Centro comercial

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Dubai Mall, em Dubai, Emirados Árabes, o maior centro comercial do mundo.

Centro comercial (em inglês, shopping center [1]) é uma edificação que contém um conjunto de estabelecimentos de varejo de diferentes bens de consumo, além de prestação de serviços e lazer (lanchonetes, restaurantes, salas de cinema, teatro, parques infantis etc.), constituindo-se em uma grande área comercial fechada, praticamente independente e isolada do seu entorno imediato, dotada de climatização, escadas rolantes, estacionamento e, eventualmente, atrações musicais e outras. Os centros comerciais de médio e grande porte funcionam como pequenas cidades,[2] possuindo uma estrutura governamental (a administração) e seus serviços de polícia e bombeiros (segurança), de limpeza, de abastecimento de água, de manutenção de infraestruturas etc. Trata-se de um espaço planejado para estimular e facilitar o consumo.

A administração é centralizada, e as lojas são alugadas, para a exploração comercial e a prestação de serviços, sendo sujeitas a normas contratuais padronizadas. Muitas vezes, um supermercado ou grande estabelecimento de varejo funciona como "âncora" do empreendimento. A administração tende a procurar manter o equilíbrio da oferta e uma certa diversificação ou complementaridade entre os diferentes tipos de estabelecimentos e de produtos oferecidos. Os locatários pagam um valor em conformidade com um percentual do faturamento (de 5 a 9%) ou um valor mínimo básico estabelecido em contrato - o que for maior. No Brasil, os centros comerciais, na maior parte das vezes, cobram por muitos serviços, como o estacionamento.

Nos centros comerciais de maiores dimensões, com vários andares, a circulação se dá, habitualmente, através de escadas rolantes, para facilitar o movimento de pessoas de um andar para outro. O maior shopping center do mundo é o Dubai Mall, em Dubai, nos Emirados Árabes, que conta com 1.200 lojas, 22 salas de cinema, um estacionamento com 14.000 vagas, além de abrigar o maior aquário do mundo, com 33.000 animais marinhos expostos.

O título de melhor centro comercial do mundo é atribuído anualmente em Cannes, na França, e pertence atualmente ao Europa Passage, na Alemanha.

História

Westminster Arcade em Providence, Estados Unidos.

Os centros comerciais não são uma inovação recente. O Grande Bazaar de Isfahan, no Irã, que é uma estrutura em sua maior parte coberta, data do século X a.C. e tem dez quilômetros de estrutura coberta. O Oxford Covered Market (Mercado Coberto de Oxford) foi aberto oficialmente na Inglaterra, em 1º de Novembro de 1774, e se mantém até os dias atuais. Em 1828, foi criado o primeiro shopping center dos Estados Unidos, no estado de Rhode Island. O Galleria Vittorio Emanuele II, em Milão, cujo nome homenageou o então rei da Itália, foi criado na década de 1860.

A corrida para a construção do maior centro comercial do mundo é, todavia, um fenômeno. O South China Mall, em Dongguan, a norte de Hong Kong, na China, é o maior do mundo atualmente. Foi fundado em 2005, superando o antigo recordista, o West Edmonton Mall, da cidade de Edmonton, na província de Alberta, no Canadá. O West Edmonton Mall foi também superado pelo Golden Resources Mall, com mais de 600 mil metros quadrados e mil estabelecimentos comerciais, fundado em 2004, que é o segundo maior do mundo atualmente. O West Edmonton Mall, em Edmonton, é hoje o terceiro maior shopping center do mundo, possuindo mais de 800 estabelecimentos comerciais, ocupando uma área de 500 mil metros quadrados, e empregando mais de 23 mil pessoas.

Tais shopping centers deverão ser superados por outros atualmente em construção na China e nos Emirados Árabes Unidos, entre eles o Mall da Arabia, inaugurado em 2006 é o maior shopping center do mundo, com 929 mil metros quadrados; e o Dubai Mall, que afirma que será também o maior quando inaugurado.

No Brasil, os shoppings pioneiros foram inaugurados na década de 1960: Shopping do Méier, no Rio de Janeiro, e o Shopping Iguatemi, em São Paulo. Hoje, o maior centro de compras do país é o Centro Comercial Leste Aricanduva, na capital paulista. Este posto já foi ocupado pelo Shopping Center Norte, também na capital paulista, o Barra Shopping, do Rio de Janeiro, o Shopping Center Recife, de Pernambuco e o Parque Dom Pedro de Campinas.

Em Portugal, existem muitos centros comerciais, como o Centro Comercial Vasco da Gama e o Centro Comercial Colombo (antigamente o maior da Península Ibérica) em Lisboa o Dolce Vita Tejo (O maior da peninsula Ibérica) em Lisboa, o NorteShopping no Porto, o GaiaShopping e o Arrábida Shopping em Vila Nova de Gaia e o AlgarveShopping em Faro, no Algarve. Portugal tem, ainda, o maior outlet da Europa: o Freeport Outlet Alcochete, também perto de Lisboa.

En otros idiomas
Afrikaans: Winkelsentrum
العربية: مركز تسوق
asturianu: Centru comercial
azərbaycanca: Ticarət mərkəzi
Bikol Central: Syapingmol
беларуская: Гандлёвы цэнтр
Cymraeg: Maelfa
English: Shopping mall
Esperanto: Vendejaro
فارسی: مرکز خرید
føroyskt: Sølumiðstøð
Gaeilge: Siopalann
हिन्दी: शॉपिंग मॉल
magyar: Pláza
Bahasa Indonesia: Mal
한국어: 쇼핑몰
lietuvių: Prekybos centras
മലയാളം: മാൾ
Bahasa Melayu: Pusat beli-belah
Nederlands: Winkelcentrum
norsk nynorsk: Kjøpesenter
srpskohrvatski / српскохрватски: Prodajni centar
Simple English: Mall
slovenčina: Nákupné stredisko
svenska: Köpcentrum
українська: Торговий центр
吴语: 商场
中文: 商場
粵語: 商場