Bernie Ecclestone

Desde dezembro de 2017 a Liberty Media é a dona da Fórmula 1.

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Bernie Ecclestone
Bernie Ecclestone no Grande Prémio do Bahrain de 2012
Nome completoBernard Charles Ecclestone
Conhecido(a) porBernie Ecclestone
Nascimento28 de outubro de 1930 (88 anos)
Suffolk,  Reino Unido
Nacionalidadebritânico
FortunaAumento US$4.8 bilhões (2013)[1]
CônjugeSlavica Ecclestone (1985-2009)
Fabiana Flosi Ecclestone (2012- presente)
OcupaçãoAcionista, ex-piloto
ReligiãoIgreja da Inglaterra/Anglicanismo

Bernard Charles "Bernie" Ecclestone (Suffolk, 28 de outubro de 1930) é um piloto, empresário e dirigente esportivo britânico. Foi presidente e CEO da Formula One Management (FOM) e da Formula One Administration (FOA).

É acionista da Alpha Prema, um dos empreendimentos que gerenciam a Fórmula 1. Seu controle sobre o esporte, resultado de seu pioneirismo na venda dos direitos televisivos nos anos 1970 é sobretudo financeiro, mas os termos contratuais entre a FIA, as equipes e a Formula One Administration, garantiram-lhe, durante sua administração, estrutura e logística de cada Grande Prêmio de Fórmula 1.

Nos anos 1970 e 1980, foi proprietário da Brabham Racing Organization e assim fundou a Formula One Constructor´s Association (FOCA) aumentando sua influência política na categoria. O bom desempenho da Brabham nas pistas, sobretudo com o brasileiro Nelson Piquet (campeão em 1981 e 1983), ajudou a consolidar seu prestígio como gestor do esporte. Bernie Ecclestone venderia a sua parte na equipe em 1987.

Bernie Ecclestone também participou como piloto dos Grandes Prêmios de Mônaco e da Grã-Bretanha em 1958.

Vida pessoal

Ecclestone nasceu em St Peter South Elmham, uma pequena aldeia três milhas ao sul de Bungay, Suffolk.[2] Filho de um pescador, ele frequentou a escola primária em Wissett antes que a família mudasse para Bexleyheath, Kent, em 1938.[2] Ecclestone deixou a escola aos 16 anos de idade para trabalhar nas fábricas de gás locais, e dedicar-se ao seu hobby, as motocicletas.

Segundo o ranking de bilionários da Forbes para 2011, Bernie Ecclestone é a quarta pessoa mais rica do Reino Unido com uma fortuna estimada em US$ 4,2 bilhões,[3] um aumento de US$ 200 milhões em relação ao ano anterior.[4]

No ano de 2004, ele vendeu uma de suas residências no Kensington Palace Gardens em Londres, apesar de nunca ter vivido nela, para o magnata do aço Lakshmi Mittal por £57.1 milhão, o que a tornou a casa mais cara já vendida.[5]

Ecclestone tem uma filha, Deborah, com Ivy, sua primeira esposa. Deborah e seu marido lhe deram seu primeiro neto e este casou-se e tornou Bernie um bisavô. Ele então casou com Slavica Radić Ecclestone por 25 anos e com ela teve duas filhas: Tamara Ecclestone (nascida em 1984) e Petra Ecclestone (nascida em 1988). O divórcio foi concedido a pedido da esposa em 11 de março de 2009[6] e reportado no valor de um bilhão de euros.[7]

Durante o Grande Prêmio do Brasil de 2009 conheceu a brasileira Fabiana Flosi (45 anos mais jovem) que trabalhava na organização da prova. Em abril de 2012 eles anunciaram o noivado[8] e casaram em 27 de agosto do mesmo ano.

En otros idiomas