικά: Σαρλ Μεσιέ
Esperanto: Charles Messier
español: Charles Messier
فارسی: شارل مسیه
français: Charles Messier
עברית: שארל מסיה
hrvatski: Charles Messier
Bahasa Indonesia: Charles Messier
íslenska: Charles Messier
italiano: Charles Messier
Basa Jawa: Charles Messier
ქართული: შარლ მესიე
한국어: 샤를 메시에
Lëtzebuergesch: Charles Messier
lietuvių: Charles Messier
македонски: Шарл Месје
Bahasa Melayu: Charles Messier
مازِرونی: شارل مسیه
Nederlands: Charles Messier
norsk nynorsk: Charles Messier
română: Charles Messier
русский: Мессье, Шарль
Simple English: Charles Messier
slovenčina: Charles Messier
slovenščina: Charles Messier
српски / srpski: Шарл Месје
Kiswahili: Charles Messier
Türkçe: Charles Messier
українська: Шарль Мессьє
Tiếng Việt: Charles Messier