Borano

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2017)
Por favor, este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Borano, BH3, altamente reactivo.
BH3 dimeriza em diborano, B2H6.

Os boranos são hidretos de boro, ou seja, compostos químicos formados exclusivamente por boro e hidrogênio. O mais simples conhecido é o BH3, ainda que sua massa molecular corresponda à do diborano B2H6. A maior parte dos boranos têm fórmulas moleculares do tipo BnHn+4 ou BnHn+6. Obtém-se por hidrólise do boreto de magnésio com ácido clorídrico diluído.

Alguns boranos típicos são B2H6, B4H10, B9H15, B10H14, B20H16. Os boranos foram produzidos pela primeira vez entre 1912 e 1936 por Alfred Stock que desenvolveu técnicas de vácuo para manejar estas substâncias tão reactivas. A síntese original de Stock, a reação do Mg3B2 com ácido, foi substituída na atualidade em todos os casos, excepto para o B6H10. A maioria das sínteses atuais implicam a termólise de B2H6 sob condições diversas, com frequência em presença de hidrogênio.

O diborano, B2H6 é um gás (Tebulição=‑92.6°) inflamável espontaneamen­te ao ar e que se hidrolisa instantaneamente pela ação da água, formando H2 e B(OH)3. Se obtém de maneira praticamente quantitativa por reação do borohidreto sódico com BF3.

O borano propriamente dito, BH3, tém só uma existência momentânea na descomposição térmica do diborano:

2 B2H6 → BH3 + B3H9

O diborano apresenta um grande número de reações. Como todos os compostos BX3 pode atuar como um ácido de Lewis e formar adutos tais como Me3NBH3, a formação do íon BH4- pode considerar-se como uma reação com H.

Um dos usos principais do B2H6 é como reativo extrema­mente versátil na síntese de organoboranos, que por sua vez são produtos intermediários muito úteis em síntese orgânica. O B2H6 também é um agente redutor poderoso de alguns grupos funcionais, por exemplo, RCHO ® RCH2 OH e RCN ® RCH2 NH2.

A reação do B2H6 com hidrocarbonetos não saturados dissolvidos em éteres, denominada comumente hidroboração, dá lugar a uma cis‑hidrogenação ou hidratação predominantemente anti‑Markovnikov.

As carbonilações em que se usa CO conduzem à formação de compostos nos que o carbono "se insere" entre o B e o C de um grupo alquilo.

Boranos superiores

Os boranos superiores, por exemplo, B6H10, são principalmente líquidos cuja inflamabilidade ao ar decresce com o aumento da massa molecular. Um dos mais importantes é o decabora­no, B10H14, um sólido (Tfusão = 99.7°C) que é estável ao ar e só se hidroliza, lentamente, pela ação da água. Se obtém por aquecimento do B2H6 a 100°C e é um material de partida importante para a síntese do ânio B10H10 2- e dos carboranos.

En otros idiomas
العربية: بورانات
čeština: Borany
English: Boranes
español: Borano
فارسی: بوران‌ها
suomi: Boraani
français: Borane
Gaeilge: Bóráin
italiano: Borani
日本語: ボラン
қазақша: Борсутектер
한국어: 보레인류
Lëtzebuergesch: Boranen
latviešu: Borūdeņraži
മലയാളം: ബോറേനുകൾ
Plattdüütsch: Boran
polski: Borowodory
română: Borani
русский: Бороводороды
srpskohrvatski / српскохрватски: Boran
српски / srpski: Boran
svenska: Boran
українська: Бороводні
oʻzbekcha/ўзбекча: Borvodorodlar
中文: 硼烷