Bordado

Exemplo de bordado renascentista.

Bordado é uma forma de criar, a mão ou a máquina, desenhos e figuras ornamentais em um tecido, utilizando, para este fim, diversos tipos de ferramentas como agulhas, fios de algodão, de seda, de , de linho, de metal etc., de maneira que os fios utilizados formem o desenho desejado.

Em Portugal, existe um longo historial de bordados tradicionais em diversos pontos do país.

A cidade de Ibitinga, no interior de São Paulo, realiza, todos os anos, a tradicional Feira do Bordado de Ibitinga, trazendo, à cidade, turistas do Brasil inteiro.

Existem, também, os bordados do Ceará, provenientes de artesãos de todo o estado. Eles são muito conhecidos por sua beleza e sua arte peculiar. Através deste tipo de bordados, podem se ver as características do povo daquela terra, sua cultura e sua história, que é passada de pai para filhos há séculos.

Outra região em que se pode encontrar a tradição do bordado manual, herança da forte presença portuguesa no período colonial, é no interior de Minas Gerais, notadamente na região compreendida entre Tiradentes e Ouro Preto. Mesmo nos distritos mais remotos da região, se encontram trabalhos bordados a mão, entre peças de cama e mesa e vestuário. Entre as técnicas mais utilizadas, estão o ponto cheio e o ponto de cruz. Além desses, existe o vagonite, tipo de bordado mais reto.

Pontos de bordado

Todos os pontos de bordado pertencem a uma das quatro estruturas ou grupos de pontos básicos:[1]

Pontos retos

Ver artigo principal: Categoria:Pontos retos

São pontos que possuem a superfície reta e são trabalhados em diferentes tamanhos e direções e espaçados a intervalos variáveis. Os principais pontos desse grupo são o Ponto de alinhavo, o Ponto atrás, o Ponto partido, o Ponto haste, o Ponto cheio e o Ponto matiz.[1]

Pontos cruzados

Ver artigo principal: Categoria:Pontos cruzados

Os pontos cruzados são formados por dois ou mais pontos que se cruzam entre si de diversas maneiras. Os principais pontos são o Ponto cruz, o Ponto cruz alongado e o Ponto russo.[1]

Pontos entrelaçados

Ver artigo principal: Categoria:Pontos entrelaçados

São os pontos feitos a partir do entrelaçamento do fio pelo direito do trabalho e prendendo-o com um ponto. Os principais pontos desse grupo são o Ponto de cadeia, o Ponto Paris e o Ponto de casear.[1]

Pontos de nós

Ver artigo principal: Categoria:Pontos de nós

Os pontos de nós são feitos torcendo-se o fio ou dando-se nós com ele sobre a superfície do trabalho para compor texturas de diferentes efeitos. Os principais pontos são Ponto rococó, Nó francês e Ponto coral.[1]

En otros idiomas
Afrikaans: Borduurwerk
Ænglisc: Blēocræft
العربية: تطريز
azərbaycanca: Tikmə
беларуская: Вышыўка
български: Бродиране
brezhoneg: Broderezh
català: Brodat
čeština: Vyšívání
Чӑвашла: Тĕрĕ
Cymraeg: Brodwaith
dansk: Broderi
Deutsch: Sticken
English: Embroidery
Esperanto: Brodado
español: Bordado
euskara: Brodatu
فارسی: گل‌دوزی
suomi: Kirjonta
français: Broderie
magyar: Hímzés
Bahasa Indonesia: Bordir
íslenska: Útsaumur
italiano: Ricamo
日本語: 刺繍
ಕನ್ನಡ: ಕಸೂತಿ
한국어: 자수 (공예)
kurdî: Nimûş
Кыргызча: Саймачылык
Latina: Acupictura
मराठी: भरतकाम
Bahasa Melayu: Seni tekat
Nederlands: Borduren
norsk nynorsk: Broderi
norsk: Broderi
ਪੰਜਾਬੀ: ਕਢਾਈ
polski: Hafciarstwo
română: Broderie
русский: Вышивание
sicilianu: Raccamu
srpskohrvatski / српскохрватски: Vez
Simple English: Embroidery
српски / srpski: Вез
svenska: Broderi
українська: Вишивання
oʻzbekcha/ўзбекча: Kashta
Tiếng Việt: Thêu
中文: 刺绣
粵語: 刺繡