Cafuzo

Representação de uma criança cafuza na "Pintura das Castas", do Vice-Reino da Nova Espanha, no século 18. A pintura ilustra: "De um negro e uma índia sai um lobo", que é sinônimo para cafuzo em algumas partes da América Latina.
Busto de Jimi Hendrix na Polônia, cafuzo mundialmente conhecido.

Cafuzo ou caboré são designações dadas no Brasil aos indivíduos resultantes da miscigenação entre índios e negros africanos ou seus descendentes. [1] [2] [3] Suas características físicas são tão variadas quanto as de filhos de quaisquer uniões inter-raciais, mas, em geral, têm pele escura, cabelos lisos e grossos e lábios carnudos. [4] [3]

Etimologia

São usadas ainda as variantes cafuz, carafuz, carafuzo e cafúzio. [nota 1] Caburé corruptela de caá-poré, que em tupi significa “morador do mato”. [5] Cafuzo, cafuz, carafuz e carafuzo podem proceder de "carafuzo". [1] [3] [nota 2]

En otros idiomas
العربية: زامبو
български: Самбо (раса)
català: Zambo
čeština: Zambo
dansk: Zambo
Deutsch: Zambo
English: Zambo
Esperanto: Zambo
español: Zambo (casta)
فارسی: زامبو
suomi: Zambo
français: Zambo
עברית: קפוזו
Հայերեն: Սամբոներ
Bahasa Indonesia: Zambo
italiano: Zambo
한국어: 삼보 (인종)
Nederlands: Zambo
polski: Zambo
slovenčina: Zambo
српски / srpski: Замбоси
Türkçe: Zambolar
українська: Самбо (етнографія)
中文: 桑博人