Branchiopoda

Como ler uma infocaixa de taxonomiaBranquiópodes
Ocorrência: 500–0 Ma
Triops longicaudatus.jpg
Classificação científica
Reino:Animal
Filo:Arthropoda
Subfilo:Crustacea
Classe:Branchiopoda
Ordens
Cladocera (pulga da água)

Diplostraca (camarão de concha)
Notostraca (camarão girino)
Anostraca

Os branquiópodes (que significa "brânquias nos pés") são pequenos crustáceos (0,25 milímetros - 10 cm de comprimento) que se encontram em lagos, tanto salgados como de água doce em todo o mundo, incluindo a famosa Artemia salina. É um grupo morfologicamente diverso, no qual estão incluídos os Anostraca (conhecidos como artêmia, camarão de salmoura, branchoneta ou camarãozinho), os Notostraca (às vezes referidos como camarões-girino), os cladóceros (pulgas d`água) e os conchóstracos Spinicaudata, Laevicaudata e Cyclestherida. Até o momento, são conhecidas 1.015 espécies de Branchiopoda,[1][2] além de uma ordem extinta, a ordem Lipostraca, do período Devoniano (aproximadamente 400 - 360 milhões de anos atrás).

Os ovos destes animais resistem à secura e podem ficar grandes períodos à espera para eclodirem. É frequente encontrá-los em lojas de animais e, colocados num aquário, eclodem rapidamente e servem de alimento a muitos organismos. As artémias foram também comercializadas como macacos do mar.

Anatomia dos branquiópodes

As características de um branquiópode incluem um corpo com tagmose mínima, por vezes não se distinguindo as várias partes. Na cabeça encontram-se as antenas, um par de olhos compostos ou, por vezes um único olho naupliar; os apêndices bucais (um par de mandíbulas e dois de maxilas, sendo o segundo rudimentar) são unirramosos, mas os dos restantes segmentos são do tipo filópode. O corpo está coberto dum fina cutícula, mas todos os representantes com excepção dos Anostraca (a Artemia e semelhantes) possuem uma carapaça que, por vezes, cobre todo o corpo.

O sistema nervoso dos branquiópodes é típico dos artrópodes: um anel nervoso à volta da faringe, que se liga ao gângliocerebral” por um par de cordões nervosos gânglionados. Os filópodes servem para a alimentação, a locomoção, e a respiração. As partículas de alimento entram num sulco ventral que leva às mandíbulas e daí à boca. As partículas não digeridas saem pelo ânus e as excreções pelas glândulas maxilares, que também servem para a osmorregulação.

Dado que os branquiópodes são geralmente pequenos e a sua cutícula fina, eles respiram não só com a ajuda dos filópodes, mas também por difusão directa através da pele. O sistema circulatório inclui um coração que bombeia o sangue numa cavidade do corpo, o hemocélio. O pigmento do sangue de algumas espécies é a hemoglobina.

No que diz respeito à reprodução, os branquiópodes são gonocóricos (ou seja, têm sexos separados), mas algumas espécies são capazes de partenogénese (produção de descendentes sem a fertilização dos óvulos por espermatozóides). Na maioria dos grupos de branquópodos, o desenvolvimento dos ovos ao estado adulto é indireto, passando pela larva náuplio; nos Cladocera, contudo, o desenvolvimento é direto.

En otros idiomas
asturianu: Branchiopoda
azərbaycanca: Ayaqqəlsəməlilər
беларуская: Жабраногія
Cebuano: Branchiopoda
čeština: Lupenonožci
English: Branchiopoda
Esperanto: Brankiopodoj
español: Branchiopoda
euskara: Branchiopoda
français: Branchiopodes
Gaeilge: Branchiopoda
हिन्दी: क्लोमपाद
hrvatski: Škrgonošci
interlingua: Branchiopoda
Bahasa Indonesia: Branchiopoda
italiano: Branchiopoda
日本語: 鰓脚綱
Basa Jawa: Branchiopoda
한국어: 새각류
Limburgs: Kiewpuuetige
lietuvių: Žiaunakojai
latviešu: Žaunkājvēži
македонски: Жаброноги
Bahasa Melayu: Brankiopoda
Nederlands: Branchiopoda
norsk nynorsk: Bladfotkreps
polski: Skrzelonogi
română: Branhiopode
русский: Жаброногие
Simple English: Branchiopoda
slovenčina: Lupeňonôžky
slovenščina: Branchiopoda
svenska: Bladfotingar
українська: Зяброногі раки
Tiếng Việt: Lớp Chân mang
Winaray: Branchiopoda
中文: 鰓足綱