Câncer de bexiga

  • câncer de bexiga
    transcellcamark.png
    carcinoma de células de transição. o branco na bexiga é o contraste.
    especialidade médica oncologia
    simtomas sangue na urina, dor ao urinar [1]
    início 65 a 85 anos de idade [2]
    tipos carcinoma de células de transição, carcinoma de células escamosas, adenocarcinoma [3]
    fator de risco tabagismo, histórico familiar, radioterapia, infecção do trato urinário, certos produtos químicos [1]
    diagnóstico cistoscopia com biópsia do tecido [4]
    tratamento cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia [1]
    prognóstico taxa de sobrevivência de 5 anos ~77% (us) [2]
    frequência 3.4 milhões de casos (2015) [5]
    mortes 188.000 por ano [6]
    [ edit on wikidata]

    câncer de bexiga ( português brasileiro) ou cancro da bexiga ( português europeu) (também chamado de carcinoma urotelial) é um dos vários tipos de câncer, decorrentes de tecidos da bexiga urinária, [1] no qual as células da doença crescem de forma anormal e têm o potencial de se espalhar para outras partes do corpo. [7] [8] sintomas incluem sangue na urina, dor ao urinar e dor lombar. [1]

    os fatores de risco para o câncer de bexiga incluem o tabagismo, histórico familiar, antes da terapia de radiação, infecções da bexiga frequentes, e a exposição a determinados produtos químicos. [1] o tipo mais comum é o carcinoma de células de transição. outros tipos incluem o carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma. [3] o diagnóstico normalmente realizado pela cistoscopia com biópsias de tecido. [4] o estágio do câncer normalmente é determinado pelo imagiologia médica, tais como tomografia computadorizada e cintilografia óssea. [1]

    o tratamento depende do estágio do câncer e pode incluir uma combinação de cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou imunoterapia. opções cirúrgicas podem incluir a ressecção transuretral, remoção parcial ou completa da bexiga ou desvio urinário. [1] a taxa de sobrevivência de 5 anos, nos estados unidos, são de 77%. [2]

    o câncer de bexiga, em 2015, afetou cerca de 3,4 milhões de pessoas com 430.000 novos casos por ano. [5] [9] a idade de início é mais frequentemente entre 65 e 85 anos de idade e os homens são mais freqüentemente afetados que as mulheres. em 2015, resultou em 188.000 mortes. [6]

    referências

  • tipos
  • sinais e sintomas
  • causas
  • diagnóstico
  • tratamento
  • epidemiologia
  • ligações externas

Câncer de bexiga
TransCellCaMark.png
Carcinoma de células de transição. O branco na bexiga é o contraste.
Especialidade médica Oncologia
Simtomas Sangue na urina, dor ao urinar [1]
Início 65 a 85 anos de idade [2]
Tipos Carcinoma de células de transição, carcinoma de células escamosas, adenocarcinoma [3]
Fator de risco Tabagismo, histórico familiar, radioterapia, Infecção do trato urinário, certos produtos químicos [1]
Diagnóstico Cistoscopia com biópsia do tecido [4]
Tratamento Cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia [1]
Prognóstico Taxa de sobrevivência de 5 anos ~77% (US) [2]
Frequência 3.4 milhões de casos (2015) [5]
Mortes 188.000 por ano [6]

Câncer de bexiga ( português brasileiro) ou cancro da bexiga ( português europeu) (também chamado de Carcinoma Urotelial) é um dos vários tipos de câncer, decorrentes de tecidos da bexiga urinária, [1] no qual as células da doença crescem de forma anormal e têm o potencial de se espalhar para outras partes do corpo. [7] [8] Sintomas incluem sangue na urina, dor ao urinar e dor lombar. [1]

Os fatores de risco para o câncer de bexiga incluem o tabagismo, histórico familiar, antes da terapia de radiação, infecções da bexiga frequentes, e a exposição a determinados produtos químicos. [1] O tipo mais comum é o carcinoma de células de transição. Outros tipos incluem o carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma. [3] O diagnóstico normalmente realizado pela cistoscopia com biópsias de tecido. [4] O estágio do câncer normalmente é determinado pelo imagiologia médica, tais como tomografia computadorizada e cintilografia óssea. [1]

O tratamento depende do estágio do câncer e pode incluir uma combinação de cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou imunoterapia. Opções cirúrgicas podem incluir a ressecção transuretral, remoção parcial ou completa da bexiga ou desvio urinário. [1] A taxa de sobrevivência de 5 anos, nos Estados Unidos, são de 77%. [2]

O câncer de bexiga, em 2015, afetou cerca de 3,4 milhões de pessoas com 430.000 novos casos por ano. [5] [9] A idade de início é mais frequentemente entre 65 e 85 anos de idade e os homens são mais freqüentemente afetados que as mulheres. Em 2015, resultou em 188.000 mortes. [6]

Referências

  1. a b c d e f g h «Bladder Cancer Treatment». National Cancer Institute (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 14 de julho de 2017 
  2. a b c «Cancer of the Urinary Bladder – Cancer Stat Facts». seer.cancer.gov (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 8 de julho de 2017 
  3. a b «Bladder Cancer». National Cancer Institute (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 17 de julho de 2017 
  4. a b «Bladder Cancer Treatment». National Cancer Institute (em inglês). 5 de junho de 2017. Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 14 de julho de 2017 
  5. a b GBD 2015 Disease and Injury Incidence and Prevalence, Collaborators. (8 de outubro de 2016). «Global, regional, and national incidence, prevalence, and years lived with disability for 310 diseases and injuries, 1990–2015: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2015.». Lancet. 388 (10053): 1545–1602. 27733282 
  6. a b GBD 2015 Mortality and Causes of Death, Collaborators. (8 de outubro de 2016). «Global, regional, and national life expectancy, all-cause mortality, and cause-specific mortality for 249 causes of death, 1980–2015: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2015.». Lancet. 388 (10053): 1459–1544. 27733281 
  7. «Cancer Fact sheet N°297». World Health Organization. Fevereiro de 2014. Consultado em 10 de junho de 2014. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2010 
  8. «Defining Cancer». National Cancer Institute. Consultado em 10 de junho de 2014. Cópia arquivada em 25 de junho de 2014 
  9. World Cancer Report 2014. [S.l.]: World Health Organization. 2014. pp. Chapter 1.1. ISBN  9283204298 

En otros idiomas