Código-fonte

Código fonte de um pequeno programa em linguagem de programação C que imprime na tela se o número passado a ele como argumento é primo ou não. Ele está sendo visualizado em um IDE com suporte a colorização de código.

Código-fonte (source code em inglês) é o conjunto de palavras ou símbolos escritos de forma ordenada, contendo instruções em uma das linguagens de programação existentes, de maneira lógica. Existem linguagens que são compiladas e as que são interpretadas. As linguagens compiladas, após ser compilado o código fonte, transformam-se em software, ou seja, programas executáveis. Este conjunto de palavras que formam linhas de comandos deverá estar dentro da padronização da linguagem escolhida, obedecendo critérios de execução. Atualmente, com a diversificação de linguagens, o código pode ser escrito de forma totalmente modular, podendo um mesmo conjunto de códigos ser compartilhado por diversos programas e, até mesmo, linguagens.

Definições

O Projeto de Informação do Linux define código fonte como:

O código fonte (também chamado de fonte ou código) é uma versão do software da forma em que ele foi originalmente escrito (digitado em um computador) por um humano em texto puro (caracteres alfanuméricos humanamente legíveis)[1].

A noção de código fonte também pode ser aplicada de maneira mais abrangente, incluindo linguagem de máquina e notações em linguagens gráficas, nenhuma delas são textuais por natureza. Um exemplo desta definição extraído de um artigo publicado na conferência anual IEEE e na Source Code Analysis and Manipulation[2].

Com o propósito de ser claro, o termo código fonte é usado significando qualquer definição completamente executável de um sistema de software. Desta forma ele inclui código de máquina, linguagens de alto nível e representações gráficas executáveis de sistemas[3].

Frequentemente são necessárias algumas etapas de tradução ou minificação entre o código fonte original digitado por um humano e o programa executável. Enquanto algumas entidades como a FSF argumentam que um arquivo intermediário “não é um código fonte real e não conta como código fonte”[4] outras acham conveniente tratar cada arquivo intermediário como código fonte para a próxima etapa.

En otros idiomas
Afrikaans: Bronkode
العربية: كود مصدري
asturianu: Códigu fonte
azərbaycanca: Mənbə kodu
беларуская: Зыходны код
беларуская (тарашкевіца)‎: Крынічны код
български: Изходен код
বাংলা: সোর্স কোড
bosanski: Izvorni kod
català: Codi font
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Nguòng-dâi-mā
čeština: Zdrojový kód
dansk: Kildekode
Deutsch: Quelltext
English: Source code
Esperanto: Fontkodo
español: Código fuente
eesti: Lähtekood
euskara: Iturburu kode
فارسی: کد منبع
français: Code source
עברית: קוד מקור
हिन्दी: मूल कोड
hrvatski: Izvorni kod
Bahasa Indonesia: Kode sumber
italiano: Codice sorgente
한국어: 소스 코드
Кыргызча: Баштапкы код
lietuvių: Išeitinis kodas
latviešu: Pirmkods
олык марий: Тӱҥалтыш код
Bahasa Melayu: Kod sumber
Mirandés: Código fuonte
မြန်မာဘာသာ: ဆို့စ်ကုတ်ဒ်
Nederlands: Broncode
norsk nynorsk: Kjeldekode
norsk: Kildekode
Pälzisch: Kwälldegschd
Runa Simi: Pukyu qillqa
română: Cod sursă
русский: Исходный код
srpskohrvatski / српскохрватски: Izvorni kod
Simple English: Source code
slovenčina: Zdrojový kód
slovenščina: Izvorna koda
српски / srpski: Изворни код
svenska: Källkod
Türkçe: Kaynak kodu
українська: Початковий код
اردو: سورس کوڈ
Tiếng Việt: Mã nguồn
中文: 源代码
Bân-lâm-gú: Goân-sú-bé
粵語: 原始碼